Suicídio: devemos falar sobre isso!

Com a morte da Sabrina Bittencourt mulher que denunciou os abusos do médium João de Deus, e de Keith Flint vocalista da banda The Prodigy as discussões sobre os efeitos negativos da depressão se intensificaram. Uma vez que nos últimos anos percebemos um aumento do número de suicídios, principalmente entre os jovens.

Essa sensação de que houve um aumento nos casos de suicídios entre os jovens se tornou um fato. Já que segundo pesquisa publicada pela Associação Americana de Psicologia, coordenada por Jean Twenge, da Universidade de San Diego, uma das maiores pesquisadoras da geração millenial e Alpha, as tecnologias estão influenciando a vida dos jovens.

Conforme o estudo o número de adolescentes que sofrem com depressão subiu de 8,7% em 2005, para 13,2% em 2017. Já no caso dos jovens entre 18 e 25 anos o número saltou de 8,1% em 2009, para 13,2 em 2017.

A tecnologia deve ser uma aliada da saúde

Também houve um crescimento no número de jovens adultos com pensamentos, planos, tentativas e morte em decorrência do suicídio. Número esse que em 2009 era 7%, porém em 2017 subiu para 10,3%.

Já no caso de adultos de outras faixas etárias, acima dos 26 anos ou idosos não foi verificado um crescimento, significativo, no percentual de pessoas que sofrem de depressão e problemas mentais.

Excesso de álcool pode causar demência

As mudanças culturais que ocorreram nos últimos anos, por causa da tecnologia, podem ter influenciado negativamente os adolescentes. Assim como, por causa da tecnologia os jovens das gerações atuais dormem menos que os das anteriores. Mais um aspecto da vida moderna que impacta na saúde mental e física dos jovens.

Apesar disso ainda é cedo para afirmar que as tecnologias provocando alterações negativas na vida dos jovens. Pois ainda são necessárias mais pesquisas para entender os impactos da tecnologia em longo prazo.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Leia mais sobre essa pesquisa no link: https://bit.ly/2HIkXOr

2019-03-27T23:45:06-03:00 12/04/2019|BEM-ESTAR, DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário