O sol e a vida das crianças

O sol é responsável por manter a vida no planeta. Nenhum ser vivo sobrevive sem sol. Mas na medida errada o sol pode ser muito prejudicial. Pensando nisso o Blog Homeopatia e Saúde conversou com a Dra. Ana Lucia Dias Paulo homeopata e pediatra da Clínica de Homeopatia Similia e elaborou um guia para papais e mamães não errarem ao expor seus filhos ao sol.

similia homeopatia e saúdeÉ importante ressaltar que a exposição ao sol em excesso ou em horários inadequados, pode provocar danos ao organismo, entre eles o câncer de pele. Sendo o Brasil um país tropical e com altos índices de radiação solar esses riscos são enormes e as consequências graves. Porém, além da fotossíntese no vegetal, o sol é responsável pelo processo de transformar o alimento ingerido em vitamina D no organismo humano.

sol-crianca

“Toda criança deve ser exposta ao sol com alguma parte do corpo a mostra, como braços e pernas, sem filtro solar, pelo menos 15 a 20 minutos, todos os dias”, é o que recomenda Dra. Ana Lucia. “É importante ressaltar que o melhor horário é antes das 10 horas da manhã e após as 4 horas da tarde, e que no horário de verão deverá ser contabilizado o horário do sol, e não o oficial”, explica a médica.

Uma das perguntas mais feitas no consultório, é sobre a diferença nas idades dos bebês e crianças, e se há alguma recomendação para evitar sol em recém-nascidos, por exemplo. “Os bebês, incluindo os recém-nascidos, devem ser expostos ao sol, logo no primeiro dia de vida, principalmente os que apresentam icterícia neonatal”, explica Dra. Ana.

Protetor solar

Para os pais que estão preocupados com o produto protetor solar que a criança deve usar, atenção: Não é recomendado o uso desse produto em crianças menores de 4 anos de idade. Por isso é importante manter o horário de sol, de até as 10 horas da manhã, ou após as 4 horas da tarde para as crianças.

Praia e Piscina

similia homeopatia e saúdeo

Vivemos em um país tropical e, por isso, muitos passeios dos pais são para lugares como praias e piscinas. Como explicamos, as crianças não devem usar protetor solar antes dos 4 anos de idade, por isso a ida à praia deve ser bem cedo, quando mais cedo melhor. E no máximo as 11 horas da manhã o passeio deve terminar. “Vale ressaltar que a recomendação é que a criança vá a praia assim que comece a andar, por volta de 15 meses, e que entrar na água do mar (quando própria para banho) é permitido nessa idade também. Não recomendamos que as crianças fiquem na praia após as 11 horas da manhã, mesmo que em piscininhas, com água não salgada”, orienta a pediatra.

Inverno

No inverno o sol da manhã parece não esquentar, mas ele tem o mesmo efeito no organismo para a produção de vitamina D. Por isso é importante levar a criança para um passeio, ou brincadeira ao sol, antes das 10 da manhã ou após as 4 da tarde.

Raça ou cor da pele.

Dra. Ana Lucia ressalta que não há recomendações diferenciadas para crianças negras ou de origem asiáticas. “Devemos levar em consideração que crianças negras, devido a quantidade de melanina no organismo, estão sujeitas a terem dificuldades na absorvição dos raios solares e, portanto, sujeitas a deficiência de vitamina D no organismo. Por isso, é até mais importante que as crianças negras sigam as recomendações quanto a quantidade de sol diárias”, expõe Dra. Ana Lucia, pediatra e homeopata da Clínica Similia.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *