Tag Archives: Pais

Nunca devemos forçar uma criança a comer

Uma das coisas que mais preocupa os pais é conseguir fazer os seus filhos comerem bem. Entretanto para o pediatra espanhol Carlos Gonzáles os pais não devem forçar uma criança a comer, uma vez que as crianças comem o que é necessário para elas.

Entre as opiniões polemicas de Gonzáles podemos destacar a cama compartilhada e o aleitamento materno sob livre demanda. Ele também defende o fim da punição e a criação com respeito e apego às crianças.

Ainda segundo Gonzáles os pais precisam resgatar o seu papel que foi transformado pela sociedade através de normas e conceitos que o pediatra considera absurdos.

O pediatra lançou um livro chamado “Meu filho não come”, pela editora Timo, cujo objetivo não é dar dicas para os pais em como fazer o filho comer, já que Carlos acredita que não devemos forçar uma criança a comer. No livro o pediatra explica sobre como incentivar as crianças a comerem dando autonomia. Aponta os principais erros dos pais com relação à alimentação infantil. E fala que as crianças precisam aprender a comer sozinhas.

Forçar uma criança a comer – O afeto faz toda a diferença na vida das crianças

Gonzáles afirma que forçar uma criança a comer é ineficaz, pois as crianças comem sem que seja preciso forçar. Além de ser uma atitude mais prejudicial que benéfica, uma vez que a criança começa a detestar a comida, principalmente a comida na qual os pais querem forçá-la a comer. Tentar obrigar a criança a comer é um hábito que demonstra a falta de respeito dos pais.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que com amor os pais podem criar crianças mais felizes e saudáveis. Não se esqueça de que as crianças aprendem pelo exemplo, pais que comem bem têm filhos que se alimentam de forma saudável. Entrevista completa no link: https://goo.gl/LwMrkn

Como fazer seu filho obedecer sem usar a força?

As crianças vão desobedecer aos pais, isso é um fato. Outro fato é que como pais vamos, vez ou outra, recorrer à punição e castigo para fazer o filho obedecer. Não podemos esquecer que somos seres humanos criando outros seres humanos, e como seres humanos erramos. Mais um fato incontestável na vida de pais e responsáveis.

Muitos pais querem ser bem-sucedidos e ter a chamada “família perfeita”. E para isso gostariam de ter filhos obedientes para alcançar uma vida mais confortável e livre de estresse. Assim como também querem que essa obediência, dos filhos, reflita as outras pessoas. Entretanto as crianças por não entenderem o real objetivo das regras vão contestar sempre que possível, e como seres em desenvolvimento que não sabem lidar muito bem com as emoções podem comunicar isso com agressividade.

Ao tentar disciplinar seus filhos os pais ou responsável pode encontrar desafios como a criança resistindo às ordens ou fazendo pirraça. A criança pode apresentar comportamentos rebeldes porque sente que as regras não se aplicam a ela. Independente da reação da criança é essencial reforçar as regras e continuar persistindo se quiser fazer o filho obedecer e aprender o valor e a importância da obediência.

É necessário que as crianças aprendam a importância de respeitar pais, autoridades, familiares, professores e idosos.

Tentar convencer a criança a fazer uma coisa que ela não considera importante é uma missão, quase, impossível. Os pais precisam levar a criança a fazer o que é preciso através de brincadeiras lúdicas. Porém isso deve ser feito num dia que estiver com mais paciência. Existem muitas formas de tornar uma tarefa em algo lúdico, uma experiência prazerosa na qual a criança queira participar.

Ao tentar disciplinar e ensinar seu filho obedecer lembre-se de demonstrar amor e carinho. Se a criança desobedecer às regras permita que ela tenha uma segunda chance. Dar para a criança uma nova oportunidade irá motivá-la a fazer o que e certo da próxima vez.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, compartilha mais este texto e ainda destaca a importância da disciplina na vida das crianças. Saiba mais no link: https://goo.gl/X7gN5s

Como ter mais tempo com os filhos?

Muitos pais dizem que gostariam de ter mais tempo com os filhos. Entendemos o quanto o trabalho e a rotina do dia a dia roubam do nosso tempo. Mas existem alguns truques que os pais podem utilizar para ter mais tempo, de qualidade, na companhia de seus filhos.

Fazendo algumas pequenas adaptações na rotina é possível ter mais tempo com os filhos, momentos de união e troca. A brincadeira pode ser a desculpa perfeita para esses momentos. E ainda é divertido!

A brincadeira é uma ferramenta poderosa que os pais podem explorar. Além de ser essencial no desenvolvimento infantil. Pois a brincadeira auxilia na imaginação e socialização das crianças.

Brincar com as crianças constrói um vínculo que será permanente. Esse vínculo ajuda a criança a se sentir amada e apreciada.

As brincadeiras ajudam as crianças a desenvolverem habilidades como criatividade, paciência, competências sociais e familiares.

Passar um tempo com os filhos cria laços familiares fortes. Também auxilia na redução do estresse por causa do trabalho, especialmente, para pais sobrecarregados em virtude da rotina diária.

<<LEIA TAMBÉM: Como age a homeopatia na depressão?>>

Dentre as atividades que podem ser realizadas em família e que não consomem muito tempo e nem necessitam de grandes estruturas temos:

  • Cantar;
  • Escutar musica;
  • Ler um livro;
  • Assar biscoitos;
  • Contar histórias;
  • Ajudar nas lições de casa.

Essas são apenas algumas das atividades que podem ser feitas juntos dentro de casa mesmo. Isso porque não estamos considerando as brincadeiras externas que necessitam de um pouco mais de planejamento e contar com uma ajudinha do clima.

Gastar um tempo com os filhos vai fazer toda a diferença no relacionamento entre pais e filhos.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que a família é a base no desenvolvimento infantil. Mais sobre o assunto no link: https://goo.gl/c6RWof

Emergências médicas infantis e o tratamento homeopático

Como seres em construção as crianças estão sempre se movimentando com o objetivo de desvendar o mundo que as cerca. Por isso toda vez que as crianças ficam amuadas, tristonhas e sem aquele brilho nos olhos os pais suspeitam logo se tratar de emergências médicas infantis. Dá um aperto no coração perceber que o seu filho está doentinho, mas isso não é motivo para se desesperar. Afinal são coisas que acontecem.

O melhor sempre é manter a calma e procurar ajuda médica.

Assim para facilitar a vida dos pais que não sabem como agir nesse momento tão delicado, que a Dra. Ana Lucia Dias Paulo decidiu compartilhar algumas dicas para os pais ajudarem os filhos quando surgem as emergências médicas infantis.

Os pais devem procurar o pronto-socorro somente nos casos em que não tenham um pediatra de sua confiança para dar atendimento. Ou quando o próprio pediatra oriente a visita ao pronto-socorro.

O pronto-socorro deve ser procurado em situações de mais graves como quedas, fraturas, contusões importantes, quadros clínicos como queimaduras, vômitos ou diarreias intensas, explica a Dra. Ana Lucia.

Os pais podem fazer uma avaliação rápida da situação da criança usando como parâmetro o estado geral do pequeno. Se o humor, apetite e ânimo, estiver comprometido ou alterado isso pode ser indicativo de que de a criança precise de atendimento imediato.

As emergências médicas infantis mais comuns

As doenças pulmonares, principalmente, levam os bebês ao pronto-socorro, pois os menores não possuem grande capacidade de eliminação do catarro e podem necessitar de atenção profissional para isso.

Ainda nos primeiros anos de vida são os acidentes na piscina, tanques ou até mesmo cozinha e ambientes domiciliares que os pais devem ficar mais atentos e orientar os pequenos a evitar ou monitorar as crianças nesses locais.

As queimaduras, torções, fraturas e intoxicações alimentares são mais frequentes nas crianças maiores e adolescentes. Por isso acompanhar os filhos nas atividades do dia a dia pode ser a melhor solução a fim de prevenir esse tipo de problema.

Às vezes os pais acreditam que o problema dos filhos se tratar de emergências médicas infantis e correm com os filhos para o pronto-socorro. Como a homeopatia é uma ciência que trata individualmente o paciente, seja bebê, criança ou adulto, no atendimento pessoal, o médico assistente já pode orientar os pais nas diferentes situações apresentadas.

A Dra. Ana Lucia Dias Paulo destaca o risco que está presente nas visitas ao pronto-socorro, entretanto nos casos de emergências médicas infantis a visita é imprescindível. O que os pais podem fazer para reprimir a contaminação é evitar horários de maior fluxo de pessoas nesses serviços.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, mantêm o compromisso de tirar todas as suas dúvidas sobre saúde.

Fralda: quando e como tirar?

 

A fralda faz parte dos anos inicias dos bebês. Além de serem extremamente convenientes para os pais nos primeiros dois anos de vida de seus filhos. Mas elas podem se tornar uma grande dor de cabeça para os pais quando chega o momento de fazer com que os pequenos abandonem essa peça. No texto de hoje, a Dra. Ana Lucia explica todos os passos: Fralda: quando e como tirar?

O sucesso no momento de retirar a fralda das crianças depende de aspectos relacionados aos estágios de desenvolvimento infantil. Pois o esforço que todo o processo exige dos pais, visto, dentre outra variáveis, que podem interferir no progresso.

Não existem métodos infalíveis, mas existe uma série de técnicas para ajudar a criança a abandonar a fralda o mais natural e rápido possível.

Em primeiro lugar, por mais que os pais acreditem que a criança já tem idade suficiente para largar as fraldas, existe uma idade recomendada para iniciar o processo. Porém essa idade é diferente para meninos e meninas, pois cada um tem suas particularidades.

Para as meninas a idade recomendada para deixar a fralda é a partir dos 18 meses, no caso dos meninos é 24 meses. Mas essa é só uma recomendação, isso não quer dizer que a criança tem que deixar a fralda nesse período. É preciso respeitar o ritmo de desenvolvimento de cada criança.

“O que nunca deve ser feito é repreender ou insistir demais no assunto. Pois o resultado de atitudes como essa pode ser o oposto do desejado. Isso significa que pode causar traumas nas crianças, o que vai dificultar, ainda mais, o processo. A regra número 1 é ter paciência”, Recomenda Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Como tirar a fralda?

O procedimento mais recomendado pelos especialistas para ajudar as crianças a deixarem a fralda durante o dia é bem simples. Consiste em levar a criança para sentar no troninho a cada duas horas e deixá-la à vontade para fazer o que tem que fazer. Essa é uma forma de criar o hábito. Se for usar o redutor de assento sanitário é recomendável ter um banquinho para que as crianças apoiem as pernas, explica a Dra. Ana Lucia Dias Paulo

A Dra. Ana Lucia também esclarece que os pais e responsáveis conhecem a rotina das crianças, e podem usar essa informação para levar as crianças para o troninho nos horários que elas costumam fazer suas necessidades. “A criança precisa associar que o que ela sente no corpo significa fazer coco, ou fazer xixi. Por isso, os pais ou cuidadores, que já sabem como o organismo da criança funciona, devem sempre associar os nomes, e tornar isso o mais natural possível”, explica a médica.

O procedimento de tirar as fraldas durante a noite é mais demorado. A pessoa precisa considerar que esse é um processo de longo prazo, afinal existem menos truques e recomendações que podem ser utilizados.

A orientação básica é sempre colocar a criança para fazer xixi antes de dormir. Evidente que essa atitude não é o suficiente quando estamos falando de uma pessoa que vai dormir a noite inteira, principalmente quando consideramos que muitas crianças têm uma maior necessidade de urinar no decorrer da noite. Mas isso já ajuda.

Com essas dicas que Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, seguindo as dicas da Dra. Ana Lucia o momento de tirar a fralda das crianças vai ser menos estressante para os pais, e traumática para as crianças.

O desmame precoce

Quando uma criança vem ao mundo a vida dos pais se transforma de uma maneira muito especial. Amamentar é um momento de interação entre a mãe e o seu bebê, esse simples gesto é capaz de criar vínculos entre mãe e filho. Entretanto, amamentar não é tão simples quanto parece. É preciso muita orientação a fim de evitar o desmame precoce da criança.

A amamentação é muito importante nos primeiros 6 meses de vida do bebê, sendo que a OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda somente o leite materno durante esse período, e essa amamentação precisa continuar, de maneira complementar, até os 2 anos de idade.

O Blog Homeopatia e Saúde, que é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, entende a importância do aleitamento materno e por isso traz algumas dicas para evitar o desmame precoce do bebê.

Mastite

Popularmente conhecido como empedramento de leite, é uma inflamação da glândula mamária provocada pelo excesso de leite. Para evitar a inflamação retire o excedente de leite após cada mamada, em seguida realize compressas frias para aliviar o incomodo.

Parto antes da hora

Em alguns casos de cesarianas programadas o leite pode demorar a surgir, o que preocupa muitas mães. Isso acontece porque durante o processo de parto natural o corpo se prepara para a produção do leite, mas esse processo não ocorre em partos cirúrgicos. Porém, as mães não precisam ficar preocupadas, pois assim que o bebê começar a sugar o seio o hipotálamo, glândula que fica no cérebro, vai começar a produzir a prolactina, e consequentemente o leite começa a surgir.

Pega incorreta

Para o sucesso da amamentação o bebê precisa estar na posição correta. Senão haverá problemas de fissura nos seios e no estímulo da produção do leite. É sempre bom contar com a ajuda de um profissional neste momento, mas na falta de um mantenha o bebê com o corpo voltado para a mãe, barriga com barriga, a cabeça precisa estar acima do bumbum, na altura dos seios. Os lábios do bebê precisam abocanhar o máximo que puder da aréola.

Matéria completa no link: https://goo.gl/yoZr1Z

 

TAGS: Desmame, amamentação, Bebês, Pais, Filhos, Crianças