Superproteção infantil

Pais superprotetores não percebem que poupar os filhos decepções é muito prejudicial para o desenvolvimento da criança. A atitude superprotetora de alguns pais causa um impacto importante na no futuro de seus filhos. Uma vez que a superproteção priva as crianças de algumas habilidades sociais que as crianças precisam para o desenvolvimento de uma personalidade saudável. Além de abalar a confiança dos pequenos frente os desafios da vida.

<< LEIA TAMBÉM: Limites nas crianças>>

Os perigos e efeitos negativos da superproteção são maiores do que os pais imaginam.

As crianças que crescem sob as asas de pais superprotetores recebem uma mensagem, inconsciente, de que o mundo não é um lugar segura para elas. Como resultado dessa crença a criança se torna um adulto incapaz de correr riscos.

Em outras palavras a consequência desse estilo de vida é desenvolvimento de adultos que teme se arriscar.

A criança criada por pais superprotetores não consegue sair de sua zona de conforto, a zona na qual ela foi ensinada a viver, mesmo que sua vida seja miserável. Assim não é capaz de abandonar sua zona de conforto mesmo que isso a fizesse uma pessoa mais feliz e realizada.

A superproteção também causa efeitos negativos na autoestima das crianças. Um dos problemas em poupar as crianças das mudanças é que elas começam a acreditar que são incapazes de enfrentar a vida sozinhas. O que acaba por deteriorar a autoestima da criança.

Apesar de ser dolorosa a decepção faz parte do crescimento. Desse modo para o desenvolvimento de adultos confiantes e capazes de solucionar problemas devem evitar superproteger os filhos do mundo que os cerca.

Os pais precisam permitir que a criança explore o mundo conforme a sua visão, ajudando somente nos momentos em que o auxilio se faça necessário.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, se quiser saber mais sobre esse assunto acesse: https://goo.gl/SkpPjw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *