Como prevenir o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

O dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, essa data foi escolhida por causa de um crime que aconteceu na cidade de Vitória (ES) no ano de 1973. Neste dia trágico a menina Araceli de 8 anos de idade foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por uma família tradicional da cidade.

A violência sexual é caracterizada quando a criança ou adolescente é usada para o prazer sexual de uma pessoa mais velha, em outras palavras, qualquer ação onde existe o interesse sexual. O que denota a violação dos direitos da criança e do adolescente, por se tratar de abuso e exploração do corpo e sexualidade da criança, através de força ou coerção.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, traz algumas dicas da Dr. Ana Lucia Dias Paulo que tem como objetivo alertar os pais sobre este assunto tão delicado.

Uma das atitudes que devem ser adotada pelos pais é estar sempre atentos, às atitudes dos filhos. Qualquer mudança de comportamento pode ser um sinal de alerta, pois crianças que passam por algum tipo de abuso podem se tornar cada vez mais caladas e retraídas, apresentar atitudes agressivas, ou de medo em relação a um familiar, mesmo que seja bem próximo. Não devemos nunca subestimar esse tipo de atitude.

Geralmente, as crianças pequenas não mentem, mas se tornam tristonhas, melancólicas e até mesmo deprimidas e angustiadas, a não ser que sejam estimuladas por outros adultos  a terem essa atitude. Qualquer um destes sinais serve de alerta para se investigar ou consultar um profissional.

Estarem constantemente presentes na vida das crianças é um dos cuidados a fim de evitar que as crianças sofram abusos. Pois as crianças e jovens devem ter liberdade vigiada, os pais precisam conhecer os amigos dos seus filhos, e principalmente os pais desses amigos.

Os pais precisam também conquistar a confiança dos filhos, para isso eles precisam mostrar que são amigos de seus filhos, estarem dispostos a ouvir mais do que falar, não julgar as crianças e evitar desenvolverem sentimentos de medo e inseguranças nos pequenos. Os pais precisam ensinar os filhos a serem fortes, e que precisam confiar neles e em outros familiares de confiança dos pais. Estar sempre disponível e aberto sempre que os filhos tiverem a necessidade de conversar.

Essas são algumas das atitudes que podem ser tomadas pelos pais a fim de evitar que seus filhos sejam expostos a situações de abusos, pois a prevenção ainda é a melhor forma de evitar que situações como esta aconteçam com sua família. As crianças precisam sentir-se amadas e protegidas por aqueles que a cercam.

A população, profissionais da área da educação e jurídica podem ajudar no combate ao abuso e exploração infantil, identificando e ajudando crianças e adolescentes em situações de risco. Faça a sua parte, denuncie e disque 100. Juntos podemos mudar a realidade de muitas crianças e adolescentes.

TAGS: Prevenção, Abuso infantil, Crianças, Adolescentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *