Category Archives: Dieta e Alimentação

Álcool causa câncer e danifica DNA

Pesquisadores de Cambridge comprovaram a relação do consumo de álcool com o surgimento de tumores através de um estudo apoiado pelo Cancer Research, da Inglaterra. É mais real do que nunca: o álcool causa câncer.

Nossas células e o álcool: Atente-se!

A ingestão de bebidas alcoólicas danifica o DNA das células tronco, elevando o risco de câncer. Entre eles, os tumores mais comuns no Brasil, como os de mama e intestino.

<<Leia também: Alcoolismo! Como a homeopatia pode ajudar?>>

Usando ratos de laboratório, cientistas observaram que derivados do álcool, etanol ou acetaldeído, interferem perpetuamente no DNA dos animais. Essa interferência ocasiona estimula os cromossomos a se organizarem de forma aleatória, mudando permanentemente a sequencia do DNA nas células.

O maior risco é que células DNA defeituosas conseguem se multiplicar expandido-se por outros tecidos do corpo. A partir daí o risco de desenvolver um tumor é grande.

Como o corpo reage e se protege da ingestão de álcool.

O etanol ou acetaldeído apresenta-se em nosso corpo após a ingestão de álcool e é responsável pela sensação de ressaca. Nesse estágio, os cientistas observaram como o corpo se defende da bebida. A presença da enzima aldeído desidrogenase (ALDH) é capaz de catalizar e quebrar o subproduto do álcool. Ainda nos testes com os ratos de laboratório, observaram como os animais com e sem a enzima ALDH reagiam. Os animais sem a enzima presente em seu DNA foram afetados quatro vezes mais pelo álcool, porém, assim como os ratinhos,  nem todas as pessoas tem em seu organismo essa enzima anti-ressaca.

Além de câncer, o álcool pode causar diversas outras doenças que demandam cuidado e atenção. Patologias como depressão e crises de pânico e ansiedade podem ser desencadeadas pelo excesso de álcool.  Consulte um médico ao menor sinal de problemas com a ingestão de bebidas alcoólicas.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

<<Veja na integra: Álcool danifica DNA e provoca tumores e câncer.>>

Ações de prevenção ao câncer

Muitas pessoas acreditam que o câncer é uma doença causada por algum gene escondido no organismo. Entretanto muitas pesquisas provaram que o câncer é causado por uma combinação de diversos fatores. Genes, ambiente e estilo de vida. Enfim a prevenção ao câncer pode estar relacionada a coisas que somos capazes de controlar.

Danos no DNA são os causadores do câncer, que são as instruções químicas que dizem as nossas células o que fazer. Coisas com as quais temos contato em virtude de nosso estilo de vida como raios UV, tabaco e substancias química podem danificar o DNA. Esse dano pode se acumular por um período. Células com DNA muito danificado podem começar a crescer e multiplicar desordenadamente, é assim que o câncer começa.

Ter um estilo de vida saudável ainda é a melhor forma de prevenção ao câncer

Alguns fatores de risco do câncer, como genética e meio ambiente, estão fora do nosso controle. Contudo estudos sugerem que 70% dos fatores de risco do câncer podem ser evitados apenas mudando o estilo de vida. Ter uma dieta equilibrada, praticar atividades físicas, evitar o cigarro, diminuir o consumo de álcool e manter o peso ideal são atitudes que ajudam na prevenção ao câncer. Aliás, ter uma dieta saudável é essencial para ter uma vida mais plena.

O que comemos pode ter um efeito poderoso na saúde

Para reduzir o risco de câncer e de outras doenças tenha uma dieta variada com frutas e legumes ricos em antioxidantes, feijão, nozes e cereais integrais. Tente reduzir a ingestão de alimentos processados, fritos, abundantes em açucares, carboidratos e refinados.

Pratique exercícios: 150 horas de atividades moderadas ou 75 minutos de exercícios vigorosos semanalmente atuam na prevenção ao câncer;

Pare de fumar: pessoas que nunca fumaram ou que pararam de fumar há anos têm menos risco de câncer;

Peso ideal: estar em dia com a balança auxilia na prevenção ao câncer do endométrio, útero, mama e outros.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Saiba mais em: https://goo.gl/pSiqyR

Obesidade Infantil

De acordo com entidades líderes em estudos da obesidade infantil, o Brasil é vice-líder da epidemia entre crianças de nove e onze anos, atrás somente da China e dos EUA, que dividem o primeiro lugar. Tomando ambos os sexos como parâmetro, nosso país lidera o ranking da obesidade infantil mundial na faixa etária.

Na média mundial, as crianças dessa idade costumam ficar sete horas sentadas e três em frente a algum tipo de tela: celular, tablet, televisão, etc. Isso comprova que quanto menor a faixa etária, mais propenso a obesidade a pessoa está. As gerações passadas tem em suas memórias o prazer das brincadeiras ao ar livre, o contato direto com outras crianças e com parques, coisas que as crianças da atualidade não tem com frequências em suas vidas.

<<Leia também: A verdade sobre as bebidas açucaradas e o consumo para crianças.>>

A grande parcela de tempo gasta com eletrônicos juntamente a alimentação desregulada pode acarretar outras doenças. Problemas cardiovasculares, hipertensão e diabetes são doenças que podem acometer crianças que sofrem com a epidemia.

Veja em quais as mudanças você pode apostar para combater a obesidade infantil

Já sabemos que a raiz do problema está na falta de exercício físico e na alimentação inadequada. Sendo assim, o tratamento deve ser multifuncional pois envolve diversos aspectos da saúde da criança: nutrição, condicionamento físico e até mesmo consultas com psicólogos. É necessário ressaltar a importância da família e de politicas públicas (como a necessidade de mais áreas verdes para incentivar exercício entre os pequenos) nesse processo de tratamento da obesidade infantil.

<<Veja na integra: Brasil lidera o ranking de obesidade infantil mundial, entre meninos e meninas de 9 a 11 anos.>>

Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

10 mitos alimentares que vão por terra em 2018

Ainda existem muitas dúvidas sobre alimentação saudável. São tantos os mitos alimentares criados sobre o tema que fica difícil distinguir o que é verdadeiro e o que é falso sobre o assunto. Entretanto, a melhor maneira de descobrir qual a dieta mais indicada às suas necessidades é consultar um nutricionista, somente um profissional vai poder indicar os melhores alimentos para a sua saúde.

Para acabar com as suas dúvidas sobre alimentação o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, vai desvendar alguns mitos alimentares.

Alimentos naturais custam mais que os industrializados

Muitas pessoas acreditam que os alimentos industrializados são mais baratos que os naturais, mas isso não é verdade. A maior vantagem dos alimentos industrializados é a validade e não o seu custo.

LEIA TAMBÉM: Dica Alimentação: Carboidrato à noite engorda?

 A dupla arroz com feijão é calórica?

O prato tradicional dos brasileiros é uma combinação perfeita de carboidratos, fibras, proteínas e minerais. O arroz é uma fonte de carboidratos e nosso organismo precisa deles para funcionar corretamente, o que pode ser feito para melhorar a combinação é substituir o arroz branco por arroz integral.

Por causa do colesterol o ovo precisa ser evitado

Apesar de ter colesterol em sua composição, o colesterol encontrado no ovo é o HDL, conhecido como colesterol bom. O colesterol é importante para o organismo, pois contribuí na produção de hormônios femininos e masculinos, da bílis e vitamina D.

Proteínas animais são essenciais para a saúde

As proteínas animais podem ser eliminadas da dieta, entretanto, para manter a saúde é preciso equilibrar o cardápio com frutas, legumes, cereais e vegetais.

Suco de frutas é bom para crianças

Mesmo que o suco seja feito com frutas naturais a quantidade de açúcar encontrada neles é prejudicial à saúde dos pequenos. O recomendando é que as crianças consumam a fruta in natura.

Gelatina é boa para a saúde

A gelatina é um produto industrializado, por isso não possui nutrientes em sua composição.

Não tem problema consumir refrigerante zero açúcar

O refrigerante é um produto industrializado e como tal contém corantes, cafeína, sódio e aditivos químicos que são ruins para a saúde.

Fruta engorda

Mais um dos mitos alimentares que causa muitas dúvidas na hora de escolher a melhor dieta. Além de não engordar as frutas são essências para o bom funcionamento do organismo.

Pães e bolachas integrais são melhores que os refinados

Os pães integrais industrializados são preparados de maneira diferente dos caseiros, pois glúten é adicionado na receita para que os pães e bolachas integrais fiquem com uma textura similar aos refinados.

O leite é uma boa fonte de cálcio

Segundo estudos da OMS (Organização Mundial de Saúde) outras fontes de cálcio como feijão, ervilha, grão-de-bico e lentilha são melhores e mais saudáveis que o leite de vaca.

Se quiser saber mais sobre mitos alimentares acesse: https://goo.gl/kR2ron

 

 

 

Entenda as vantagens e desvantagens do consumo de adoçante

O adoçante é um produto muito utilizado por pessoas que desejam perder peso, apesar de ser uma substância que foi desenvolvida para pessoas que não podem ingerir açúcar. Alguns estudos mostraram que essa alternativa de edulcorantes com zero calorias pode não ser tão doce como todos acreditavam. Por isso antes de adicionar os adoçantes artificiais à sua dieta regular é preciso considerar os prós e os contras.

Adoçantes artificiais são utilizados como substitutos dos açúcares naturais como melaço e açúcar refinado por causa da ausência de calorias. Segundo um estudo a frutose um açúcar natural utilizado para adoçar bebidas em fast foods contribuiu para um aumento da obesidade. Pessoas que já sofriam de excesso de gordura tiveram um grande ganho de peso ao redor do estômago após ingerir grandes quantidades de frutose.

Os açúcares artificiais são substâncias que possuem zero açúcar, entretanto os açúcar natural tem poucas calorias, o açúcar refinado, por exemplo, tem 15 calorias por cada colher de chá.

<<Leia também: Mito ou verdade? – Adoçantes>>

Adoçante não provocam cáries

Os adoçantes não prejudicam a saúde bucal, isso porque as substâncias utilizadas nos adoçantes não favorecem o crescimento de bactérias.

Nem todos os adoçantes são indicados para diabéticos, é o caso dos adoçantes para alimentos e bebidas que são feitos de uma mistura de açúcares e edulcorantes. Por isso é importante verificar a indicação da embalagem antes de adquirir o adoçante.

Adoçante pode engordar!

Alimentos feitos com adoçantes podem sim engordar. Principalmente porque as pessoas tendem a comer mais quando acreditam que a comida é menos calórica, o que acaba criando um efeito colateral.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Apesar das opiniões divergentes sobre o uso de adoçantes, esses produtos vão continuar sendo uma opção viável e estarão disponíveis para compra. Encontre mais informações sobre o assunto no link: https://goo.gl/uPKztF

A verdade sobre as bebidas açucaradas e o consumo para crianças

O modo como a alimentação das crianças e seu estilo de vida influenciam em sua saúde é cada vez mais preocupante. Com o avanço da tecnologia, os pequenos têm contato com computadores, tablets e celulares cada vez mais cedo.  Com isso, brincadeiras ao ar livre tornam-se mais raras. O tempo gasto em brinquedos tecnológicos somado a uma má alimentação é prejudicial para as crianças. Mas como bebidas açucaradas podem piorar esse quadro? 

Estudos realizados em 2012 nos EUA confirmam que quase um quarto das crianças estadunidenses entre 12 e 19 anos tem diabetes tipo 2 ou pré-diabetes. O excesso de açúcar presente em bebidas açucaradas está associado com diabetes tipo 2, doenças cardíacas e problemas dentários. Quanto mais jovem a pessoa é ao ser diagnosticada, maior o risco de obter doenças que podem levar a cegueira. A diabetes pode causar ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais também.  

<<Leia também: Saúde renal das crianças>>

Mudando essa perspectiva: como contornar as bebidas açucaradas em busca de uma vida melhor

O excesso de bebidas açucaradas torna a manutenção de um peso saudável na infância muito mais difícil. O Brasil é vice-líder no ranking mundial de obesidade infantil, atrás de EUA e China que dividem o primeiro lugar. O consumo de bebidas açucaradas são uma pequena parcela do número total de calorias consumidas. Porém elas contribuem para o ganho de peso, além de não terem valor nutricional. 

É recomendável que os pais ofereçam para as crianças água e leite como bebidas frequentes. Sucos naturais, sem conservantes ou adoçantes em excesso também são uma boa dica. O consumo de bebidas açucaradas não precisa ser necessariamente proibido, uma vez por semana especialistas confirmam que não há grande problema. Porém é importante ensinar as crianças a consumirem bebidas benéficas até mesmo fora de casa, além de manterem hábitos saudáveis.

blog Homeopatia e Saúde  é uma publicação ligada à Clínica Similia e ao Dr. Ariovaldo Ribeiro Filho e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Conheça as frutas que são as maiores aliadas e as maiores vilãs da dieta

Quando pensamos em perder peso, logo achamos que substituir grande parte de nossa alimentação por frutas seja a saída. Ricas em vitaminas, minerais e fibras, o consumo é recomendado diariamente entre três a cinco porções. Ao ingerirmos com regularidade nos sentimos dispostos e satisfeitos com maior frequênciaPorém isso não significa que todas as frutas auxiliem na perda de peso.  

<<Leia também: Aproveite as frutas da Estação!>>

As maiores aliadas

Quando o assunto é perda de peso as mais recomendadas são morango, maça e kiwi, por terem a menor quantidade de calorias a cada 100g. A maçã é solúvel e traz sensação de saciedade, além de ser pouco calórica. O melão e a melancia por possuírem muita água ajudam na desintoxicação do organismo, complementando a quantidade de vitaminas e minerais, além de terem poucas calorias. A pêra aumenta a sensação de saciedade e ajuda na regulação do intestino, assim como a laranja. A uva combate os radicais livres e é antioxidante, além de estimular o emagrecimento. Uma outra dica é apostar nas frutas entre intervalos de refeiçoes, lanches da tarde e sobremesas. 

Vilãs na dieta

Todas as frutas são necessárias e devemos consumir até mesmo as calóricas. Porém é necessário o equilíbrio entre a ingestão eliminação das calorias. 

Algumas futas ão ricas em lipídios e se consumidas em grandes quantidades levam ao ganho de peso. Entre elas a maior vilã é o abacate, por possuir mais gordura. No Brasil, o abacate é consumido com açúcar e complementos como granola, cereais, etc. Na maioria de outros países ele é consumido na salada, sem adição de açucares. Juntamente com o abacate, coco, açaí, manga, frutas secas e oleaginosas são as mais perigosas na dieta.

Vale ressaltar a importância de consultar um especialista. Cada organismo reage de uma forma e necessita de determinadas quantidades de alimentos na dieta.

Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Consumir açúcar em excesso compromete saúde mental

Homens que consomem mais açúcar têm mais probabilidade de desenvolverem problemas de saúde mental como depressão e ansiedade comparado com os que consomem menos açúcar, de acordo com pesquisa da University College London. O estudo mostrou também que ter algum tipo de transtorno de humor não torna a pessoa mais inclinada a consumir alimentos com alto teor de açúcar.

A pesquisa da (UCL) foi realizada durante 22 anos, entre 1983 e 2013, e analisou a ingestão de açúcar de alimentos e bebidas, com a ocorrência de transtornos de saúde mental em mais de 5 mil homens e mais de 2 mil mulheres.

Embora estudos anteriores tenham encontrado uma relação entre o consumo de alimentos ricos em açúcar e a depressão, nenhum deles tinha feito, ainda, o estudo inverso. Descobrir se as pessoas que sofrem de ansiedade e depressão tendem a consumir mais alimentos e bebidas ricos em açúcar. Esse poderia ser a principal razão pela qual existe a crença na relação entre a ingestão de açúcar e saúde mental fragilizada. Embora o estudo tenha procurado essa relação não encontrou nada que provasse tal crença. Pois homens e mulheres com transtornos mentais não se mostraram mais propensos a consumir açúcar em excesso.

Como resultado o estudo provou que a saúde mental é prejudicada por causa da alta ingestão de açúcar.

No decorrer do estudo foi observado que homens e mulheres com distúrbios de humor que consumiam muito açúcar também se mostravam mais propensos a ficarem deprimidos depois de 5 anos, em comparação com aqueles que consumiam menos açúcar. Entretanto esse resultado também teve influência de outros fatores como social, dieta, saúde e demográfico.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, recomenda uma dieta equilibrada e a prática de atividade física para garantir uma vida mais saudável. Saiba mais sobre o assunto em: https://goo.gl/Gpt8Vx

Obesidade infantil, precisamos falar sobre isso

A obesidade infantil já é um dos maiores desafios de saúde do século XXI. É um problema global que afeta crianças de todas as classes sociais, principalmente aquelas que vivem nos grandes centros urbanos. O número de crianças com excesso de peso cresceu de forma alarmante nos últimos anos. O Blog Homeopatia e Saúde conversou com a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, Pediatra e Homeopata da Clínica Similia e traz dicas valiosas para as famílias.

Crianças com sobrepeso tendem a manter o excesso de peso também na idade adulta e são mais propensas a desenvolver doenças não transmissíveis como a diabetes e problemas cardiovasculares ainda muito jovens. A obesidade e o sobrepeso são problemas, que na maior parte dos casos, podem ser evitados. Os casos de obesidade infantil precisam de atenção urgente de toda a sociedade.

Hoje em dia as famílias estão pressionadas a terem uma vida com mais saúde, mas esquecem que a saúde é construída no dia a dia. Sendo assim, uma memória alimentar saudável começa a ser construída desde o primeiro dia de vida desta criança. É o LEITE MATERNO. O alimento ideal para os bebes humanos até seus 6-8 meses de vida. A criança crescendo a família deve buscar os alimentos na natureza, evitando os industrializados, que podem originar as alergias alimentares. Aqui, vale colocar, que a sensibilização do bebe a determinados alimentos pode começar ainda na vida intrauterina, cabendo a gestante já procurar fazer escolhas alimentares mais naturais”, recomenda Dra. Ana Lucia Dias Paulo. 

Dietas erratas – obesidade infantil

As principais causas do crescimento da obesidade infantil são as mudanças nas dietas das crianças que passaram a consumir mais alimentos ricos em açúcares e gordura, que são pobres em nutrientes como vitaminas e minerais, ou seja, os industrializados. Assim como a diminuição das atividades físicas.

Crianças obesas podem sofrer de problemas emocionais como a baixa autoestima. Uma vez que podem ser provocadas, intimidadas ou rejeitadas pelos colegas. Crianças que estão infelizes com o seu peso corporal são mais propensas a distúrbios alimentares, depressão e abuso de medicamentos.

Os pais podem ajudar os filhos na luta contra a balança criando hábitos alimentares mais saudáveis, oferecendo as crianças pratos mais nutritivos e lanches com a quantidade adequada de calorias. Os pais também podem substituir ingredientes e transformas os pratos favoritos das crianças em refeições mais saudáveis. Como também podem reduzir a guloseimas que são ricas em calorias. “As crianças seguem os exemplos e imitam os adultos. Os responsáveis mantendo uma alimentação saudável, estarão contribuindo para a alimentação saudável das crianças. Sendo verdadeiros com seus filhos”, completa Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Para incentivar os filhos a praticarem atividades físicas regularmente os pais podem servir de exemplo também. Para isso basta incluir os exercícios físicos a sua própria rotina e encorajar os filhos a participarem das atividades junto.

Frutas e legumes da Primavera

Finalmente chegou a estação mais colorida e perfumada do ano. Graças ao calor que chega junto com as cores da primavera é hora de sair e aproveitar os dias mais longos e ensolarados. Entretanto, já que durante o inverno as pessoas comem mais, com a chegada da nova estação temor o retorna da rotina de dietas e academia. Para ajudar você neste momento de desapego de gordura corporal vamos passar a lista de frutas e legumes da primavera, são os vegetais típicos dessa estação do ano.

Ao comprar os vegetais da estação você economiza dinheiro na hora de preparar as suas refeições fitness, pois em razão da oferta maior desses alimentos o seu custo tende a cair.

Vamos começar com os legumes

Berinjela: legumes que substituí a massa da lasanha na hora de preparar esse prato de uma maneira mais saudável. Dentre os benefícios da berinjela temos a melhora das funções do cérebro; ajuda a prevenir anemia por causa da quantidade de minerais encontrados como ferro e cobre; regula o diabetes.

Abóbora: melhora a saúde da próstata; alimento de baixa caloria que ajuda na dieta; melhora a visão.

Batata-doce: a queridinha das dietas e que já conquistaram uma legião de fãs pelo planeta, pois são alimentos ricos em vitamina B6; também é uma ótima fonte de vitamina C; possuem ferro e por isso ajudam a melhorar o sistema imunológico; ajudam a combater os efeitos do envelhecimento.

Brócolis: reduz o colesterol por ser um alimento rico em fibras; reduz as inflamações e reações alérgicas; um ótimo alimento que ajuda na desintoxicação; vegetal antienvelhecimento.

As frutas da estação

Morango: alimento com propriedades antienvelhecimento; ajuda a reduzir a pressão arterial; melhora as funções cardíacas.

Abacaxi: melhora a saúde celular; regula a pressão arterial; melhora a circulação sanguínea.

Mamão: dá aquela ajuda nos casos de artrite; alivia as dores menstruais; reduz os sinais de envelhecimento; acelera o crescimento dos cabelos.

Laranja: ajuda a prevenir diversos tipos de câncer; elimina as pedras dos rins; regula a quantidade de açúcar do sangue; um ótimo alimento para o sistema respiratório.

Maça: previne o Alzheimer; proteção contra o Parkinson; diminui o risco de diabetes; reduz o colesterol; alimento desintoxicante; ajuda a prevenir a catarata.

Maracujá: fruta rica em vitamina A; reduz a pressão sanguínea; é uma grande aliada nos casos de insônia; diminui os riscos de anemia; melhora o sistema cardiovascular.

E por último as hortaliças da primavera

Escarola: ajuda a proteger as células do corpo da ação dos radicais livres; previne doenças cardiovasculares; ajuda a melhorar o sistema imunológico.

Mostarda: ajuda a controlar os sintomas da asma; alivia as dores causadas pelo reumatismo, artrite e dores musculares; estimula o crescimento dos cabelos; ajuda a combater as infecções de pele; ajuda a reduzir a constipação.

Espinafre: regula a pressão arterial; diminui os riscos de catarata; melhora o metabolismo;

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita no poder da transformação através da alimentação, para mais informações acesse: https://goo.gl/5r5aoy

 

TAGS: Primavera, Alimentos, Verduras, Saúde, Saudável

Canela pode agravar hipotireoidismo

A canela é um ingrediente muito utilizado na gastronomia para dar sabor aos alimentos, porém apesar de todo o aroma que a canela adiciona aos pratos nem todos podem desfrutar de seus benefícios.

Segundo um estudo desenvolvido pela professora da Universidade Federal Fluminense Karen Oliveira a canela um ingrediente famoso por se tratar de um alimento termogênico, em pacientes que sofrem de hipotireoidismo pode causar efeitos negativos.

Análises realizadas em ratos de laboratório apresentaram uma diminuição do nível do hormônio tireoidiano na corrente sanguínea dos animais saudáveis. Como a canela tem a capacidade de diminuir o hormônio T3 a níveis indetectáveis o seu consumo seria prejudicial às pessoas que sofrem com o hipotireoidismo.

Considerando a análise feita nos animais podemos ponderar que o consumo de canela por indivíduos com hipotireoidismo não seja uma boa ideia. Além da redução dos níveis de T3 verificadas pelo estudo, a canela também proporcionou um aumento do LDL, o colesterol ruim, na avaliação realizada nos roedores com hipotireoidismo.

Toda vez que pensamos em interferências no sistema endócrino associamos isso a substâncias químicas, e esquecemos que os alimentos também podem interferir em nosso organismo de maneira positiva ou negativa.

Para que o estudo fosse possível os roedores consumiram de 3 a 4gr de canela diariamente. Entretanto a pesquisadora explica que somente após os testes serem realizados com humanos será possível verificar se o mesmo fenômeno se repete.

As análises de Karen mostram que durante o período de lactação em ratos a canela leva a transformações endócrinas, o que causa obesidade nos filhotes quando atingem a idade adulta.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, compartilhou mais essa matéria interessante garimpada na internet, para mais curiosidades sobre o assunto acesse: https://goo.gl/D3GucL

TAGS: Canela, Hipotireoidismo, Termogênico, Colesterol

 

Boa notícia – Refrigerantes decidem diminuir os açúcares

Uma vida mais saudável depende de uma boa alimentação e prática de exercícios físicos. Na busca por uma vida com mais saúde e bem-estar as pessoas estão mudando os seus hábitos alimentares eliminando de suas rotinas alimentos prejudiciais à saúde, por isso o consumo de refrigerantes está em caindo em todo o mundo.

Por causa disso grandes empresas como a Coca-Cola estão investindo pesado em novos produtos e embalagens. Aliás 30% de seus produtos já tiveram redução de açúcar e 80% de seu catalogo de produtos tem opções com baixa ou sem calorias.

O Brasil é o quarto mercado da Coca-Cola em nível mundial, em razão disso o nosso país é um importante termômetro da empresa no que diz respeito ao público consumidor da marca e das transformações no estilo de vida da população mundial.

Como o brasileiro ama açúcar, afinal fomos educados pela cultura dos doces um característica do nosso DNA português. É preciso muito cuidado na hora de lançar novos produtos no mercado nacional, já que o mais doce é sempre o preferido dos brasileiros.

O trabalho de educação alimentar precisa ser um esforço conjunto entre sociedade, Governo e empresas.

Assim como foi feito no caso da redução de sódio dos alimentos o Ministério da Saúde está elaborando um plano para reduzir a quantidade de açúcar dos alimentos.

Na tentativa de reduzir a ingestão de bebidas açucaradas o Ministro Barros Apresentou em junho um projeto de lei que pretende acabar com as opções de refil dos refrigerantes, uma vez que essa prática aumenta em 30% a ingestão de refrigerante.

Esse é um artigo que o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe até você para destacar a importância de reduzir a ingestão de açúcar para melhorar a sua saúde e bem-estar. Se quiser saber mais sobre o assunto acesse: https://goo.gl/7P3pMc

 

 

 

TAGS: Refrigerante, Açúcar, Dieta, Saúde, Baixa caloria

Bactérias que vivem no seu intestino afetam suas emoções

Um estudo científico comprovou a conexão entre as bactérias encontradas no intestino e o nosso estado de humor. Essas bactérias além de auxiliar na digestão também interferem no nosso emocional.

Para que o estudo fosse possível as fezes de 40 voluntárias, com idades entre 18 e 55 anos, foram analisadas.

Depois da análise as mulheres foram divididas em dois grupos: no primeiro grupo ficaram as voluntárias com mais bactérias do tipo bacteroides, no segundo grupo as voluntárias com mais bactérias do tipo Prevotella.

As bactérias do tipo bacteroides são comuns em dietas com mais oferta de proteína animal, já as prevotella são encontradas em dietas baseadas em pães, massas e alimentos preparados com farinha. Isso significa que é possível controlar os níveis dessas bactérias através dos alimentos consumidos.

No grupo onde os bacteroides são mais presentes o córtex frontal e a insulina são mais espessos. Essas são regiões responsáveis pela memória de longo prazo, a introspecção e outras habilidades complexas.

O hipocampo é mais ativo neste grupo também, ele é responsável pela memória de curto prazo. Assim em 66,7% das voluntárias desse grupo as imagens negativas não causaram uma reação intensa.

Já no grupo onde a presença de prevotella é maior as reações após o experimento foram mais marcantes. Esta reação emocional intensa pode ter relação com as amígdalas e regiões basais.

Para os pesquisadores que conduziram o estudo o hipocampo também ajuda a regular as emoções, uma vez que pessoas com o hipocampo mais gordinho suportam mais as variações de humor.

Essa pesquisa também comprovou que somos o que comemos, pois a alimentação interfere no nosso estado de humor. Assim como nossa cultura alimentar pode influenciar o funcionamento do cérebro e como reagimos ao mundo.

Essa é mais uma matéria do Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, que mostra como a nossa dieta pode interferir em nosso humor. Para saber mais acesse:

TAGS: Intestino, Dieta, Alimentação, Bom humor, Emocional

 

Quer emagrecer e ainda gastar pouco: programe-se

Manter uma alimentação equilibrada é essencial para a sua saúde e bem-estar, para ter uma alimentação saudável é preciso incluir vegetais e frutas nas refeições diárias. O Blog Homeopatia e Saúde, dá a dica: quer emagrecer e ainda gastar pouco: programe-se.

Para conquistar um cardápio balanceado, planejar as refeições é o melhor caminho, pois com planejamento podemos economizar na hora de preparar os pratos do dia, ou semana, já que dá para comprar os ingredientes com antecedência e prepara-los com o devido cuidado. Além de proporcionar uma dieta mais benéfica para o organismo.

Preparar marmitas também é uma boa opção para quem quer manter uma alimentação mais equilibrada, pois elas podem ser congeladas e consumidas quando necessário.

A seguir vamos mostrar dicas das famosas na hora de preparar suas marmitas para a semana.

Dicas das famosas

Potes com divisórias são os escolhidos da fisioterapeuta Marcela Paim, em suas refeições ela usa vegetais como brócolis, berinjela assada e tomate cereja, intercalando carne e frango no decorrer da semana.

A modelo Gracyanne Barbosa também é uma adepta das marmitas no momento das refeições do dia a dia, ela prepara pratos que incluem couve-flor, brócolis, salmão com vagem, tomate cereja e aspargos.

Juju Salimeni mantém a forma preparando sua própria refeição. Juju diz ainda que menos é mais, uma de suas opções favoritas é o hambúrguer de patinho com arroz integral e legumes cozido, simples e saboroso.

Nas refeições do dia a dia a blogueira Juliana Ferreira prepara com antecedência as refeições da semana, ela faz pratos simples como frango grelhado com batata doce e legumes, no jantar frango com batata doce e brócolis.

Planejar as refeições da semana, assim como os lanches facilitou a rotina da engenheira civil Jenifer Tertuliano. Para o almoço ela prepara frango em cubos com brócolis e arroz integral, a salada é colocada em outro pote e precisa ser mantida na geladeira até o momento de consumir. Se preferir a alface pode ser cortado na hora para não soltar água.

Rebeca Oliveira gosta de colorir os pratos escolhendo bem os alimentos, a blogueira costuma incluir diversos legumes para deixar a refeição mais nutritiva e rica.

Peixes também precisam fazer parte da deita, por isso a comissária de bordo Cimara Moutinho combina filé de Tilápia com arroz integral e brócolis.

Os adeptos das dietas vegetarianas podem preparar as suas marmitas utilizando vários tipos de legumes como berinjela e cenoura, esse é o caso da bibliotecária Adriana Ornellas que cria pratos como feijão branco com linguiça de tofu e soja e abobrinha e berinjela refogados com brócolis.

Levar a marmita para a faculdade é uma ótima alternativa para manter uma alimentação saudável e balanceada, essa foi a solução encontrada pela estudante Bárbara Cavalcanti, que usa duas proteínas (peixe e frango) além de brócolis, couve-flor e ovo de codorna para preparar as refeições da semana.

Para aqueles que não aguentam mais comer batata doce, o vegetal pode ser substituído pela mandioca, Guilherme Paiva é um paulista que gosta de usar a mandioca como acompanhamento de frango e legumes variados.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, pretende com esse artigo mostrar que com planejamento é possível criar um cardápio para a semana saudável e nutritivo. Para matéria completa acesse: https://goo.gl/hrsCYr

Consulte sempre um nutricionista.

 

TAGS: Marmita, Cardápio, Alimentação balanceada, Saúde

Como você trata da saúde?

Para manter-se o mais saudável é preciso cuidar da própria saúde, bem como manter hábitos que garantam o seu bem-estar. Isso pode ser conquistado com algumas mudanças na rotina, para isso é preciso eliminar alguns hábitos ruins e acrescentar outros melhores. Também é interessante ficar atento a qualquer tipo de alteração no organismo, afinal o nosso corpo fala.

Mas antes de tomar qualquer tipo de atitude é necessário conversar com um médico de sua confiança sobre como manter um estilo de vida mais saudável e evitar atividades que possam prejudicar a sua saúde.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, lista a seguir algumas atitudes que vão melhorar a sua saúde.

Beba muita água para manter o corpo hidrato.

Para de fumar. Esse hábito é muito prejudicial à saúde de seus pulmões, evite também a exposição a fumaça do cigarro.

Mantenha uma dieta balanceada e nutritiva, inclua fruta e vegetais na sua alimentação. Para manter uma dieta equilibrada não é preciso abrir mão das guloseimas, basta não exagerar no consumo dessas delicias.

Faça exercícios físicos todos os dias, se possível, ou pelo menos de três a quatro vezes por semana. Além de melhorar a mente e o humor a prática de exercícios ajuda o corpo a permanecer forte e resistente às doenças.

Evite bebidas alcoólicas. Beber afeta os órgãos vitais, independente da quantidade ingerida é um bastante hábito prejudicial à saúde.

Reduza a ingestão de sal, pois o sódio eleva a pressão arterial.

O sono não é bom só para o corpo, mas para a mente também. Afinal com o corpo e mente bem descansado podemos realizar coisas incríveis. Por isso ter uma boa noite de sono é essencial para o seu bem-estar. Segundo especialista um adulto precisa dormir de 7 a 9 horas por dia.

Reserve um tempo para curtir com a família, amigos, descansar, ou para fazer atividades que dão prazer.

Saiba mais sobre esse assunto no link: https://goo.gl/S3yV4r

TAGS: Saúde, Bem-estar, Cuidados, Exercícios físicos

Por que o feijão carioquinha não é o principal do RJ?

O feijão carioca é a variedade mais consumida em todo o Brasil, de norte a sul ele é o principal acompanhamento do arroz nos pratos dos brasileiros. Entretanto o Rio de Janeiro é um dos Estados que é uma exceção a regra, pois no Rio o feijão preto é o preferido da população para fazer dupla com o arroz, enquanto no restante do território nacional o feijão preto só é utilizado em algumas receitas como no caso da feijoada.

Ainda no século XIX, durante as expedições dos bandeirantes que o feijão marrom foi incorporado as refeições dos brasileiros. Enquanto no Rio de Janeiro com a criação da feijoada o feijão preto se popularizou e os cariocas mantiveram essa preferência até os dias atuais.

Para destacar a importância do feijão para a nossa saúde e bem-estar vamos listar alguns de seus benefícios:

Os feijões são alimentos abundantes em fibras solúveis, que podem diminuir os níveis do colesterol e triglicerídeos;

Alimento de baixo valor glicêmico os feijão tem uma excelente combinação de carboidratos e proteínas complexas. Por isso a digestão do feijão é mais lenta, o que pode ajudar a estabilizar a glicemia reduzindo a fadiga e a irritabilidade;

Especialistas indicam a ingestão semanal de 2 a 3 xícaras de feijão para promover a saúde e reduzir o risco de doenças crônicas, como o câncer. Isso graças a abundancia de fibra e antioxidantes;

Por ser um alimento rico em fibras o feijão auxilia na regularização das funções do intestino evitando a constipação;

Como os feijões são absorvidos pelo organismo mais lentamente do que outros carboidratos complexos, eles podem ajudar na perda de peso, mantendo a sensação de saciedade por mais tempo sem terem uma quantidade elevada de calorias;

O feijão é uma fonte de proteínas mais barato, se compararmos com a carne, por exemplo:

Além de proteínas e carboidratos o feijão é repleto de vitaminas, minerais (como ferro, folato, cobre, fósforo, manganês, magnésio, zinco e potássio) e antioxidantes;

O feijão é um alimento muito versátil que pode ser preparado de diversas maneiras.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, para matéria completa: https://goo.gl/PMVrtA

TAGS: Feijão, Carboidratos, Feijão Carioca, Bandeirantes, Rio de Janeiro

Qual o seu tipo de metabolismo?

A nutrigenômica, ciência que estuda como a constituição genética de uma pessoa interfere no resultado da dieta, pode ser uma opção saudável no combate ao excesso de peso.

Pois nutrigenômica considera que cada pessoa possui um metabolismo diferente, e para isso ela separou os indivíduos em 3 grupos diferentes: os tipo carbo, tipo proteína e tipo misto, considerando os genes de cada sujeito. Assim que o tipo é identificado a pessoa pode comer a vontade, desde que respeite as indicações.

Para determinar o perfil bioquímico-metabólico e descobrir as necessidades de seu organismo variáveis como: condições físicas, estilo de vida, aspectos psicológicos e mentais, idade, e até o clima do lugar onde a pessoa vive são considerados. Exames clínicos e de laboratório também são realizados para determinar o tipo metabólico.

Para descobrir qual o seu tipo metabólico é só responder as perguntas abaixo com sim ou não:

Meu apetite no café da manhã é forte?

No almoço meu apetite é forte?

E no jantar meu apetite é forte?

Ficar mais de 4 horas sem comer é difícil?

Sinto-me faminto e necessito de lanches entre as refeições regularmente?

Vivo para comer e não como para viver?

Carne ou peixe nas refeições me deixa com mais energia?

Refeição vegetariana não satisfaz a minha fome?

Ingerir carne ou alimento gorduroso restaura minha energia?

Gosto mais de alimento salgado e gorduroso que os doces?

Consumir somente frutas não me satisfaz?

É muito difícil ficar de jejum?

Comer antes de dormir melhora o sono?

Beber suco de laranja pela manhã não me faz bem?

Café me deixa acelerado, nervoso e com tremores?

Meus olhos e nariz costumam ficar úmidos?

Durante o dia preciso urinar muitas vezes?

Frequentemente tenho que tossir e limpar a garganta?

Prefiro dormir pela manhã?

Quando me corto a ferida cicatriza rapidamente?

 

Resultado:

Se marcou 18 ou mais vezes “não” você é do tipo Carbo: invista nas proteínas leves como as vegetais ou derivadas do leite, reduza os laticínios e procure alimentos com baixo teor de gordura. Verduras, frutas, legumes e grãos são excelentes opções, mas o excesso de gordura e proteína absorvem suas energias causando irritação e ansiedade.

Se marcou 18 ou mais vezes “sim” o seu tipo é Proteína: prefira as proteínas, de preferências as de origem animal, consuma vegetais pobres em amido como alface, repolho, grãos, porém evite farinhas refinadas. Evite frutas em grandes quantidades, margarina e óleos hidrogenados.

Mas se marcou menos 18 respostas “sim” e “não” o seu tipo é Misto: inclua proteína nos lanches, a vontade de comer doces após as refeições pode indicar ingestão em excesso de grãos, bem como a vontade de comer doces após o consumo de frutas indica excesso de carboidratos e pouca proteína, diminuir o consumo de qualquer tipo de açúcar.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, para matéria completa visite: https://goo.gl/pbJS5L

 

 

TAGS: Metabolismo, Dieta, Carboidratos, Proteínas

Quantas vezes você faz o número 2 por dia?

Os problemas intestinais são muito frequentes, e as mulheres são as que mais sofrem por causa deles, sendo que a reclamação mais comum é a prisão de ventre, em alguns casos esse problema é físico, mas em outros podem ter origem psicológica ou emocional. Seja qual for o motivo o uso de laxantes não é recomendável porque pode causar consequências indesejadas.

Se a prisão de ventre é um problema e a intestino solto demais pode causar incomodo, como saber qual a frequência considerada “normal” de uso do banheiro, para responder essa questão é preciso saber qual é a frequência saudável de evacuação.

Segundo Alexandre Fonoff coloproctologista e coordenador do Centro de Coloproctologia do Hospital Samaritano em São Paulo, a frequência evacuatória considerada saudável é de 3 vezes ao dia até 1 vez a cada 3 dias, entretanto esse ritmo só é considerado normal se fizer parte da rotina do indivíduo. Porém se uma pessoa que tinha uma frequência de 3 vezes ao dia desde a infância essa rotina altera para 1 vez a cada 3 dias, isso pode ser um indício de que alguma coisa mudou e precisa ser investigado, acrescentou Fonoff.

O nosso organismo é capaz de guardar excrementos por uma semana ou mais, porém isso não é uma coisa boa, pois quanto mais tempo parado em nosso corpo mais seco eles ficam dificultando a evacuação, por isso evacuar frequentemente é tão importante.

Outro problema que surge ao evitar as visitas ao banheiro é o acumulo de gases, que pode causar dores nas costas, inchaço, desconforto abdominal dentre outros malefícios ao organismo.

O melhor momento para ir ao banheiro é quando existir uma solicitação natural do organismo, em outras palavras toda vez que tiver vontade, já que o corpo se manifesta através de contrações intestinais e, geralmente, isso acontece nas primeiras horas do dia.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais esse artigo interessante retirado da web, para matéria completa: https://goo.gl/BoVNED

 

TAGS: Prisão de ventre, Cocô, Evacuação, Desconforto Abdominal

Pizza – Opções saudáveis

Dia 10 de julho é o dia Internacional da Pizza, foi nessa data que o rei Umberto e a rainha Margherita provaram a pizza pela primeira vez. Um dia onde esse pão plano que é assado e coberto de molho de tomate e queijo é apreciado em todo o mundo. São diversas as opções de molhos e coberturas que podem ser colocadas sobre a pizza, incluindo vegetais, carnes e frutos do mar. A origem da pizza ainda gera muitas controvérsias, mas a pizza como nós conhecemos foi criada em Nápoles, Itália, no século 10, e desde então tornou-se um dos alimentos mais populares do mundo.

A pizza é um dos alimentos mais consumidos em nosso planeta. No Brasil são consumidas 1 milhão de pizzas todos os dias, só em São Paulo são 572 mil discos dia fazendo dela a segunda cidade que mais consome esse alimento em todo mundo, ficando atrás apenas de Nova York. Enquanto na Itália são devoradas 1,8 bilhões de pizzas anualmente.

Vista como vilã da dieta a pizza pode ser preparada em versões light utilizando ingredientes mais saudáveis como: verduras, legumes, queijos e carnes magras. O importante é escolher o ingrediente certo para não prejudicar a dieta.

A seguir algumas dicas que vão deixar o preparo de sua pizza mais saudável:

Quando for preparar a massa substitua a farinha branca por farinha de trigo 100% integral, ou farinhas enriquecidas por grãos para o preparo de uma pizza mais nutritiva, saudável e com menor índice glicêmico.

O pão sírio também pode ser usado no preparo da pizza, aqui vale a dica de também escolher a versão integral da massa.

Para deixar a massa mais saudável e crocante adicione quinoa à massa, linhaça e chia também poder ser utilizadas para substituir a quinoa.

Quando for fazer o molho opte pelo clássico molho de tomate caseiro, evite usar os molhos prontos que possuem elevada concentração de sódio, conservantes e outros ingredientes desnecessários, por isso o ideal é preparar o próprio molho.

Fatiar o tomate direto sobre a massa é uma opção para quem não quer fazer o próprio molho.

O molho pesto pode ser usado no preparo da pizza.

Algumas opções de pizza saudáveis:

Pizza na massa de wrap: aqui o wrap, nas versões light, fit ou integral, é utilizado como base para o preparo da pizza.

Pizza de frango e rúcula: para o preparo dessa pizza o pão sírio e o wrap podem substituir a massa.

Pizza de berinjela: nessa receita o grande diferencial é que a berinjela é usada no lugar da massa.

Pizza vegetariana: feita com massa de farinha integral onde diversos legumes são usados no seu preparo.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, sabe o quanto os brasileiros gostam e consomem pizza, entretanto para aqueles que não podem ficar sem um pedaço de pizza indicamos o consumo 1 vez por semana. Para receitas e matéria completa acesse: https://goo.gl/pHtHJy

 

TAGS: Pizza, Alimentação, Consumo, Saudável

Frutas, legumes e verduras típicas do inverno

Chegou o inverno e o tempinho frio pede aquela sopa e caldo quentinho. Nesta época do ano percebemos um aumento do nosso apetite. Também temos mais vontade de comer alimentos gordurosos e calóricos.

Mas isso tem uma explicação, no inverno gastamos mais energia para manter a temperatura corporal, e para equilibrar essa perda temos que ingerir mais calorias. Por isso é preciso ter cuidado redobrado nessa época do ano, pois, senão fizermos um controle de nossa alimentação corremos o risco de entrar na primavera com excesso de peso e com o colesterol alterado.

Uma coisa que pode ajudar a manter a dieta no inverno é optar pelo consumo das frutas, legumes e verduras da estação.

Frutas

Dentre as frutas típicas da estação temos: a laranja lima, laranja pera, mexerica e morango, que são ricas em vitaminas C. O mamão formosa, a carambola e o kiwi também são ótimas opções de consumo.

Legumes

Temos batata-doce, cará, abóbora, ervilha comum, ervilha torta, cogumelo, inhame, mandioca, mandioquinha e pimentão vermelho. Não podemos esquecer o pinhão que é rico em gorduras insaturadas, que são ótimas para a saúde do nosso coração, e também é típico das festas juninas.

Verduras

As verduras típicas do inverno são: o brócolis, a couve, couve-flor, espinafre, palmito, agrião, chicória, mostarda e rúcula.

Aproveite os alimentos da estação na preparação de alimentos que são a cara do inverno como os caldos e sopas.

Os chás também são uma boa alternativa para se aquecer o inverno, eles possuem vários benefícios como proteção das artérias e ajudam na digestão, além de ter efeito antioxidante e anti-inflamatório.

A canela que tem ação estimulante, também pode ser usada em diversas receitas, ela ajuda na digestão, diminuiu o colesterol LDL, controla a glicose, também possui propriedades termogênicas e antidiarreicas.

Artigo do Blog Homeopatia e Saúde, que é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, para mais informações sobre o assunto acesse: https://goo.gl/ao9jIj

TAGS: Inverno, Alimentos, Frutas, Legumes, Dieta