Tag Archives: ansiedade

8 sintomas da depressão que ficam ocultos

A depressão é um problema de saúde alarmante na sociedade atual. O nosso estilo de vida e as cobranças diárias estão criando um exército de pessoas depressivas. Muitas pessoas já sofrem por causa dos sintomas da depressão, mas nem sabem que estão depressivas. Ainda existem aquelas que não têm o apoio necessário da família e amigos para vencer o problema.

Apesar de somente um profissional ser capaz de diagnosticar a doença, existem alguns sintomas da depressão que podem ajudar a identificar o problema.

Filosofar

Falar sobre temas filosóficos por meio de uma linguagem abstrata pode ser um dos sintomas da depressão.

LEIA TAMBÉM: Outono é a estação ideal para alimentação saudável

Desculpas

Recorrer a desculpas para esconder o que, realmente, está acontecendo em sua vida. Assim criam grandes narrativas para justificar faltas em encontros e eventos sociais.

Não reagir

São incapazes de reagir, adequadamente, em determinadas situações. Como por exemplo, quando são ofendidas ou precisam tomar uma decisão importante.

Doenças psicossomáticas

Reclamar de dificuldade para respirar, dor de cabeça, nas mãos e pés, pode ser um sintoma de ansiedade. Quanto mais intensa e persistente a dor, mais estressada e ansiosa a pessoa fica, o que pode causar doenças psicossomáticas.

Remoer

Outros sintomas da depressão é ficar remoendo mentalmente os problemas, com o propósito de resolver a situação. Mas isso só piora o cenário, pois cria pensamentos obsessivos.

Descuidar da aparência

Pessoas depressivas não se importam com a aparência, assim como não tem forças para cuidar da casa e dos afazeres do dia a dia. Mas isso não se aplica às pessoas preguiçosas.

Alteração na rotina de trabalho

Mudanças, drásticas, na rotina diária é mais um dos sintomas da depressão. A pessoa começa a esquecer compromisso, fica mais lenta, não tem disposição, não finaliza tarefas e estão sempre cansadas.

Alegria

Em público algumas pessoas depressivas escondem os seus sentimentos por meio de um comportamento positivo. Para disfarçar os problemas fazem piadas e se mostram alegres e despreocupadas.

Existem mais pessoas depressivas do que podemos imaginar, por isso o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria para ajudar quem não consegue pedir auxilio. Texto retira da página: https://goo.gl/1uwRuX

Inveja e ansiedade causadas pelas redes sociais tem nome: FoMO

Olhamos o celular por volta de 1.500 vezes por semana, o que equivale a 3 horas e 16 minutos diários. Dessas horas, quantas gastamos para checar as redes sociais? E checando as redes sociais, quantas vezes nos percebemos sentindo algo negativo? Sentimentos como angústia ou a famosa “invejinha branca” são bem comuns nesses casos. Essa onda de emoções negativas causadas pelas redes sociais tem nome: FoMO 

<<Que tal dar um tempo das redes sociais?>>

FoMO ou “Fear of missing out”, em português “medo de ficar por fora”, é uma expressão usada desde 2004 e traduz a sensação de estarmos perdendo algo muito melhor do que temos ao nos depararmos com fotos ou posts alheios em redes sociais.

Não é de hoje que sabemos da enorme inversão de valores das últimas décadas. megaexposição da atualidade reflete como a privacidade foi do micro ao macro. Sendo assim, ao termos acesso ao que o outro vive e realiza (sendo o outro uma pessoa pública ou nosso vizinho) estamos suscetíveis a desejar viver aquilo também. 

<<Veja na íntegra: A inveja que sentimos ao checar redes sociais é perigosa e tem nome: FoMO>>

Como tratar a FoMO

Por mais que o termo FoMO seja relativamente novo, estamos lidando com sentimentos inatos a raça humana. Isso comprova que, cada vez mais, a internet molda nossas emoções através das redes sociais.

A FoMo pode gerar ansiedade e depressão a partir do momento em que focamos totalmente na vida alheia e não nos contentamos com as coisas boas na nossa própria realidade. Distração em ambientes causadas pelo celular e registrar tudo o que se faz para postar nos “stories” também são sintomas.

Não basta viver, hoje em dia precisamos mostrar que estamos vivendo. Vale lembrar que a perfeição da vida online se restringe ao ambiente virtual. De perto, sabemos que a vida comum tem seus altos e baixos e imperfeições.

Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Consumir açúcar em excesso compromete saúde mental

Homens que consomem mais açúcar têm mais probabilidade de desenvolverem problemas de saúde mental como depressão e ansiedade comparado com os que consomem menos açúcar, de acordo com pesquisa da University College London. O estudo mostrou também que ter algum tipo de transtorno de humor não torna a pessoa mais inclinada a consumir alimentos com alto teor de açúcar.

A pesquisa da (UCL) foi realizada durante 22 anos, entre 1983 e 2013, e analisou a ingestão de açúcar de alimentos e bebidas, com a ocorrência de transtornos de saúde mental em mais de 5 mil homens e mais de 2 mil mulheres.

Embora estudos anteriores tenham encontrado uma relação entre o consumo de alimentos ricos em açúcar e a depressão, nenhum deles tinha feito, ainda, o estudo inverso. Descobrir se as pessoas que sofrem de ansiedade e depressão tendem a consumir mais alimentos e bebidas ricos em açúcar. Esse poderia ser a principal razão pela qual existe a crença na relação entre a ingestão de açúcar e saúde mental fragilizada. Embora o estudo tenha procurado essa relação não encontrou nada que provasse tal crença. Pois homens e mulheres com transtornos mentais não se mostraram mais propensos a consumir açúcar em excesso.

Como resultado o estudo provou que a saúde mental é prejudicada por causa da alta ingestão de açúcar.

No decorrer do estudo foi observado que homens e mulheres com distúrbios de humor que consumiam muito açúcar também se mostravam mais propensos a ficarem deprimidos depois de 5 anos, em comparação com aqueles que consumiam menos açúcar. Entretanto esse resultado também teve influência de outros fatores como social, dieta, saúde e demográfico.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, recomenda uma dieta equilibrada e a prática de atividade física para garantir uma vida mais saudável. Saiba mais sobre o assunto em: https://goo.gl/Gpt8Vx

Labirintite Emocional

A labirintite emocional pode surgir em consequências de problemas emocionais como depressão, excesso de trabalho, estudo, ansiedade, estresse, traumas, pressões, cobranças, desemprego ou perda de um ente querido.

A labirintite é uma infecção no ouvido interno. Ela ataca uma estrutura delicada que fica dentro da orelha chamada labirinto, que inflama e afeta a audição e o equilíbrio.

Os sintomas da labirintite emocional incluem tontura, vertigem (aquela sensação de que o mundo está girando em sua volta), falta de equilíbrio e perda de audição.

Os sintomas geralmente são leves e desparecem em algumas semanas. Entretanto alguns casos são mais graves e permanecem por mais tempo. Isso pode causar um grande impacto na qualidade de vida de uma pessoa e na sua capacidade de realizar as tarefas diárias.

Para tratar a labirintite emocional é preciso procurar ajuda de um psicoterapeuta que irá investigar as causas do problema.

O tratamento da labirintite emocional não exige o uso de medicamentos. Mas em casos de depressão remédios são necessários para acabar com o problema.

Também é preciso fazer uma mudança na rotina bebendo mais água, evitando o consumo de bebidas alcoólicas, parar de fumar e eliminar alimentos ricos em açucares e gordura.

Como evitar a labirintite emocional

A seguir algumas dicas para evitar o estresse e a ansiedade que podem causar a labirintite emocional:

Fuja de ambientes com excesso de barulho como casas noturnas e shows;

Escolher um local calmo e tranquilo para fazer as refeições;

Pratique atividades físicas;

Consumir mais alimentos ricos em Ômega 3 como peixes, castanha e linhaça;

Ingerir bebidas calmantes como chás e sucos de maracujá e maçã.

Existem tratamentos alternativos como acupuntura que ajudam a aliviar o estresse e a ansiedade. Faça também massagens relaxantes pelo menos duas vezes na semana para restaurar o equilíbrio corporal e administrar as emoções.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria interessante. Sabia mais no link: https://goo.gl/gwnei9

Transtorno de Ansiedade e homeopatia

O transtorno de ansiedade e homeopatia é um problema que vem afetando mais pessoas todos os dias, muitos dos sintomas dessa doença estão ligados as exigências da vida moderna.

Todos sofremos por causa do ritmo acelerado da vida moderna. Existem pressões de todos os lados em casa, no trabalho e da sociedade que causam preocupações e ansiedade. Entretanto quando essa ansiedade começa a dominar a nossa vida e nos impede de progredir. Interferindo no trabalho, com a família e estudos pode ser indicio de um problema muito maior. O transtorno de ansiedade é uma alteração emocional que pode causar muitos sentimentos e sintomas diferentes.

Como a homeopatia trabalha nos casos de transtorno de ansiedade

A homeopatia é a ciência que trata doenças usando os elementos que em doses maiores poderiam causar a doença que está tentando curar. Esses elementos são diluídos até que não possam mais causar essa doença. Assim o corpo absorve o elemento de tal forma que as moléculas acabam ajudando o corpo a combater a doença.

Para te ajudar a compreender o que é e como o transtorno de ansiedade pode interferir na sua rotina o Dr. Ariovaldo Ribeiro vai falar um pouco sobre esse problema.

A ansiedade é um sentimento comum e até saudável que todos os indivíduos sentem, mas ela se torna uma doença quando vai além do controle do paciente e passa a prejudicar as relações sociais, familiares e de trabalho da pessoa, começa explicando o Dr. Ariovaldo Ribeiro.

Nos casos de suspeita de transtorno de ansiedade um médico deve ser consultado, seja clínico ou psiquiatra, pois somente ele vai poder indicar o tratamento mais adequado para o problema. A homeopatia pode ser utilizada nos casos menos intensos, assim como nos casos mais graves. Sendo que a homeopatia pode ser utilizada de forma complementar ao tratamento tradicional, falou o Dr. Ariovaldo.

O medicamento homeopático pode ser usado em paralelo ao medicamento receitado pelo psiquiatra, acrescentou o Dr. Ariovaldo Ribeiro falando sobre a importância de um tratamento natural nos casos de ansiedade e homeopatia.

Quando perguntado se era possível prevenir o surgimento do transtorno de ansiedade o Dr. Ariovaldo Ribeiro respondeu. “Depende muito de cada paciente e contexto. Em geral, quando o paciente é tratado desde que aparecem os primeiros sintomas, fica muito mais fácil de prevenir a evolução do quadro clínico ou mesmo tratar os sintomas iniciais, independentemente se a terapêutica utilizada foi a homeopatia ou o tratamento tradicional.”

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais uma entrevista com o Dr. Ariovaldo sobre ansiedade e homeopatia para tirar as suas dúvidas.

Homeopatia e emagrecimento – Como uma auxilia na outra?

Como a homeopatia e emagrecimento estão vinculados? A obesidade é o distúrbio nutricional mais comum. No Brasil 20% da população em idade adulta está obesa. Para quem sofre por causa do excesso de peso o indicado é manter uma dieta equilibrada e exercícios físicos, que vão ajudar na perda de peso.

Uma grande quantidade de pessoas em todo o mundo utiliza medicamentos homeopáticos para gerenciar a perda de peso. Nos casos onde a pessoa mantém uma dieta equilibrada a homeopatia pode desempenhar um papel importante na superação do excesso de peso e da obesidade, pois eles não provocam efeitos colaterais.

A homeopatia não trata diretamente a obesidade, as pessoas têm a esperança que se tomarem um remédio homeopático vai conseguir emagrecer, mas isso, realmente, não acontece, responde o Dr. Ariovaldo Ribeiro quando questionado sobre como a homeopatia pode ajudar na perda de peso.

Homeopatia e emagrecimento

O tratamento homeopático, continua o Dr. Ariovaldo, é um tratamento que visa tratar o individuo como um todo, com isso diminui a ansiedade da pessoa, fazendo com que passe a se sentir melhor. Com isso a pessoa passa a ter atitudes mais saudáveis de vida, melhorando a alimentação e praticando atividade física.

“A pessoa passa a ter uma postura melhor perante a vida e por isso começa a perder peso, mas pela atitude dela”, explica o médico. Alguns casos de obesidade estão relacionados a desequilíbrios no organismo, como por exemplo, na glândula tireoide.

É preciso avaliar cada caso para descobrir se é possível tratar com a homeopatia, ou se os medicamentos homeopáticos podem auxiliar no tratamento da obesidade, deixa claro o Dr. Ariovaldo Ribeiro.

Algumas pessoas procuram os medicamentos homeopáticos para solucionar o problema de excesso de peso. Entretanto a homeopatia não deve substituir a dieta e o acompanhamento médico.

Escolher o medicamento homeopático certo para a perda de peso é extremamente importante para o sucesso do tratamento. Os medicamentos homeopáticos também podem ser usados por crianças no combate ao excesso de peso.

Consulte um especialista antes de iniciar um tratamento com medicamentos homeopáticos.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria interessante sobre obesidade e homeopatia.

Dicas para evitar o pânico e a ansiedade

A correria da vida moderna pode ser muito estressante, assim como as pressões que enfrentamos todos os dias pode prejudicar a nossa saúde, especialmente para aqueles que sofrem por causa das crises de ansiedade e de pânico. Entretanto, existem algumas atitudes que ao serem adotadas podem minimizar os efeitos negativos da ansiedade no dia a dia.

A seguir vamos listar algumas atitudes que podem melhorar a rotina e evitar que as crises de ansiedade e pânico sejam mais frequentes. Essas ações foram separadas em três grupos diferentes para um melhor entendimento.

Ações relacionadas com a saúde e o bem-estar

São tantos os compromissos que temos em nossa rotina, que muitas vezes acabamos negligenciando a nossa saúde. Cuidar da saúde é importante para manter o nosso organismo sadio, pois ter um corpo mais saudável ajuda a prevenir problemas de saúde, deixando o corpo mais resistente até nos casos de crise de ansiedade e pânico.

  • Ter uma boa noite de sono e num local livre de ruído e luz faz toda a diferença, assim segundo os especialistas 8 horas diárias é o mais indicado, entretanto isso varia de um indivíduo a outro;
  • Manter uma alimentação balanceada;
  • Fazer exercícios físicos regularmente;
  • Evitar o tabaco e o álcool;
  • Administrar corretamente as finanças familiares e pessoais;
  • Criar uma rotina diária mais equilibrada, que contemple tempo para o trabalho e atividades pessoais;
  • Somente usar medicamentos com indicação médica;
  • Consultar regularmente o clínico e o dentista.
  • Atitudes que vão te ajudar a enfrentar o problema
  • Anotar diariamente todos os momentos em que esteve ansioso, bem como o que provocou esse sentimento;
  • Analisar as anotações e tentar encontrar o que esses momentos têm em comum. Relaxe você não está procurando o valor de Pi, por isso não precisa acertar de primeira, só não desista, que certamente você vai detectar a origem do problema;
  • Elabore uma lista de metas para mudar essa situação;
  • Imagine o que pode acontecer de bom e ruim no que diz respeito a uma situação. E tente se preparar para ambos, afinal coisas ruins acontecem vez ou outra;
  • Se achar necessário procure ajuda.

Atitudes que ajudam a manter o controle nos casos de crise de ansiedade

  • Pare o que está fazendo. Caso a sua ação esteja piorando o problema é melhor parar, respirar e pensar numa atitude diferente;
  • Foque na sua respiração, que deve ser lenta e profunda;
  • Relaxe a musculatura;
  • Para desviar os pensamentos pratique qualquer tipo de atividade como contar até 37, repetir frases de encorajamentos ou soletrar. O importante é afastar os pensamentos negativos criando um novo foco de atenção;
  • Trace novos modos de agir;
  • Faça acontecer.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria interessante, pois sabe o quanto a ansiedade pode prejudicar a rotina diária de quem sofre por causa das crises.

Aqui tentamos passar algumas dicas de como melhorar e prevenir as crises de pânico, entretanto nos casos mais graves é preciso procurar ajudar de um profissional, não sofra sozinho, procure auxílio sempre que for necessário. E lembre-se que você não está sozinho nessa.

Para matéria completa acesse o link: https://goo.gl/yK52z2

 

TAGS: Ansiedade, Pânico, Crises, Saúde, Atividade física, Respiração

Como a homeopatia pode ajudar na perda de peso

Quem nunca sofreu com os excessos das festas e reuniões em família? Aquele churrasco na casa dos amigos, o casamento daquela prima distante que reúne os parentes, ou aquela confraternização de final de ano da empresa com buffet completo. Depois de todos esses, e outros, exageros na hora de se alimentar a gente se sente inchado e o roupa não fecha, então bate aquela angustia.

Apesar de a homeopatia auxiliar na perca de peso ela não é nenhum tipo de solução milagrosa, as pessoas quando vão procurar ajuda através da homeopatia precisam entender que a perca de peso exige um trabalho em conjunto.

A homeopatia sozinha não é capaz de fazer como a pessoa emagreça, para que o resultado seja satisfatório e atenda ao esperado é preciso que algumas avaliações sejam realizadas antes: consulta com o endocrinologista, avaliação multidisciplinar com o nutricionista, cardiologista, análises clínicas e exames laboratoriais, todo esse processo é fundamental para o sucesso da dieta.

Os medicamentos homeopáticos são indicados, e podem ser usados por quem pretende perder peso, mas os esforços não param por ai. Outros fatores precisam ser levados em consideração. Uma avaliação do estilo de vida da pessoa, dos problemas de estresse, da relação com a família e trabalho, já que a mente pode prejudicar a saúde do corpo, pois já sabemos que algumas doenças têm origem somatopsiquícas ou psicossomáticas. Fazer um levantamento de todas as mudanças pela qual a pessoa passou desde que começou a ganhar peso pode ser um caminho.

Um dos objetivos da homeopatia é corrigir o funcionamento do corpo por completo, trazendo de volta o equilíbrio, para que o efeito sanfona deixe de ser um problema, pois precisamos aprender a respeitar o nosso corpo, afinal é o templo do nosso espírito.

A homeopatia trabalha o corpo e a mente do paciente, e para isso diminuir a ansiedade, melhorar a qualidade do sono e controlar a ingestão de alimentos são essências durante do tratamento.

O Blog Homeopatia e Saúde, que é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, apresenta esta matéria sobre como a homeopatia pode ajudar no emagrecimento, mais informações: https://goo.gl/wLDwn1

 

TAGS: Homeopatia, Emagrecimento, Perca de peso, Ansiedade

Cobertor que reduz a ansiedade e o estresse

Todos nós já ouvimos falar sobre a importância de uma boa noite de sono, o quanto uma noite de sono de qualidade auxilia na saúde e bem-estar de nosso corpo. A falta de sono faz com que não rendemos tão bem durante o dia, atrapalha o nosso humor, dentre outras coisas que acabam por minar a nossa saúde mental e física.

Quem não gostaria de ter um coberto que promete reduzir a ansiedade, o estresse e ainda melhorar a qualidade do sono? Principalmente aqueles que sofrem por causa da insônia. Pois bem, esse cobertor existe e pretende ser a solução para quem tem uma vida muito agitada e por isso sente dificuldades para relaxar e dormir.

John Fiorentino um designer americano foi quem desenvolveu o produto, batizado de Gravity o coberto possui propriedades terapêuticas, e precisa ter um peso equivalente a 10% do peso de seu usuário, essa característica é fundamental porque isso permite uma leve compressão em regiões estratégicas do corpo. Já que a pessoa precisa se sentir envolvida pelo cobertor.

Fiorentino explica ainda que o peso do coberto sobre o corpo aumenta a quantidade de seratonina e melatonina no organismo, além de diminuir os níveis de cortisol, essas qualidades do produto faz com que a pessoa relaxe e pegue no sono mais rápido.

O Gravity está disponível em três opções de tamanho: para pessoas que pesam de 45 a 69 kilos, de 70 a 90 kilos e para pessoas que pesam acima de 90 kilos.

Como ainda é um projeto o Gravity está sendo comercializado somente numa plataforma de financiamento coletivo, o KickStarter, ele pode ser adquirido por um valor a partir de 169 dolares, mais despesas de envio.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, com o propósito de informar trouxe este artigo até você, para mais informações acesse o link: https://goo.gl/Wg5h5M

 

TAGS: Cobertor, Ansiedade, Estresse, Bem-estar, Insônia

Principais sintomas da ansiedade e síndrome do pânico

A ansiedade já é uma enfermidade vista como um dos vilões da vida moderna. Muitas pessoas sofrem por causa das pressões e correria próprias do mundo moderno. São diversos os sintomas que estão relacionados à ansiedade, assim como a síndrome do pânico, e para ajudar você a descobrir quais são eles, vamos listar alguns dos sintomas que estão ligados a ansiedade:

  • Falta de ar e sensação de sufocamento;
  • Dor no peito;
  • Palpitações, coração acelerado e batimentos cardíacos lentos;
  • Nó na garganta;
  • Crescimento de sentimentos suicidas e depressão;
  • Medo de morrer ou de perder o controle;
  • Agressividade;
  • Problemas para dormir (insônia);
  • Alteração na cor da pele (branqueamento);
  • Visão distorcida;
  • Sintomas parecidos com os da gripe;
  • Sudorese (suor excessivo);
  • Agitação e tremores visíveis ;
  • Alterações hormonais;
  • Dores no pescoço e ombro, bem como dormência na face ou na cabeça;
  • Dor de cabeça, sensação de que uma faixa está apertando ao redor da cabeça;
  • Espasmos e dor nos olhos;
  • Esvaziamento gástrico acelerado;
  • Azia, constipação, indigestão e diarreia;
  • Alucinações;
  • Agorafobia;
  • Erupções cutâneas;
  • Alfinetes e agulhas na pele;
  • Formigamento das mãos ou pés, fraqueza nos braços;
  • Boca seca;
  • Despersonalização;
  • Hiperatividade;
  • Maior sensibilidade a luz, som, tato e olfato;
  • Dor no rosto ou na mandíbula parecida com uma dor de dente;
  • Choques elétricos em qualquer parte do corpo.

Muitos desses sintomas também estão ligados a outros tipos de doenças, por isso não é preciso se desesperar. Consultar um médico ainda é o melhor caminho para o diagnostico e tratamento de possíveis doenças. Por isso consulte sempre um especialista.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, sabe como a ansiedade tem dificultado a vida das pessoas, por isso trouxe este artigo com a intenção de fazer um alerta sobre este assunto tão delicado. Para mais informações sobre o assunto acesse o link: https://goo.gl/rSovzf

TAGS: Ansiedade, Saúde, Cuidados, Síndrome do Pânico

Muitas atividades podem gerar ‘demência do preocupado’

A correria de todos os dias, a falta de tempo e a preocupação em excesso podem ser a justificativa do seu esquecimento. Essa publicação do blog Homeopatia e Saúde é para você que sente que está cada vez mais difícil fixar informações na memória. Pesquisamos e descobrimos que esse sintoma tem até nome, que é demência do preocupado. O impacto dessa sensação de conectividade frequente e 1001 tarefas para resolver impacta diretamente a qualidade da produtividade.

Isso ocorre porque exigimos muito de nosso cérebro, que é incapaz de acompanhar com tamanha rapidez o fluxo de atividades que assumimos e mudamos de uma hora para outra. É por conta desse comportamento que muitas vezes deixamos de lembrar o que iríamos fazer. Se você tem notado que o seu desempenho já não é o mesmo embora você se esforce, sua concentração está prejudicada, pare e reflita: pode ser que esteja sofrendo dessa demência.

O blog Homeopatia e Saúde, vinculado a Clínica Similia, comandada pelo Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, levantou ainda que essa queda de produtividade está relacionada ao estresse. É o que aponta uma pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que destaca que em até 60% dos casos em que as atividades são perdidas têm relação com o estresse. Por sua vez, essa sensação é ocasionada pelos excessos a qual estamos expostos, como informação, responsabilidades, exigências externas e também internas.

E você, é uma pessoa multitarefa e sente isso na pele? Caso tenha se interessado pelo assunto, clique aqui para continuar lendo o material selecionado pelo blog Homeopatia e Saúde.

Aprenda como lidar com a acne

Talvez uma das doenças mais incômodas e recorrentes nos consultórios seja a acne. Isso não é exclusivo a homens, mulheres ou grupos sociais: pesquisas apontam que cerca de 20% da população em todo o mundo sofre ou já sofreu com este tipo de situação. Pensando em te auxiliar a entender e driblar esse problema o blog Homeopatia e Saúde, vinculado à Clínica Similia do Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo buscou mais informações a respeito da acne.

Existe, claro, uma faixa etária em que problemas com espinhas são mais comuns. Caso da adolescência, que acomete os meninos com idade que varia de 14 a 16 anos e, no caso das meninas, mais novas: entre 11 e 13 anos. Mas como surge a acne? Vinculado à produção de hormônio, o aumento da oleosidade na pele pode gerar o ambiente ideal para infecções por bactéria e por consequência a inflamação.

Alimentação

O aparecimento de acne também está relacionado a uma alimentação baseada no consumo de gordura e alimentos que apresentam alto índice glicêmico. Por isso que não podemos julgar somente o chocolate como o responsável por tais aparições: alimentos ricos em carboidratos também estimulam o aparecimento de espinhas.

Conheça a doença

download (2)Segundo a pesquisa feita pelo blog Homeopatia e Saúde, a acne é dividida em vários graus. Essa subdivisão define também os tratamentos adotados para cada caso. Por exemplo: durante a adolescência, entende-se que este é um período limitado para que a doença apareça e também suma. No entanto, há consequências dessa fase que pode prevalecer por toda a vida, como sinais e cicatrizes quando não tratado adequadamente.

Quando o caso do aparecimento de espinhas é considerado leve, o tratamento pode ser feito em casa, atentando-se essencialmente a uma rotina que tenha sabonete, adstringente e também hidratantes próprios para peles oleosas. Quando a situação é diagnosticada como moderada, os cuidados requerem acompanhamento de lasers a fim de evitar manchas aliados a produtos voltados ao tratamento de acne.

Em situações tidas como graves, utiliza-se a isotretinoína, medicamento que desencadeia efeitos colaterais e por isso deve ser unicamente usado em diagnósticos graves. Sua função é reduzir a produção de oleosidade. A limpeza de pele é ideal quando há bastante cravos que precisam ser removidos e a esfoliação é indicada pelo menos uma vez por semana. O Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, da Clínica Similia, orientam sempre que o paciente busque orientação profissional antes de iniciar qualquer tratamento.

“A ansiedade afeta a qualidade de vida e saúde das pessoas”, afirma Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho

O Blog Homeopatia e Saúde, uma publicação da Clínica Similia – Homeopatia de qualidade em São Paulo – Região da Av. Paulista, vinculada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe esse artigo para conta como a ansiedade pode afetar sua saúde e qualidade de vida, com informações cedidas em entrevista pelo Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho.

Considerada “o mal do século XXI”, a ansiedade não é apenas um transtorno mental e comportamental. De fato, a ansiedade desencadeia uma série de problemas que interferem de forma direta na vida daqueles que sofrem com o transtorno.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um levantamento que apontou um dado assustador: em quadro mundial, 33% da população sofre de ansiedade. E o Brasil está entre os primeiros da lista. São Paulo se destaca entre as cidades do mundo todo, com 29,6% dos paulistanos sofrendo com transtorno de ansiedade. Aliás, o relatório de pesquisa da São Paulo Megacity Mental Health Survey, de 2014, apontou a região metropolitana como aquela que possui a maior incidência deste tipo de perturbação mental no mundo.

Sintomas e Consequências da Ansiedade

Apesar do número altíssimo de incidências no Brasil, a resistência em procurar acompanhamento profissional é tão grande quanto e, por vezes, os pacientes só buscam ajuda quando o transtorno se desdobra em situações graves. E sendo um mal tão comum, é importante conseguir identificar os sintomas para prevenir e iniciar o tratamento o mais cedo possível.

Na entrevista, o Dr. Ariovaldo Ribeiro contou quais são os sintomas apresentados com mais frequência: “A ansiedade pode prejudicar o sono, causando agitação e insônia, por exemplo; a pessoa percebe também que está comendo demais, principalmente à noite. E passa a apresentar sintomas como vertigens e tonturas, que costumam chamar erroneamente de ‘labirintite’, mas não é. Trata-se apenas de tontura e vertigem, fruto do cansaço e da ansiedade.”, afirma.

Além disso, o homeopata também revelou as consequências, ou seja, como isto afeta a vida das pessoas: “A ansiedade excessiva começa a prejudicar o rendimento no trabalho, a vida e os relacionamentos pessoais. A pessoa nota cada vez mais que as coisas passam a fugir do controle alertando para a necessidade de tratamento especializado.”, comenta Dr. Ariovaldo.

 imagesAnsiedade e Homeopatia

Diante de uma tendência crescente de medicalização da vida e da consequente resistência dos pacientes em aceitar as inúmeras prescrições químicas para a ansiedade, a homeopatia se destacou como alternativa para quem sofre com o transtorno.

A abordagem holística que contempla não só a análise fisiológica, mas também emocional, psicológica e social, entendendo o ser humano como ser multifacetado e plural que é, pode ajudar no tratamento da ansiedade de modo menos agressivo que o tratamento tradicional.

“Na realidade, a homeopatia considera a ansiedade como um desequilíbrio da saúde que precisa de tratamento que leve em conta a visão integral do ser humano, ou seja, todas as causalidades e peculiaridades no surgimento e evolução do processo da enfermidade. Com o medicamento homeopático a pessoa ansiosa passa a sentir maior equilíbrio nas situações cotidianas”, explica o Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho, que é Presidente da Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB) e vice-presidente da Associação Paulista de Homeopatia (APH).


dr-ariovaldoDr. Ariovaldo Ribeiro Filho

Graduação em Medicina em 1983 pela UNIFESP – CRM/SP 47385 – RQE 11125.

Exercício profissional da medicina em clínica médica e pediátrica desde 1984.

Especialista em Homeopatia e Acupuntura pela Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB) em convênio com a AMB e CFM.

Presidente da Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB).

Presidente da Associação Paulista de Homeopatia (APH – 2002/2005 e 2005/2008).

Diretor científico do Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu em Homeopatia da Alpha-APH (www.especializacaohomeopatia.com.br).

Presidente do XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DE HOMEOPATIA (Hotel Maksoud Plaza – São Paulo/SP – 09/2008).

Professor convidado de diversas associações e instituições nacionais e internacionais de ensino da Homeopatia, bem como, conferencista em inúmeros eventos relacionados (congressos, jornadas, cursos, seminários etc.).

Autor dos livros Repertório de Homeopatia, Repertório de Homeopatia Pediátrica, Repertório de Sintomas Homeopáticos (6ª ed.), Repertório Homeopático Digital (publicação eletrônica, 4ª ed.), Repertório de Sintomas-chave em Pediatria Homeopática e Conhecendo o Repertório e a Semiologia Homeopática. Possui também inúmeros artigos e colaborações em livros e publicações científicas.

Síndrome do Pânico

Via Facebook.com/sind.panico

Imagem via Facebook.com/sind.panico

Você já sentiu um medo ou desespero absolutamente inesperado? Uma sensação que vai morrer de ataque cardíaco, pois o coração dispara acompanhado de sudorese abundante e falta de ar? É assim a principal característica da Síndrome do Pânico. E o paciente que sofre desse mal durante as crises sente que vai morrer. Porém, entre uma crise e outra, a pessoa fica ansiosa, pois não sabe quando a próxima crise chegará.

O Blog Homeopatia e Saúde, uma publicação da Clínica Similia – Homeopatia de qualidade em São Paulo – Região da Av. Paulista, vinculada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, sempre buscando informar selecionou um texto com uma entrevista com Márcio Bernik, médico psiquiatra e coordenador do Ambulatório de Ansiedade do Hospital das Clínicas do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo.

No texto o especialista explica que a principal diferença entre ansiedade normal e síndrome do pânico que a ansiedade, quando deixa de ser normal, e passa a ser patológica é quando deixa de ser útil e passa a causar sofrimento excessivo ou prejuízo para o desempenho da pessoa.

Outro ponto levantado pelo médico é que os sintomas da síndrome do pânico são relativamente semelhantes ao de uma ansiedade considerada normal. Ele exemplifica: caso a pessoa tenha fobia de lagartixa ou de falar em público e se veja diante de uma dessas situações.

Leia o texto na íntegra: http://goo.gl/ZCGKLR

7 passos para lidar com a ansiedade

homeopatia e saudeNão raro nos deparamos com situações em que a ansiedade parece predominar. A sensação é desencadeada a partir de inúmeras situações estressantes e o fato de estarmos sempre correndo contra o tempo para dar conta de todas as atividades diárias que precisamos cumprir. Quando você menos espera, ela está lá, aguardando somente uma brecha para tomar as rédeas do seu autocontrole.

Saiba que há caminhos por meio da respiração para controlar a ansiedade e mandá-la para bem longe e, para te ajudar nessa empreitada, o blog Homeopatia e Saúde selecionou uma matéria que trata exatamente desse assunto. O primeiro passo é respirar bem fundo. Pode parecer pouco, mas esta ação foi comprovada cientificamente através de um estudo publicado no jornal da Academia de Enfermagem Coreana em 2010.

A respiração vai ser a chave para manter a calma e, para melhorar esse mecanismo, é possível apostar em alongamentos direcionados para a caixa torácica e o abdômen. Se você quiser saber mais sobre este assunto, o blog Homeopatia e Saúde, vinculado à Clínica Similia do Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e da Dra. Ana Lucia Dias Paulo, levantou mais informações para que você consiga mandar a ansiedade finalmente embora. Confira as sete dicas para manter a calma acessando este link: http://goo.gl/F4qsih