Homeopatia e as viroses

As viroses são doenças, comuns, que também podem ser tratadas pela homeopatia. A homeopatia e as viroses são objetos de estudo dos médicos homeopatas há anos, assim como outros problemas de saúde.

Todas as infecções são resultados de duas situações: o agente causador da enfermidade (vírus, bactéria ou parasita) e do mau funcionamento do sistema imunológico. Se o sistema imunológico está forte os agentes não tem como atacar o organismo. Assim como nos casos em que o sistema está, somente, enfraquecido o agente não vai atacar por muito tempo.

A homeopatia pode localizar essa fraqueza no organismo e repará-la, dessa forma combatendo a infecção atual e ajudando a evitar infecções futuras. Ao compreender o que os sintomas no paciente estão comunicando em relação ao sistema imunológico, a resposta específica a virose pode ser usada como guia para o tratamento do paciente.

Homeopatia e as viroses

A medicina moderna trata as infecções com antibióticos. Os antibióticos são eficazes para matar os agentes causadores das enfermidades, entretanto não consegue abordar a causa implícita que levou a infecção em primeiro lugar. Assim as bactérias retornaram se encontrarem um ambiente favorável ao seu crescimento.

A homeopatia tem visão integral das doenças. Os remédios utilizados pela homeopatia e as viroses abordam a causa oculta e nem sempre subjuga para dar resultados imediatos. Ao invés de se concentrar em eliminar os agentes causadores das viroses a ciência da homeopatia e as viroses concentra-se no fortalecimento da habilidade do organismo de combater os agentes invasores.

Um médico homeopata estuda cuidadosamente a personalidade do paciente antes de prescrever qualquer medicamento que irá tratar por meio da homeopatia e as viroses.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que prevenir ainda é o melhor caminho para evitar problemas de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *