Tag Archives: atividade física

Promovendo o bem-estar no Dia Mundial da Atividade Física

Ao redor do mundo no dia 06 de abril é comemorado o Dia Mundial da Atividade Física, já é de conhecimento que um dos principais motivos que levam as doenças cardiovasculares é o sedentarismo. Assim a OMS, Organização das Nações Unidas, criou essa data para promover a prevenção ao sedentarismo, estimulando a prática de atividades físicas em espaços públicos.

O dia Mundial da Atividade Física foi criado em 2002 pela OMS para informar a população mundial com relação à urgência de uma mudança no atual estilo de vida sedentário, e também para incentivar a prática de atividade física regular que tem como objetivo proporcionar a saúde e o bem-estar.

Segundo a OMS a falta de atividade física é o quarto maior motivo para os riscos de morte em todo o planeta. A OMS destaca que qualquer tipo de movimento corporal executado pelos músculos esqueléticos no momento em que absorvem energia é considerado atividade física.

E para comemorar esta data são realizados eventos em todo o mundo. Os esportes, exercícios, e outras atividades, caminhar, dança, jogar, tarefas domésticas e jardinagem, fazem parte prática.

Nós do blog Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, também acreditamos que a atividade física regular é capaz de promover o bem-estar e a saúde.

Este artigo que você acabou de ler foi baseado no artigo do blog Funi Blogs disponível no link: https://goo.gl/fBQvHr

TAGS: Dia Mundial da Atividade Física, Saúde, Homeopatia, Atividade Física

Atividade física para os pequenos

Atividade física é muito importante para as crianças em qualquer idade, desde os bebes que correm ainda cambaleantes até os que chutam bola com firmeza. O Blog Homeopatia e Saúde, uma publicação da Clínica Similia – Homeopatia de qualidade em São Paulo – Região da Av. Paulista, conversou com a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, pediatra e homeopata para entender todos os fatores de atividades físicas e os pequeninos. Leia o texto e compartilhe.

As atividades físicas auxiliam o organismo infantil a amadurecer os órgãos ligados ao crescimento osseo muscular e ao sistema imunológico. Brincar, correr em parques, chutar bola, subir em árvore, muros, andar de bicicleta, patins, skate e outras atividades livres de crianças também são atividades físicas, por isso quanto mais a criança brincar livre, melhor será para o desenvolvimento muscular, ósseo e o sistema imunológico desse ser.

natacao_bebeSegundo Dra. Ana, as atividades físicas como natação, judô, ballet e outras aulas, devem ter seu momento certo. “A natação é uma atividade física completa, capaz de estimular todo um conjunto de músculos do corpo, podendo ser frequentada por crianças a partir dos 4 meses de vida. Cabe aqui ressaltar que  bebês podem ter aulas de natação em escolas especializadas, cujo tratamento da água seja adequado aos bebês e seus acompanhantes, já que até os 2 anos a criança faz aula de natação acompanhada por um adulto. Aulas como futebol e ballet são recomendadas apenas a partir dos 5 anos de idade. Musculação é recomendado somente após os 12 anos, sempre com acompanhamento de um monitor ou professor, com apresentação de atestado médico de aptidão a atividade física,” recomenda Dra. Ana Lucia.

A médica também faz um alerta para quem mora em condomínios que possuem piscinas e academias de ginástica: “Crianças devem frequentar a piscina somente por lazer, sempre com um adulto responsável, e após os 5 anos de idade, por conta do tratamento da água. E para a ginástica na academia vale a mesma regra, apenas após os 12 anos, com um profissional acompanhando e atestado médico permitindo”, alerta.7haw7j4isifokufy71a0j6hkr

Problemas respiratórios

É de conhecimento da cultura geral que natação é bom para crianças e adolescentes com problemas respiratórios, como asma e bronquite. Dra. Ana explica essa crença popular. “É verdade que natação é recomendado para crianças com asma ou bronquite. Isso porque nessas crianças, geralmente os pulmões são pouco estimulados ou mesmo pouco desenvolvidos, por isso a prática destas atividades com objetivo de fortalecimento pulmonar é benéfica. Porém é importante, principalmente em crianças com essas patologias, o atestado médico de aptidão da atividade física”, recomenda Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

31f297149de245718c84ee569bc89cf1Vale sempre lembrar que exercício físico e esportes no geral desenvolvem aptidões sociais, auto-confiança, espirito de equipe, empatia, e uma série de sentimentos positivos, além das melhoras físicas, como sistema imunológico, cardiovascular, etc.

Atividade física x exercício físico: saiba a diferença e os benefícios

comear-uma-atividade-fsica5Manter-se em movimento faz bem à saúde, isso todos sabem, correto? Mas você sabe a diferença entre praticar atividade física e exercício físico? Quando geramos movimentação a partir dos músculos esqueléticos, promovendo gasto energético superiores aos níveis produzidos quando estamos em repouso, isso é chamado de atividade física e podemos exemplificar com a realização de tarefas domésticas, passeios com animais de estimação ou mesmo brincadeiras com os filhos. No caso dos exercícios físicos, são medidos fatores como intensidade, objetivo e tempo de duração.

Agora que você sabe a diferença dos dois, nós, do blog Homeopatia e Saúde, vinculado à Clínica Similia, que é coordenada pelo Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, vamos apontar os principais benefícios dessa prática. Praticar exercícios físicos contribuem com a melhoria da taxa metabólica em até 10 vezes, diminuem a gordura corporal e, consequentemente, o peso. Além disso, essas atividades colaboram com a diminuição de doenças cardíacas, com o controle do colesterol ruim e pressão arterial, por exemplo.

A força muscular também é preservada, evitando a diminuição da massa muscular com as consequências da idade e também a estabilização da massa dos ossos, refletindo no bem-estar em especial das mulheres após a menopausa. Quer conferir uma lista com 15 itens para se inspirar a continuar essa prática tão saudável? Confira o material selecionado pelo blog Homeopatia e Saúde para você: http://goo.gl/p6a16c

Exercícios & Idade

VOCÊ SABE QUAL É O MELHOR EXERCÍCIO FÍSICO PARA A SUA IDADE? CONFIRA AS DICAS E EXPLICAÇÕES DE UM EDUCADOR FÍSICO E ESCOLHA A MELHOR ATIVIDADE PARA O SEU MOMENTO

Quem acha que está cedo ou que é tarde demais, está enganado: os exercícios físicos são recomendados em todas as idades. Para as crianças, as brincadeiras e a diversão já contam como exercícios; já os idosos precisam de acompanhamento contínuo e um programa eficiente para fortalecer e manter o corpo ativo e sadio. O Blog Homeopatia e Saúde conversou com o educador físico Rafael Castro e traz agora dicas sobre as melhores práticas em qualquer idade.

“A atividade física é importante para as diferentes fases do desenvolvimento infantil. Além de diminuir o risco de obesidade, estimula a coordenação motora e ajuda no desenvolvimento intelectual da criança. E na fase adulta é importante para ter saúde e bem estar”, pontua Castro. “Ela é importante para todos e não só pra quem está acima ou abaixo do peso. Com o exercício físico indicado e com acompanhamento de um profissional a pessoa pode ganhar massa magra e chegar ao peso ideal”, completa.

Crianças

CRIANÇAS + EXERCICIOS

Antes de iniciar qualquer atividade física é preciso preparar o corpo com aquecimento e alongamento. As duas ações previnem contra lesões durante a prática do exercício e são recomendadas para toda e qualquer prática.

As crianças estão em constante movimento e até os 5 ou 6 anos a realização de exercícios deve se restringir às atividade lúdicas e naturais das brincadeiras infantis – como correr, pular corda, dar cambalhota. Caso desejem praticar esportes específicos, os mais indicados são a natação, a ginástica artística, o judô e o ballet. “A natação pode ser uma escolha desde os primeiros meses, pois aproxima o bebê da sensação que tinha quando estava no útero”, pondera Castro. Ele completa: “Os esportes e as brincadeiras são suficientes. Lembrando que as atividades devem ser mais lúdicas e de movimentos simples para que a criança não perca o gosto do exercício.

Dos 6 aos 12 anos, uma boa pedida são os esportes com bola – como futebol, basquete, vôlei, handball – já que, até então, as crianças não estão com todas as funções motoras formadas. “A partir dos 6 anos, a estruturação corporal já permite que ela pegue a bola e arremesse de volta, por exemplo”, resume o educador físico.

Além disso, os esportes coletivos e as competições promovem a integração social – o que é bastante recomendado também para adolescentes. “As atividades individuais, como musculação e boxe, podem ser incluídas no cotidiano de pessoas entre 13 e 19 anos”.

Jovens

MUSCULACAO

Castro, que atua como personal trainner, lembra que a musculação e os exercícios em série com pesos não causam prejuízo para as crianças, “desde que haja avaliação individual e que a série de exercícios não sobrecarregue tendões e ossos”. O especialista lembra que, nessa faixa etária, o mais importante é oferecer atividades “que ajudam a desenvolver a coordenação motora como um todo, deixando que o adolescente escolha a que mais lhe agrada”.

Dos 20 aos 65 anos, período conhecido como “idade adulta”, é possível diversificar as opções de exercícios físicos e práticas esportivas. Entretanto, é necessário estar atento às mudanças que o corpo e o organismo apresentam em cada fase para otimizar o resultado da atividade física.  Assim, dos 20 aos 25 anos são recomendados exercícios em suspensão – que combinam roldanas e cordas fixadas ao teto para elevar o corpo, de forma a usar o próprio peso na execução dos movimentos; ginástica localizada, running, bicicleta indoor e Pilates.

Dos 26 aos 35 anos não há restrições de exercícios já que “o corpo já se desenvolveu ao máximo e ainda permite muito esforço”, segundo Castro. O personal dá uma dica: “só precisa ter muita atenção na postura, para que não tenha problemas desde cedo”, diz.

A partir dos 36 anos, mais ou menos, a preocupação com a saúde e com a estética aumentam, pois as repostas metabólicas e fisiológicas não são mais as mesmas. “As respostas ficam mais lentas e fica mais difícil emagrecer”, adverte Castro. Por  isso, a musculação é a atividade mais indicada, “pois ajuda nos resultados estéticos, nas articulações e, ainda, fortalece o corpo”, resume ele.

Adultos

ALONGAMENTO

Perto dos 45 anos começam a surgir as restrições na realização de exercícios físicos – e a presença de um “treinador” torna-se necessária. Nessa fase, que vai até os 55 anos, os exercícios aeróbicos precisam ser mais intensos do que a musculação. O período também pede atenção ao coração, que precisa ganhar mais resistência, principalmente pois existe uma tendência maior de acúmulo de peso e dificuldade de emagrecimento.

A partir dos 55, 56 anos, a atividade física torna-se uma obrigação “pela diminuição de massa óssea, problemas cardíacos, aumento da gordura corporal, pela postura que tende a piorar com o tempo, entre outros fatores”, declara Castro. Musculação, hidroginástica e caminhada são opções de exercícios para essa fase.

Idosos

IDOSOS + EXERCICIOS

A recomendação da prática de exercícios para idosos inclui outros benefícios, além do corpo saudável. Para eles, as atividades físicas aumentam a qualidade e a expectativa de vida; melhoram a disposição, a autoconfiança, a memória e a independência, entre outros fatores. “Porém, o cuidado precisa ser redobrado, pois já existem muitas limitações, as articulaçãoes e a agilidade não são mais as mesmas, a disposição é menor, o cansaço e as dores estão mais presentes”, lembra Rafael Castro.

Mas nada disso, a não ser determinadas limitações físicas, impedem o idoso de se exercitar, “pelo contrário, precisam ser um estímulo para melhorar a saúde, pois as atividades físicas diminuem o risco de diversas patologias, incapacidades, melhora a mobilidade, aumenta o nível de energia, ausência de dores, além de auxiliar na minimização das alterações biológicas do envelhecimento”, declara. Assim, as caminhadas, a hidroginástica, e a musculação – com pesos leves e sequências curtas – são os exercícios mais indicados para a “melhor idade“.

Obesos

obesidade + EXERCICIOS

Quem está acima do peso, especialmente quem já chegou à obesidade, pode seguir as recomendações de atividades físicas expostas acima. Para esses indivíduos, entretanto, a cautela é ainda mais necessária. A prática de atividades deve começar devagar, com aumento progressivo de intensidade. “Obesos não podem ter muito impacto para não lesionar joelho e tornozelo”, adverte o personal. Castro reitera que, nesses casos, o lado psicológico da pessoa precisa ser trabalhado juntamente com o físico, de forma a evitar que a pessoa desista da atividade. “Os obesos precisam ser acompanhados mais de perto para motivá-los a continuar na prática e, também, para evitar que ele se abale ou se lesione”, finaliza Castro.