Bem Estar

Bem Estar

Exercícios físicos, mente consciente satisfação pessoal, corpo são! Saiba mais »

Crianças

Crianças

Dicas de saúde e relacionamento com as crianças. Saiba mais »

Dieta e Alimentação

Dieta e Alimentação

Alimentação saudável, dicas de dietas e como se alimentar. Saiba mais »

Mulher

Mulher

A saúde da mulher, de forma bem explicada. Saiba mais »

Homeopatia

Homeopatia

Como a homeopatia pode atuar nos problemas de saúde. Saiba mais »

 

Frutas e legumes da Primavera

Finalmente chegou a estação mais colorida e perfumada do ano. Graças ao calor que chega junto com as cores da primavera é hora de sair e aproveitar os dias mais longos e ensolarados. Entretanto, já que durante o inverno as pessoas comem mais, com a chegada da nova estação temor o retorna da rotina de dietas e academia. Para ajudar você neste momento de desapego de gordura corporal vamos passar a lista de frutas e legumes da primavera, são os vegetais típicos dessa estação do ano.

Ao comprar os vegetais da estação você economiza dinheiro na hora de preparar as suas refeições fitness, pois em razão da oferta maior desses alimentos o seu custo tende a cair.

Vamos começar com os legumes

Berinjela: legumes que substituí a massa da lasanha na hora de preparar esse prato de uma maneira mais saudável. Dentre os benefícios da berinjela temos a melhora das funções do cérebro; ajuda a prevenir anemia por causa da quantidade de minerais encontrados como ferro e cobre; regula o diabetes.

Abóbora: melhora a saúde da próstata; alimento de baixa caloria que ajuda na dieta; melhora a visão.

Batata-doce: a queridinha das dietas e que já conquistaram uma legião de fãs pelo planeta, pois são alimentos ricos em vitamina B6; também é uma ótima fonte de vitamina C; possuem ferro e por isso ajudam a melhorar o sistema imunológico; ajudam a combater os efeitos do envelhecimento.

Brócolis: reduz o colesterol por ser um alimento rico em fibras; reduz as inflamações e reações alérgicas; um ótimo alimento que ajuda na desintoxicação; vegetal antienvelhecimento.

As frutas da estação

Morango: alimento com propriedades antienvelhecimento; ajuda a reduzir a pressão arterial; melhora as funções cardíacas.

Abacaxi: melhora a saúde celular; regula a pressão arterial; melhora a circulação sanguínea.

Mamão: dá aquela ajuda nos casos de artrite; alivia as dores menstruais; reduz os sinais de envelhecimento; acelera o crescimento dos cabelos.

Laranja: ajuda a prevenir diversos tipos de câncer; elimina as pedras dos rins; regula a quantidade de açúcar do sangue; um ótimo alimento para o sistema respiratório.

Maça: previne o Alzheimer; proteção contra o Parkinson; diminui o risco de diabetes; reduz o colesterol; alimento desintoxicante; ajuda a prevenir a catarata.

Maracujá: fruta rica em vitamina A; reduz a pressão sanguínea; é uma grande aliada nos casos de insônia; diminui os riscos de anemia; melhora o sistema cardiovascular.

E por último as hortaliças da primavera

Escarola: ajuda a proteger as células do corpo da ação dos radicais livres; previne doenças cardiovasculares; ajuda a melhorar o sistema imunológico.

Mostarda: ajuda a controlar os sintomas da asma; alivia as dores causadas pelo reumatismo, artrite e dores musculares; estimula o crescimento dos cabelos; ajuda a combater as infecções de pele; ajuda a reduzir a constipação.

Espinafre: regula a pressão arterial; diminui os riscos de catarata; melhora o metabolismo;

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita no poder da transformação através da alimentação, para mais informações acesse: https://goo.gl/5r5aoy

 

TAGS: Primavera, Alimentos, Verduras, Saúde, Saudável

Qual a idade ideal para engravidar?

É uma unanimidade entre os cientistas que o avanço da idade interfere na fertilidade. Entretanto com relação aos países ocidentais as pessoas estão tendo filhos mais tarde. Sendo que uma dos motivos para o atraso da maternidade é que as mulheres estão investindo mais em sua vida profissionais e postergando a gravidez para um momento mais oportuno.

Nos países mais desenvolvidos como é o caso do Reino Unido 50% dos bebês são filhos de mães com mais de 30 anos. O Brasil também já apresenta essa mudança de comportamento, uma vez que em 2005 13% mulheres engravidavam entre os 30 e 40 anos, mas atualmente esse número subiu e já estamos na casa dos 20%.

Segundo a especialista em fertilidade do Hospital de Portland em Londres Sarah Mattheus a idade com menor risco de complicações para a gravidez e pós-parto é entre 25 e 29 anos, considerando somente a perspectiva biologia.

Sarah ainda destaca que as pessoas ainda possuem pouco conhecimento sobre fertilidade, uma vez que as escolas se preocupam mais com programas de prevenção da gravidez e doenças, por isso as pessoas atingem a idade adulta sem muitas informações sobre o assunto.

Se considerarmos a perspectiva social ter filho mais tarde é benéfico para o casal, afirma a socióloga Melinda Mills da Universidade de Oxford que também fica no Reino Unido. Pois os casais que atrasam a gravidez têm um aumento de cerca de 10% na renda familiar a cada ano de espera.

Segundo a perspectiva de gênero e demográfica não existe uma idade ideal para engravidar.

São muitos os fatores que interferem na decisão de ter filhos, também não é possível dizer com precisão quando a fertilidade começa a diminuir mais intensamente em ambos os gêneros, pois existem fatores genéticos que são determinantes.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que ter um filho é uma decisão muito importante, para mais informações sobre o assunto acesse o link: https://goo.gl/ZKS7ZM

TAGS: Fertilidade, Gravidez, Família, Mulher, Bebê

 

Canela pode agravar hipotireoidismo

A canela é um ingrediente muito utilizado na gastronomia para dar sabor aos alimentos, porém apesar de todo o aroma que a canela adiciona aos pratos nem todos podem desfrutar de seus benefícios.

Segundo um estudo desenvolvido pela professora da Universidade Federal Fluminense Karen Oliveira a canela um ingrediente famoso por se tratar de um alimento termogênico, em pacientes que sofrem de hipotireoidismo pode causar efeitos negativos.

Análises realizadas em ratos de laboratório apresentaram uma diminuição do nível do hormônio tireoidiano na corrente sanguínea dos animais saudáveis. Como a canela tem a capacidade de diminuir o hormônio T3 a níveis indetectáveis o seu consumo seria prejudicial às pessoas que sofrem com o hipotireoidismo.

Considerando a análise feita nos animais podemos ponderar que o consumo de canela por indivíduos com hipotireoidismo não seja uma boa ideia. Além da redução dos níveis de T3 verificadas pelo estudo, a canela também proporcionou um aumento do LDL, o colesterol ruim, na avaliação realizada nos roedores com hipotireoidismo.

Toda vez que pensamos em interferências no sistema endócrino associamos isso a substâncias químicas, e esquecemos que os alimentos também podem interferir em nosso organismo de maneira positiva ou negativa.

Para que o estudo fosse possível os roedores consumiram de 3 a 4gr de canela diariamente. Entretanto a pesquisadora explica que somente após os testes serem realizados com humanos será possível verificar se o mesmo fenômeno se repete.

As análises de Karen mostram que durante o período de lactação em ratos a canela leva a transformações endócrinas, o que causa obesidade nos filhotes quando atingem a idade adulta.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, compartilhou mais essa matéria interessante garimpada na internet, para mais curiosidades sobre o assunto acesse: https://goo.gl/D3GucL

TAGS: Canela, Hipotireoidismo, Termogênico, Colesterol

 

Mau Comportamento Infantil

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, traz um artigo onde a Dra. Ana Lucia Dias Paulo fala um pouco sobre o mau comportamento infantil.

Mas o que é o mau comportamento infantil?

É qualquer atitude por parte de uma criança, pessoas que têm entre 0-12 anos, fora dos padrões comportamentais estabelecidos pela sociedade onde ela vive com sua família. Isso se partir do pressuposto de que a família é fundamental na formação da psique infantil.

Por isso para abordar o assunto vamos considerar uma família baseada na estrutura familiar apontada como padrão, com um pai e uma mãe, e crianças tidas como normais. Não iremos abordar os diferentes tipos de famílias existentes nas sociedades atuais, nem tampouco crianças com alterações genéticas de qualquer natureza, pois esses fatores de caráter familiar ou genético também podem influenciar no comportamento das crianças.

É preciso lembrar também que comunidades, sociedades ou países com hábitos e costumes e, principalmente, valores éticos distintos podem ter maneiras diferentes de compreender as atitudes comportamentais infantis.

Pirraça é uma atitude mental/emocional que possui representação física, cujo entendimento depende da faixa etária na qual a criança está inserida, sendo que:

Entre 0 a 3 anos

Podem ocorrer manifestações físicas por parte da criança, perfeitamente aceitável, que pode estar dentro do esperado, uma vez que a maioria das crianças nesta fase ainda não tem total domínio da fala, não tem vocabulário, conteúdo e conhecimento emocional para entender suas emoções ou sensações.

Nessa faixa etária as crianças são egocêntricas, ou seja, se sentem o “centro”, em alguns casos são mesmo, pois são filhos, netos ou até mesmo a única criança da família rodeada de muitos adultos, por isso são e se sentem únicos, assim como o centro daquele pequeno universo que é a sua família.

Acredito que por causa desse contexto algumas crianças fazem a chamada pirraça – reação física que pode ser se jogar no chão, bater com a cabeça na parede ou piso, bater nos adultos ou jogar objetos longe – com o objetivo de atrair a atenção dos adultos próximos ou responsáveis.

Uma vez que por causa da pouca idade não têm domínio da linguagem falada, mas possuem domínio absoluto da linguagem corporal, além de, provavelmente, se sentir desatendido.

Este é o ponto crucial deste assunto à falta de atenção que a criança possa sentir, e que poderá ser momentânea ou permanente, e não conseguem expressar de outra maneira.

Mas estas atitudes nessa fase precisam ser totalmente compreendidas, consideradas dentro de sua normalidade, quando não são demasiadamente intensas e nem coloquem em risco a integridade física da própria criança ou dos envolvidos na questão.

Porém o compreender pode ser diferente do entender, sendo que um pode depender do outro. O primeiro pode significar considerar o sentimento que aquela atitude física quer demonstrar. Que fique claro que as vontades das crianças não precisam ser satisfeitas no mesmo momento, pois devemos lembrar que “dizer não também é um ato de amor”.

E considerando que a criança é um indivíduo em construção e está se desenvolvendo, será através destas vivências emocionais que ele poderá se tornar um adulto equilibrado. Os limites devem ser colocados claramente e sempre com a verdade.

 

Incontinência urinária provoca perda de urina

A incontinência urinária feminina também é chamada de bexiga caída, porém esse termo também tem relação com outras doenças que provocam a perda urinária. o Blog Homeopatia e Saúde, uma publicação vinculada à Clínica Similia e aos Doutores Ariovaldo Ribeiro Filho e Ana Lucia Dias Paulo foi buscar um texto interessante sobre a incontinência urinária feminina.

Doenças que causam fraqueza na estrutura que sustenta o útero e demais órgãos genitais também são conhecidas como bexiga caída. Em consequência da debilidade dessa estrutura os órgãos se deslocam e podem ficar visíveis através de uma bola na vagina.

A incontinência urinária se caracteriza por uma fuga involuntária de urina, que pode estar relacionada com esforço físico e com uma vontade repentina e inesperada de urinar.

A incontinência urinária causada pelo esforço ocorre quando a mulher desempenha alguma atividade que exige mais dela como correr, gargalhar, pegar peso, tossir ou durante a relação sexual. Sendo que essa fuga pode ser pequenas gotas ou jatos de urina. Existem diversas teorias que tentam explicar a incontinência urinária, entretanto a mais aceitável se refere ao enfraquecimento da musculatura que fica em torno da bexiga e uretra, problema que deixa a uretra instável dificultando a contenção da urina que fica armazenada na bexiga.

Com o avanço da idade as perdas de urina se tornam mais frequentes, além desse problema atingir com mais frequência mulheres que tiveram muitos filhos e mulheres obesas. Quando o problema está no início às perdas urinárias são uma consequência de esforços maiores, mas com o passar dos anos essas perdas acontecem nos esforços menores.

Mulheres que têm bexiga hiperativa também sofrem de perda urinária, esse problema causa uma vontade repentina e inesperada de urinar, tão repentina que é praticamente impossível segurar o que leva a perda urinária. Esse problema tem relação com o tipo de alimentação, por isso o seu tratamento é feito por meio de educação alimentar, dieta e medicamentos.

Somente o médico pode diagnosticar esse problema, por isso procure um profissional de sua confiança se suspeitar que está sofrendo de incontinência urinária, matéria completa no link: https://goo.gl/dMVhky

TAGS: Incontinência urinária, Saúde, Mulher

Cuidado com o HIV

O HIV vírus que causa a AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) tornou-se um dos maiores desafios de saúde e desenvolvimento humano em todo o planeta. Os primeiros casos da doença foram identificados em 1981, hoje:

  • Existem aproximadamente 36,7 milhões de indivíduos vivendo com o HIV em todo o mundo, sendo que dezenas de milhares de pessoas morrem em consequência da AIDS anualmente;
  • Embora novos casos da doença sejam registrados em todos os lugares do globo, cerca de dois terços dos contaminados pela doença estão na África;
  • Uma grande parte das pessoas que vivem com HIV não tem acesso à prevenção, cuidados e tratamentos médicos;
  • Ainda não existe cura para a doença;
  • O HIV é uma doença que afeta os mais jovens entre (15-24 anos);
  • O HIV é um problema que não abala somente os infectados, também afeta a família, comunidade e o desenvolvimento econômico e social das nações;

Cerca de 2 milhões de pessoas vivem com o HIV na América Latina. Sendo que em 2016 49%, quase metade das novas infecções pelo vírus ocorreram no Brasil, que é o país com o maior número de pessoas portadoras da doença.

As formas de transmissão do HIV são a sexual, parenteral e a perinatal. Assim como os homossexuais são a fatia da população mais prejudicada pela doença.

Algumas das estratégias de prevenção da doença incluem programas de mudança de comportamento, o uso de preservativos, testes de HIV, maior rigor no controle do suprimento de sangue, esforços para reduzir os danos entre a população de consumidores de drogas e a circuncisão masculina.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, destaca que a prevenção ainda é a melhor alternativa na luta contra a AIDS, para mais informações acesse: https://goo.gl/dg2hHd

 

TAGS: AIDS, HIV, DST, Prevenção, Epidemia

Qual a influência do seu irmão na sua vida?

Tem dias que eles são os nossos melhores amigos, em outros eles no deixam furiosos. Mas no geral, amamos os nossos irmãos e irmãs. Pesquisas mostraram que o nosso vínculo com os irmãos vão além dos almoços em família e das brigas por causa do controle remoto. Crescer ao lado de um irmão pode realmente impactar a nossa saúde mental e física, assim como pode ajudar a moldar a nosso comportamento futuro.

 Ter um irmão faz com que sejamos mais altruístas

Um estudo da Universidade de Brigham Young sugere que o irmão permite com que as crianças desenvolvam empatia. Os pesquisadores analisaram a relação entre irmãos em mais de 300 famílias e descobriram que um relacionamento de qualidade com um irmão pode promover a generosidade em adolescentes, principalmente em meninos.

Os irmãos podem melhorar nossa saúde mental

Ainda falando sobre a pesquisa realizada na Universidade de Brigham Young e chefiada por Laura Padilla-Walker, que por meio de análises também descobriu que a irmã, especificamente, tem o poder de impulsionar a saúde mental de um jeito que os pais não são capazes de proporcionar. Segundo os resultados independente da distância ter uma irmã ajuda os adolescentes em relação a sentimentos negativos como culpa, medo, solidão e falta de amor.

Até as brigas entre irmãos ajuda no controle das emoções.

O irmão faz com que sejamos mais felizes

Para muitas pessoas o convívio com o irmão significa ter suporte emocional, uma amizade mais profunda e muitos momentos de humor. Por isso não é surpresa que irmãos que mantém um relacionamento mais próximo têm mais chances de conquistar a felicidade no futuro.

Pesquisas identificaram ainda que pessoas mais velhas que têm irmãos possuem uma percepção moral mais elevada, pois os vínculos entre irmãos não é importante apenas para o nosso crescemos e desenvolvemos como indivíduo, mas também pode proporcionar benefícios ainda maiores para a nossa vida.

Os irmãos nos mantêm fisicamente bem

Relacionamento com os irmãos, ou amigos, pode nos ajudar a permanecer ativos. Se considerarmos a inspiração 43% das pessoas consideram que amigos e familiares exercem maior influência sobre sua saúde e estilo de vida. Assim como manter a boa forma ajudar a aumentar o vínculo entre irmãos, afinal quase um terço das pessoas com hábitos de vida saudáveis se distanciam daquelas que não compartilham do mesmo estilo de vida.

Irmãos ajudam a aumentar a expectativa de vida

Além de impulsionar a saúde mental e física os laços sociais mais forte podem ajudar a viver mais tempo, de acordo com uma pesquisa publicada pela revista PLoS Medicine. Pessoas com relações sociais pobres morrem 7,5 anos antes em comparação as pessoas que têm conexões sociais sólidas com amigos e parentes. Essa relação é a mesma que a observada entre pessoas fumantes e não fumantes.

Isso pode ter relação com o fato de que os cuidados dispensados com amigos e parentes nos inspiram a cuidar melhor de nós mesmo. Ou porque recorremos a amigos e parentes quando estamos passando por algum problema.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria interessante que destaca a importância dos laços familiares para a nossa saúde e bem-estar, para mais informações acesse: https://goo.gl/zXUmWu

TAGS: Família, Irmãos, Saúde, Bem-estar

Homeopatia funciona contra doenças epidêmicas

Desde os seus primórdios a homeopatia tem sido capaz de tratar doenças endêmicas com uma taxa de sucesso considerável, isso se compararmos a homeopatia com os tratamentos convencionais. Foi graças a esse sucesso que a homeopatia conseguiu conquistar o seu lugar.

A homeopatia se mostrou um tratamento potente e eficaz por causa do estudo individualizado de cada caso que é a essência de sua metodologia. Assim um dos maiores benefícios da homeopatia é o tratamento personalizado para doenças endêmicas.

A base da homeopatia é a lei dos similares, na qual a substância que causa os sintomas em pessoas saudáveis é utilizada para curar uma pessoa que sofre desses mesmos sintomas. Na tentativa de descobrir quais sintomas uma substância pode desenvolver numa pessoa saudável o homeopata utiliza diversas fontes.

Os homeopatas também utilizam estudos da medicina tradicional como fonte de informações acerca das diversas substâncias encontradas na natureza.

Um medicamento desenvolvido segundo a lei dos similares pode melhorar a saúde de um paciente sem causar efeitos colaterais indesejados e perigosos que, algumas vezes acompanha o tratamento da medicina tradicional. O Dr. Hahnemann criou o processo que ele chamou de potencialização, um processo que envolve um conjunto de etapas de diluição e dinamização de uma solução que contém a substância. Ao usar esse processo uma farmácia de manipulação pode produzir uma grande variedade de potências de um remédio.

Em 2011 ocorreu uma grande enchente em Cuba que provocou um surto de leptospirose, uma doença infecciosa causada pela bactéria Leptospira, na população das regiões afetadas. Por isso o Instituto Finlay produziu em algumas semanas uma grande quantidade de medicamento homeopático que utilizou como base a bactéria Leptospira e que foi amplamente diluída. Depois de distribuir o remédio por toda a ilha o total de casos registrados passou de 30 para 3 a cada 100 mil habitantes.

A homeopatia é mais uma arma no tratamento de diversas doenças, dentre elas as endêmicas, e poder contar com esse tipo de ajuda é muito importante para a melhoria da qualidade de vida da população.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, tentou mostrar como a homeopatia pode ajudar no tratamento de doenças, para mais informações acesse:

 

TAGS: Homeopatia, Tratamento, Doenças epidêmicas, Medicamento homeopático

Boa notícia – Refrigerantes decidem diminuir os açúcares

Uma vida mais saudável depende de uma boa alimentação e prática de exercícios físicos. Na busca por uma vida com mais saúde e bem-estar as pessoas estão mudando os seus hábitos alimentares eliminando de suas rotinas alimentos prejudiciais à saúde, por isso o consumo de refrigerantes está em caindo em todo o mundo.

Por causa disso grandes empresas como a Coca-Cola estão investindo pesado em novos produtos e embalagens. Aliás 30% de seus produtos já tiveram redução de açúcar e 80% de seu catalogo de produtos tem opções com baixa ou sem calorias.

O Brasil é o quarto mercado da Coca-Cola em nível mundial, em razão disso o nosso país é um importante termômetro da empresa no que diz respeito ao público consumidor da marca e das transformações no estilo de vida da população mundial.

Como o brasileiro ama açúcar, afinal fomos educados pela cultura dos doces um característica do nosso DNA português. É preciso muito cuidado na hora de lançar novos produtos no mercado nacional, já que o mais doce é sempre o preferido dos brasileiros.

O trabalho de educação alimentar precisa ser um esforço conjunto entre sociedade, Governo e empresas.

Assim como foi feito no caso da redução de sódio dos alimentos o Ministério da Saúde está elaborando um plano para reduzir a quantidade de açúcar dos alimentos.

Na tentativa de reduzir a ingestão de bebidas açucaradas o Ministro Barros Apresentou em junho um projeto de lei que pretende acabar com as opções de refil dos refrigerantes, uma vez que essa prática aumenta em 30% a ingestão de refrigerante.

Esse é um artigo que o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe até você para destacar a importância de reduzir a ingestão de açúcar para melhorar a sua saúde e bem-estar. Se quiser saber mais sobre o assunto acesse: https://goo.gl/7P3pMc

 

 

 

TAGS: Refrigerante, Açúcar, Dieta, Saúde, Baixa caloria

Bactérias que vivem no seu intestino afetam suas emoções

Um estudo científico comprovou a conexão entre as bactérias encontradas no intestino e o nosso estado de humor. Essas bactérias além de auxiliar na digestão também interferem no nosso emocional.

Para que o estudo fosse possível as fezes de 40 voluntárias, com idades entre 18 e 55 anos, foram analisadas.

Depois da análise as mulheres foram divididas em dois grupos: no primeiro grupo ficaram as voluntárias com mais bactérias do tipo bacteroides, no segundo grupo as voluntárias com mais bactérias do tipo Prevotella.

As bactérias do tipo bacteroides são comuns em dietas com mais oferta de proteína animal, já as prevotella são encontradas em dietas baseadas em pães, massas e alimentos preparados com farinha. Isso significa que é possível controlar os níveis dessas bactérias através dos alimentos consumidos.

No grupo onde os bacteroides são mais presentes o córtex frontal e a insulina são mais espessos. Essas são regiões responsáveis pela memória de longo prazo, a introspecção e outras habilidades complexas.

O hipocampo é mais ativo neste grupo também, ele é responsável pela memória de curto prazo. Assim em 66,7% das voluntárias desse grupo as imagens negativas não causaram uma reação intensa.

Já no grupo onde a presença de prevotella é maior as reações após o experimento foram mais marcantes. Esta reação emocional intensa pode ter relação com as amígdalas e regiões basais.

Para os pesquisadores que conduziram o estudo o hipocampo também ajuda a regular as emoções, uma vez que pessoas com o hipocampo mais gordinho suportam mais as variações de humor.

Essa pesquisa também comprovou que somos o que comemos, pois a alimentação interfere no nosso estado de humor. Assim como nossa cultura alimentar pode influenciar o funcionamento do cérebro e como reagimos ao mundo.

Essa é mais uma matéria do Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, que mostra como a nossa dieta pode interferir em nosso humor. Para saber mais acesse:

TAGS: Intestino, Dieta, Alimentação, Bom humor, Emocional

 

Cigarro mata

Durante anos as mulheres foram bombardeadas por campanhas publicitárias que mostrava as fumantes como pessoas elegantes, ricas e bonitas. Assim como foram apresentadas campanhas que relacionavam o tabagismo a perca de peso, aumentando ainda mais as inseguranças nas mulheres. Ao apresentar modelos com cigarro na mão a indústria está tentando convencer as mulheres de que o fumo fará delas pessoas mais atraentes, desejáveis e populares.

Entretanto por causa de alguns problemas que o tabagismo causa como: dentes amarelados, cheiro de fumaça, rugas e falta de ar, faz com que para os homens as mulheres fumantes sejam consideradas menos atraentes. Uma percepção bem diferente daquela divulgada pelas mensagens publicitárias.

As mensagens publicitárias que descrevem as mulheres fumantes como mais atraentes afetam mais as mulheres jovens, uma vez que nessa faixa de idade elas são mais inseguras com relação a seu status social e conscientes de sua aparência. Mulheres jovens também são mais propensas a imitarem celebridades, modelos ou outro exemplo de fumante considerado sexy e descolada.

Fumar é um hábito prejudicial para todas as pessoas, entretanto esse hábito causa mais problemas para as mulheres. Além dos problemas comuns a todos os fumantes o tabagismo pode aumentar as chances das mulheres desenvolverem alguns tipos de câncer, osteoporose e outros problemas de saúde crônicos que levam ao risco de morte.

A fumaça do cigarro afeta todos os órgãos do corpo, reduzindo o fluxo sanguíneo e a absorção de oxigênio em todos os sistemas do organismo humano. Porém existem alguns problemas relativos ao tabagismo que só atingem as mulheres.

As primeiras pesquisas realizadas não identificaram nenhum tipo de relação entre o tabagismo e os casos de câncer de mama, mas estudos recentes demonstraram que pode haver um aumento nos casos de câncer de mama entre os fumantes do sexo feminino.

Já foi comprovado que o tabagismo acelera a perda de cabelo nas mulheres, assim como as mulheres fumantes são duas vezes mais propensas a receberem o diagnóstico de câncer cervical em relação as não fumante. Os casos de câncer uterinos também são maiores em fumantes.

Estudos também demonstraram que mulheres fumantes na pós-menopausa possuem menor densidade óssea do que as demais. Isso aumenta nessa fatia da população os casos de osteoporose e fraturas ósseas conforme vão ficando mais velhas.

As mulheres que fumam durante a gravidez têm bebês menores. Sendo que alguns desses bebês nascem com baixo peso, o que significa que esses bebês são menores do que o considerado normal para uma criança que nasceu no tempo certo. As mulheres fumantes também correm mais riscos de terem bebês prematuros, bem como a síndrome da morte súbita infantil.

A única maneira de acabar com o tabagismo é através da educação, campanhas do Ministério da Saúde vêm mostrando há anos os malefícios do cigarro para a saúde. Assim os fumantes são incentivados a abandonar o vício e contam com a ajuda de diversos órgãos para que isso se torne realidade, mesmo nos casos de pessoas que fumam há muito tempo existe a opção de parar e começar uma nova vida.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, apresentou mais esse artigo interessante sobre os malefícios do tabagismo para a saúde das mulheres, se quiser saber mais sobre o assunto acesso o link: https://goo.gl/gKM3LE

Atenção: pode fazer mal pra saúde

A rotina está tão corrida e os compromissos são tantos que muitas vezes não temos tempo suficiente para os cuidados pessoais. Além de serem importantes para a nossa aparência os cuidados pessoais ajudam a garantir nossa saúde e bem-estar. Por isso devemos reservar um tempo de qualidade para cuidar de nosso corpo.

Vamos listar os erros mais comuns que as pessoas cometem no momento dos cuidados pessoais:

Cobrir o rosto para espirrar

Quando cobrimos o rosto para espirrar ajudamos os micróbios a se instalarem na pele da face. Essa atitude pode causar irritação na pele, aspecto avermelhado e outros problemas.

Já nos casos de infecção esfregar os olhos com as mãos leva a inflamação à pálpebra.

A forma correta é cobrir o rosto com uma toalha de papel, se não tiver uma no momento de espirrar cubra a boca com o cotovelo.

Cortar as unhas com tesoura

Utilize o cortador quando for cortar as unhas, pois a tesoura provoca descamação da unha. A melhor opção ainda é lixar a unha até atingir o comprimento desejado.

Usar delineador

A ponta do delineador guarda bactérias que podem irritar a mucosa. Assim como a maquiagem em contato com as lágrimas pode originar bactérias.

Para realçar os olhos a melhor solução é usar sombra para desenhar uma linha um pouco distante da linha de crescimento dos cílios.

Usar o dedo para limpar o nariz

O dedo contém micróbios que podem inflamar a mucosa do nariz, por isso é preciso evitar limpar o nariz com o dedo.

Para limpar o nariz inale a água de sua mão com as fossas nasais. Também pode ser usada uma solução feita com água filtrada e sal para lavar o nariz.

Usar sabonete para lavar o corpo diariamente

Tomar banho todos os dias com sabonetes e buchas além de eliminar células mortas também elimina as bactérias saudáveis que mantém a umidade da pele e protege contra infecções.

As partes do corpo que precisam ser lavadas diariamente com sabonete são as axilas e a parte debaixo do corpo, no restante use sabonete dia sim dia não.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, quer destacar a importância dos cuidados pessoais para a saúde, matéria completa: https://goo.gl/d3uaEL

TAGS: Cuidados pessoais, Saúde, Rotina, Qualidade de vida, Doenças

Criança tem que ser criança

O dia mundial da infância é celebrado em todo no mundo em 24 de agosto, essa celebração tem como objetivo refletir sobre as condições econômicas, educacionais e sociais que as crianças estão inseridas.

Segundo a Declaração Universal dos Direitos das Crianças todas têm direito a saúde, alimentação, educação, liberdade, lazer, conviver em família e sociedade. Assim como também devem ser protegidas da exploração, discriminação, violência, negligencia dentre outros direitos que tem como objetivo garantir a sobrevivência e desenvolvimento social e físico da criança.

O desenvolvimento físico, emocional e social das crianças influência diretamente o seu desenvolvimento como um todo e também sobre o tipo de adulto que elas se tornarão. Por isso é tão importante entender as necessidades da criança ainda muito cedo, isso vai assegurar diversas oportunidades futuras e garantir o seu bem-estar.

Pesquisas neurológicas comprovaram que os primeiros anos de vida desempenham um papel fundamental no desenvolvimento do cérebro infantil.

Desde a sua concepção os bebês começam a aprender sobre o mundo que os cerca, durante a fase do pré-natal, perinatal (imediatamente antes e depois do nascimento) e pós-natal.

As primeiras experiências das crianças, os vínculos que elas criam com seus pais e os primeiros aprendizados, são situações que afetam profundamente seu desenvolvimento físico, cognitivo, emocional, e social futuro.

A disciplina é importante para que as crianças aprendam quais comportamentos são aceitáveis ou não para uma vida em comunidade. Ao estabelecer limites os pais apontam para os filhos o que é esperado deles e como se comportar em sociedade. Isso é muito importante para que a criança possa se tornar um adulto responsável.

Brincar ajuda melhora a criatividade e imaginação das crianças.

As brincadeiras são importantes para o desenvolvimento, pois contribuem para o bem-estar cognitivo, social, físico e emocional das crianças e jovens. Além de ser uma ótima oportunidade para os pais se envolverem plenamente com os filhos.

Apesar de todos os benefícios dos jogos e brincadeiras o tempo reservado para esse tipo de atividade diminui consideravelmente, dentre os fatores que reduziram o tempo de brincar podemos destacar o estilo de vida apressado que vivemos, as alterações na estrutura familiar e um maior investimento em atividades educativas que tem como objetivo formar adultos mais bem-sucedidos.

A brincadeira é tão importante para o desenvolvimento infantil que foi reconhecida pelas Nações Unidas como um direito das crianças.

Os jogos e brincadeira permitem que as crianças pratiquem a criatividade enquanto desenvolvem a imaginação, destreza e força física, pois o jogo é importante para o desenvolvimento saudável do cérebro. É através das brincadeiras que as crianças se engajam e interagem como o mundo ao seu redor.

A brincadeira permite que as crianças criem e explorem um mundo no qual possam dominar, desafiando os seus medos e receios enquanto fingem que são adultos, algumas vezes essas brincadeiras tem a participação de outras crianças ou de adultos.

Conforme vão conquistando o seu mundo as brincadeiras ajudam as crianças a desenvolverem novas competências que proporcionam confiança e resiliência, qualidades necessárias para enfrentar desafios futuros.

Para o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, a brincadeira é uma atividade divertida e essencial para a formação das crianças, se quiser saber mais sobre o assunto acesse: https://goo.gl/B31pNM

 

TAGS: Criança, Infância, Brincadeiras, Jogos, Desenvolvimento

Coceira de mosquito

A picada de mosquitos além de ser incômoda também podem transmitir doenças como é o caso da Zica e da dengue. A picada ainda causa reações na pele como inchaço, vermelhidão e a famosa coceira de mosquito.

O Blog Homeopatia e Saúde vai mostrar como acabar com as reações que surgem após a picada de mosquitos:

Algumas receitas caseiras conseguem diminuir a coceira, é o caso da maisena com água e gelo sobre o local afetado. Entretanto não há comprovação cientifica da eficácia, e o aconselhado é procurar ajuda médica se os sintomas não desaparecerem em alguns dias, para que ele indique o tratamento do problema.

Coçar

As unhas podem machucar e aumentar o risco de infecção no local, por isso é preciso evitar coçar a área atingida. Para fugir da tentação de coçar o local afetado uma boa dica é cobrir a área com um curativo ou faixa, utilizar roupas que cubram a picada também é uma boa alternativa, assim como aparar as unhas.

Aplicar água fria no local da picada ajuda a aliviar a sensação de coceira.

As vitaminas do complexo B não aliviam a coceira como muitos acreditam, na verdade o seu consumo pode ajudar a evitar as picadas, mas para que isso seja possível é preciso ingerir a vitamina 15 dias antes de visitar qualquer local com risco de picadas.

A roupa também pode aumentar a sensação de coceira, por isso evite tecidos sintéticos e roupas apertadas, tente usar roupar folgadas e de tecidos leves. O importante nos casos de picada de mosquitos é não irritar ainda mais a pele coçando a região afetada.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Para a matéria na íntegra: https://goo.gl/xGZZhx

TAGS: Mosquito, Picada, Zica, Dengue, Coceira

Andar descalço faz mal à saúde?

Que atire o primeiro “chinelo” quem nunca ouviu a mãe dizer “vai por um chinelo, pois ficar andando descalço vai te deixar doente”. Sim, todos nós algum dia de nossas vidas ouvimos que andar descalço faz mal a saúde, mas será que isso é verdade?

Vamos explicar mais essa dúvida que atormenta as mães mais protetoras há milênios e quem sabe tranquilizá-las.

Andar descalço sobre o chão frio não prejudica a nossa saúde, isso mesmo, agora já podemos sair desfilando pela casa sem medo de ser feliz.

Pois andar descalço sobre superfícies frias não aumenta o risco de doenças.

Gripes e resfriados, geralmente, são associados ao hábito de andar descalço sobre o chão frio, entretanto, essas doenças são causadas por vírus. “O choque térmico não causa essas doenças”,

O frio pode causar doenças respiratórias, por causa da baixa umidade do ar, assim como a permanência em locais fechados ajuda a propagar os vírus. Essa é mais uma prova de que andar descalço não aumenta o risco desse tipo de problema.

O contato com superfícies frias é um problema para pessoas que têm reumatismo, pois esse contato aumenta a sensação de dor. Mas não precisa se preocupar, já que andar descalço não transmite o reumatismo.

Porém, em casos de ferimentos nos pés é preciso evitar andar descalço, uma vez que essa prática pode aumentar a contaminação da área atingida. Também é preciso ficar atento para não ferir os pés enquanto caminha descalço.

Mesmo que andar descalço não cause problemas respiratórios, essa prática pode causar outros problemas como cortes e ferimentos, por isso essa pratica deve ser evitada, principalmente na rua.

Quer sabe mais? Acesse o texto na íntegra: https://goo.gl/aBbAW6

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

TAGS: Pés, Saúde, Gripe e Resfriado, Descalço

Quer emagrecer e ainda gastar pouco: programe-se

Manter uma alimentação equilibrada é essencial para a sua saúde e bem-estar, para ter uma alimentação saudável é preciso incluir vegetais e frutas nas refeições diárias. O Blog Homeopatia e Saúde, dá a dica: quer emagrecer e ainda gastar pouco: programe-se.

Para conquistar um cardápio balanceado, planejar as refeições é o melhor caminho, pois com planejamento podemos economizar na hora de preparar os pratos do dia, ou semana, já que dá para comprar os ingredientes com antecedência e prepara-los com o devido cuidado. Além de proporcionar uma dieta mais benéfica para o organismo.

Preparar marmitas também é uma boa opção para quem quer manter uma alimentação mais equilibrada, pois elas podem ser congeladas e consumidas quando necessário.

A seguir vamos mostrar dicas das famosas na hora de preparar suas marmitas para a semana.

Dicas das famosas

Potes com divisórias são os escolhidos da fisioterapeuta Marcela Paim, em suas refeições ela usa vegetais como brócolis, berinjela assada e tomate cereja, intercalando carne e frango no decorrer da semana.

A modelo Gracyanne Barbosa também é uma adepta das marmitas no momento das refeições do dia a dia, ela prepara pratos que incluem couve-flor, brócolis, salmão com vagem, tomate cereja e aspargos.

Juju Salimeni mantém a forma preparando sua própria refeição. Juju diz ainda que menos é mais, uma de suas opções favoritas é o hambúrguer de patinho com arroz integral e legumes cozido, simples e saboroso.

Nas refeições do dia a dia a blogueira Juliana Ferreira prepara com antecedência as refeições da semana, ela faz pratos simples como frango grelhado com batata doce e legumes, no jantar frango com batata doce e brócolis.

Planejar as refeições da semana, assim como os lanches facilitou a rotina da engenheira civil Jenifer Tertuliano. Para o almoço ela prepara frango em cubos com brócolis e arroz integral, a salada é colocada em outro pote e precisa ser mantida na geladeira até o momento de consumir. Se preferir a alface pode ser cortado na hora para não soltar água.

Rebeca Oliveira gosta de colorir os pratos escolhendo bem os alimentos, a blogueira costuma incluir diversos legumes para deixar a refeição mais nutritiva e rica.

Peixes também precisam fazer parte da deita, por isso a comissária de bordo Cimara Moutinho combina filé de Tilápia com arroz integral e brócolis.

Os adeptos das dietas vegetarianas podem preparar as suas marmitas utilizando vários tipos de legumes como berinjela e cenoura, esse é o caso da bibliotecária Adriana Ornellas que cria pratos como feijão branco com linguiça de tofu e soja e abobrinha e berinjela refogados com brócolis.

Levar a marmita para a faculdade é uma ótima alternativa para manter uma alimentação saudável e balanceada, essa foi a solução encontrada pela estudante Bárbara Cavalcanti, que usa duas proteínas (peixe e frango) além de brócolis, couve-flor e ovo de codorna para preparar as refeições da semana.

Para aqueles que não aguentam mais comer batata doce, o vegetal pode ser substituído pela mandioca, Guilherme Paiva é um paulista que gosta de usar a mandioca como acompanhamento de frango e legumes variados.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, pretende com esse artigo mostrar que com planejamento é possível criar um cardápio para a semana saudável e nutritivo. Para matéria completa acesse: https://goo.gl/hrsCYr

Consulte sempre um nutricionista.

 

TAGS: Marmita, Cardápio, Alimentação balanceada, Saúde

Por que estudar faz bem à saúde mental?

Um estudo revela que pessoas que estudam mais tende a ser mais felizes e têm uma maior expectativa de vida.

A relação entre educação e os benefícios sociais vem sendo reconhecida há muito tempo, ainda na Grécia Antiga quando Aristóteles e Platão ressaltaram a importância do estudo para o bem-estar social. Assim pesquisas recentes vêm revelando que a educação não só abrem as portas para o mercado de trabalho como ajuda a melhorar a saúde, a promover a cidadania e a diminuir a violência.

Pessoas que estudaram mais são mais felizes porque alcançam maior satisfação em diferentes aspectos da vida. Sendo que essa satisfação é 18% maior em concluiu o ensino superior em comparação aos indivíduos que não concluíram o ensino médio.

Os dados mostraram também que a expectativa de vida está fortemente ligada à educação, pois um indivíduo de 30 anos com ensino superior pode viver 8 anos a mais que um que não completou a educação básica.

Pessoas com maior nível de escolaridade se mostraram mais engajadas socialmente, participando ativamente do processo eleitoral, voluntariado e na vida política, além de serem mais autoconfiantes.

A educação desempenha um papel importante no crescimento econômico, já que a inovação e o conhecimento ajudam na melhoria dos padrões de vida, incentivando a economia e influenciado nas políticas públicas.

Pessoas com maior nível de educação são mais preocupadas com a própria saúde, assim reduzem o tabagismo, praticam atividades físicas regularmente e diminuem o consumo de bebidas alcoólicas, bem como evitam o consumo de drogas.

Além de melhorar a renda estudar desenvolve as habilidades dos indivíduos, reduz os números da violência e aumenta a participação na sociedade. Ao reconhecer o poder da educação as autoridades precisam criar políticas que contemplem um maior acesso a educação de qualidade.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, matéria completa no link: https://goo.gl/uFV4zd

 

TAGS: Estudo, Sociedade, Educação, Políticas públicas

Pare já de reclamar

Desde que a pessoa não exagere reclamar é um comportamento socialmente aceitável. Entretanto a ciência alerta que esse hábito é prejudicial à saúde. Apesar de muitas pessoas acreditarem que reclamar é uma boa maneira de eliminar os sentimentos ruins, e que isso as faz se sentirem melhor, na realidade, expressar sentimentos negativos é muito ruim para o humor de todos.

Segundo o filosofo e cientista da computação Steven Parton “reclamar não só transforma negativamente o cérebro, como também influência negativamente a sua saúde mental”. Pois o nosso cérebro foi programado para ter pensamentos repetitivos vez ou outra, entretanto pessoas que tem pensamentos negativos regularmente são mais propensas a terem sentimentos negativos naturalmente. Ter uma atitude negativa frequente faz com que sua personalidade se torne negativa.

Pra quem quiser fortalecer a sua capacidade de ser positivo e enfraquecer os pensamentos negativos que causam tristeza é preciso cercar-se de pessoas felizes, que aponte o seu cérebro para a direção do amor. Por isso mantenha-se longe de pessoas negativas.

Abandonar o hábito de reclamar e manter-se longe de atitudes negativas vai proteger a sua saúde mental e física. Pois quando o cérebro está enviando impulsos negativos, isso enfraquece o sistema imunológico, além de aumentar a pressão sanguínea, os riscos de doenças cardíacas, diabetes e uma infinidade de problemas de saúde.

O estresse também é um sentimento que deve ser evitado, pois ele libera o hormônio cortisol, quando você é negativo libera quantidades elevadas de cortisol que interfere na memória e aprendizado, reduz a densidade óssea e a imunidade, além de elevar o colesterol e o peso.

Porém da mesma forma que os pensamentos negativos podem influenciar a nossa vida os positivos também podem, assim Parton explica que devemos transformar as nossas atitudes pensando positivamente sobre tudo. Ao aprendermos a direcionar a nossa mente para a positividade, podemos melhora os nossos pensamentos, e consequentemente, a nossa vida e saúde.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita no poder do pensamento positivo, por isso trouxe mais esse artigo interessante, texto completo no link: https://goo.gl/1tGCkk

 

TAGS: Reclamar, Pensamento positivo, Saúde, Negatividade

 

Quer viver muito? Veja essas dicas

Em 2009 graças as suas pesquisas sobre os telômeros a Dra. Elizabeth Blackburn recebeu o prêmio Nobel de Medicina.

A partir de suas pesquisas, centenas de estudos foram realizados em todo o mundo provando que a ausência de uma dieta balanceada, atividades físicas e uma saúde mental deteriorada podem esgotar os telômeros, colocando-os em risco e aumentando as probabilidades de doenças. Entretanto, muitas dessas pesquisas ainda não são acessíveis a todos, comenta Blackburn, em parte porque o campo de pesquisas sobre os telômeros ainda é novo.

Por isso a Dr. Blackburn se juntou a Dra. Elissa Epel, psicóloga de saúde, para compartilhar o que descobriram durante suas pesquisas no livro O segredo está nos telômeros, que foi lançado pela editora Planeta este ano. A publicação trás conselhos, baseados em anos de pesquisa, sobre como ter uma vida mais saudável, que não depende de dietas da moda ou de mudanças radicais no estilo de vida, pode paralisar o encurtamento dos telômeros e consequentemente retardar o processo de envelhecimento.

Os telômeros ficam nas extremidades dos cromossomos, eles são como o plástico que protege a ponta do cadarço.

Fatores como estresse crônico, falta de exercício e sono, além de uma dieta pobre podem fazer com que seus telômeros se deteriorem. Com o desgaste dos telômeros os cromossomos perdem a proteção, isso atrapalha a capacidade das células de trabalhar adequadamente, o que acelera o processo de envelhecimento.

Para fortalecer os telômeros é preciso fazer algumas mudanças no estilo de vida, sendo que em apenas algumas semanas já dá para ver os resultados.

Segundo revelou a pesquisa não é necessário dormir durante 8 horas seguidas para alcançar os benefícios, 7 horas já são suficientes, desde que o corpo sinta que está descansado.

A ansiedade e a depressão encurtam os telômeros, quanto mais severo for o problema mais prejudicial para os telômeros. Esses estados emocionais extremos influenciam negativamente o organismo acelerando o envelhecimento das células. Assim como doenças cardíacas, diabetes e pressão alta surgem mais cedo e rápido em pessoa que sofrem de ansiedade de depressão.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, leia mais sobre esse assunto no link: https://goo.gl/5QPkQX

 

TAGS: Depressão, Estresse, Longevidade, Atividade física, Telômeros, Envbelhecimento

Fumar maconha na adolescência faz muito mal

Segundo o médico inglês Robin Murray fumar maconha na adolescência aumenta os riscos de esquizofrenia na idade adulta. Sendo que os jovens que usam a erva regularmente têm mais possibilidades de desenvolverem algum tipo de psicose futuramente.

Outro estudo realizado em 2002 comprovou que pessoas que fumam maconha a partir dos 15 anos possuem 4,5 vezes mais riscos de se tornarem psicóticas após 10 anos.

Essa descoberta foi feita através de um estudo que Murray coordenou no Instituto de Psiquiatria Kings College, Em Londres, na Inglaterra, que conseguiu mapear a maior parte dos problemas relacionados ao uso de maconha na adolescência.

A pesquisa foi realizada ao longo de vários anos, de 2005 a 2011, e comparou 410 pacientes entre 18 e 65 anos que relataram o primeiro episódio de psicose num hospital psiquiátrico que fica no sul de Londres, com mais 370 participantes saudáveis e mesma faixa etária que residem na mesma região de Londres.

Os dados levantados pela pesquisa verificou que os usuários mais jovens de maconha têm mais riscos porque o uso da erva se torna mais prolongado.

A paranoia e a desconfiança ocasionadas pelo consumo da maconha é a chave desses problemas. Entretanto, curiosamente, o risco de paranoia e psicose foi verificado somente no uso de maconha e Skank.

Ainda segundo Murray, em Londres, 25% dos casos de psicose na idade adulta está relacionada com o abuso de maconha durante a juventude.

Embora grande parte dos jovens que fumam maconha na adolescência não sofram danos, uma minoria vulnerável é prejudicada pelo seu uso. Ainda, segundo o estudo, um décimo das pessoas pesquisadas desenvolveu algum tipo de distúrbio de esquizofrenia aos 26 anos.

Por isso, fumar maconha deve ser fortemente desencorajado por pais, professores e profissionais de saúde no caso de adolescentes psicologicamente vulneráveis. Bem como as autoridades devem investir em políticas de prevenção ao uso.

Peter Jones professor da Universidade de Cambridge e um dos mais renomados psiquiatras da Grã-Bretanha, especialista em esquizofrenia, também informa sobre os riscos que o uso prolongado da maconha pode ocasionar “a maconha, neste momento, é um problema para os serviços de saúde psiquiátrica pública”. Jones também advertiu que crianças entre 10 e 11 anos que começam a usar a erva aumentam, consideravelmente, o risco de esquizofrenia.

Nos últimos anos se intensificaram as preocupações acerca dos distúrbios mentais causados pelo uso da maconha, já que o número de usuários de maconha está aumentando. Nos EUA, por exemplo, em algumas faixas etárias as pessoas estão fumando maconha como se estivessem fumando cigarro. As crianças também estão começando a usar a droga cada vez mais cedo, se tornando o grupo com mais risco de sofrer algum tipo de distúrbio mental quando alcançarem a idade adulta.

Uma das maiores barreiras encontradas na prevenção e tratamento é justamente conseguir convencer os usuários que a maconha é a origem de seus problemas, especialmente nos casos em que a pessoa já apresente algum tipo de psicose.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trás mais esse alerta a população. Para matéria completa acesse: https://goo.gl/vkjTKX

TAGS: Maconha, Prevenção, Jovens, Adolescentes