Monthly Archives: Abril 2018

Doença mão pé boca

Doença mão pé boca é uma doença muito comum, causada pelo vírus Coxsackie. Ocorre mais frequentemente em bebês e crianças com menos de 7 anos de idade. A doença mão pé boca ocorre mais no verão e outono, quando as crianças estão iniciando ou retornando à escola.

A maior parte dos vírus que causam a doença mão pé boca m no intestino, por isso a doença, geralmente, é transmitida pelas fezes. Em alguns casos a criança e o adulto entram em contato com o vírus durante a troca de fraldas. A transmissão fecal-oral é a forma mais comum de contágio. Mas a doença mão pé boca também pode ser transmitida por meio da tosse, secreções orais e líquido das bolhas da doença.

Os principais sintomas da doença mão pé boca são: dor de cabeça, febre, falta de apetite e dor de garganta intensa. Mas o sintoma mais visível da doença são coceira e micro bolhas nos pés e mãos.

Assim como ocorre com a maioria das infecções virais a doença se manifesta através de uma sensação de mal estar que dura um dia.

Como prevenir a doença mão pé boca

Lave as mãos com água e sabão antes e depois de comer, e toda vez que usar o banheiro;

Evite compartilhar bebidas, alimentos, utensílios, escova de dente e toalha com outras pessoas;

Evite tocar na boca, nariz e olhos quando estiver com as mãos sujas;

Mantenha limpos brinquedos e superfícies que são tocadas com frequência pelas crianças.

Se possível, tente isolar a criança infectada do restante da família. Uma vez que os indivíduos que contraem a doença de um membro da família tendem a ter uma versão mãos agressiva da enfermidade.

O Blog Homeopatia e Saúde, é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. O segredo para uma recuperação rápida é hidratação e descanso. Se quiser ler mais sobre a doença mão pé boca acesse: https://goo.gl/pkzqrr

Como o medicamento age no organismo?

Ao optarmos por medicamentos de uso oral, o medicamento atravessa a faringe, chegando ao esôfago. Logo depois, alcança o estomago e ao contrário do que costumamos pensar a maior absorção do medicamento não é realizada nesse órgão e sim no intestino.

Pelo intestino ser repleto de pequenos vasos sanguíneos ocorre a liberação de moléculas ativas que dissolvem o comprimido de maneira mais eficaz que em outros órgãos. A partir daí, os princípios ativos dos medicamentos atravessam as membranas presente no intestino e entram na corrente sanguínea.

<<Leia também: Alguns cuidados com o seu medicamento homeopático.>>

O caminho após o intestino: Veja como o medicamento age no organismo.

No interior da corrente sanguínea, o principio ativo do remédio começa a buscar o lugar exato em que precisa agir. O remédio só entra em ação de fato quando encontra moléculas do corpo chamadas de receptores. Cada órgão tem seus receptores específicos e o medicamento só surte efeito quando encontra o receptor que “encaixa” devidamente com sua fórmula química. O único lugar que o medicamento não circula é o cérebro. Esse órgão detêm uma proteção fisiológica chamada barreira hematoencefálica que previne a região de danos colaterais.

É importante salientar que cada remédio age de um jeito e além disso cada forma de consumo determina o tempo de efeito da medicação. Injeções tem efeito quase que imediato, por já alcançarem a corrente sanguínea. Assim como medicamentos que são colocados debaixo da língua tem seu processo acelerado por ser uma região repleta de pequenos vasos sanguíneos.

(Cada droga age de um jeito)

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

<<Veja na íntegra: Você sabe como o medicamento atua em seu organismo?>>

Antidepressivo mata mais que cocaína

Especialistas alertam sobre as consequências graves relacionadas ao abuso de medicamentos como o Rivotril. Por causa do aumento do uso desse tipo de medicamento alguns médicos já consideram que antidepressivo mata mais que drogas como cocaína.

Os antidepressivos são medicamentos utilizados para tratar a depressão. Além de tratar os transtornos depressivos os antidepressivos são utilizados para tratar outros problemas de origem psíquica como o transtorno de personalidade. Também possuem uma série de outros usos clínicos que vão desde o tratamento de transtornos de ansiedade, alimentares e no tratamento de dores crônicas, como a enxaqueca e outros problemas de saúde.

O antidepressivo mata, pois causa dependência da mesma forma que substâncias como álcool e cocaína. Pessoas que abusam do uso de antidepressivos experimentam a mesma dependência que outras drogas causam ao organismo.

A dependência de antidepressivos pode surgir em pessoas que nunca precisaram do medicamento. Uma vez que muitas pessoas são diagnosticadas erroneamente com depressão e começam a ingerir antidepressivos. De acordo com estudos médicos diagnosticaram quase 2/3 dos pacientes com depressão e prescreveram antidepressivos desnecessários.

O fato de que o antidepressivo mata ainda não é uma unanimidade dentro da comunidade médica. Os médicos ainda discutem sobre a natureza do vício em antidepressivos. Porém a grande maioria já considera que esses medicamentos causam dependência. Outros apontam para os sintomas de abstinência causados pelos antidepressivos como evidência do vício causado por esses medicamentos.

Embora exista o risco em tomar antidepressivos, não devemos esquecer que esses medicamentos ajudam pessoas a viverem melhor e serem mais funcional. Quando o antidepressivo é prescrito corretamente faz toda a diferença na vida do indivíduo.

Assim como tudo na vida o antidepressivo mata quando não é utilizado da forma correta. Procure sempre um médico antes de utilizar qualquer tipo de medicamento.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Leia mais sobre o assunto no link: https://goo.gl/KD9THK

Álcool causa câncer e danifica DNA

Pesquisadores de Cambridge comprovaram a relação do consumo de álcool com o surgimento de tumores através de um estudo apoiado pelo Cancer Research, da Inglaterra. É mais real do que nunca: o álcool causa câncer.

Nossas células e o álcool: Atente-se!

A ingestão de bebidas alcoólicas danifica o DNA das células tronco, elevando o risco de câncer. Entre eles, os tumores mais comuns no Brasil, como os de mama e intestino.

<<Leia também: Alcoolismo! Como a homeopatia pode ajudar?>>

Usando ratos de laboratório, cientistas observaram que derivados do álcool, etanol ou acetaldeído, interferem perpetuamente no DNA dos animais. Essa interferência ocasiona estimula os cromossomos a se organizarem de forma aleatória, mudando permanentemente a sequencia do DNA nas células.

O maior risco é que células DNA defeituosas conseguem se multiplicar expandido-se por outros tecidos do corpo. A partir daí o risco de desenvolver um tumor é grande.

Como o corpo reage e se protege da ingestão de álcool.

O etanol ou acetaldeído apresenta-se em nosso corpo após a ingestão de álcool e é responsável pela sensação de ressaca. Nesse estágio, os cientistas observaram como o corpo se defende da bebida. A presença da enzima aldeído desidrogenase (ALDH) é capaz de catalizar e quebrar o subproduto do álcool. Ainda nos testes com os ratos de laboratório, observaram como os animais com e sem a enzima ALDH reagiam. Os animais sem a enzima presente em seu DNA foram afetados quatro vezes mais pelo álcool, porém, assim como os ratinhos,  nem todas as pessoas tem em seu organismo essa enzima anti-ressaca.

Além de câncer, o álcool pode causar diversas outras doenças que demandam cuidado e atenção. Patologias como depressão e crises de pânico e ansiedade podem ser desencadeadas pelo excesso de álcool.  Consulte um médico ao menor sinal de problemas com a ingestão de bebidas alcoólicas.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

<<Veja na integra: Álcool danifica DNA e provoca tumores e câncer.>>

Homeopatia para adolescentes

A adolescência é um período de amadurecimento físico e emocional. Momentos em que os jovens ficam mais independentes e buscam o seu lugar no mundo, por isso os amigos se tornam mais importantes que a família. São tantas as transformações que o organismo, às vezes, não consegue dar conta. Na busca de um tratamento mais natural os pais procuram a homeopatia para adolescentes.

A homeopatia para adolescentes considera a experiência de vida do indivíduo para determinar o tratamento que será administrado. As emoções são muito importantes no momento de escolher um medicamento homeopático. Por isso os pacientes respondem mais efetivamente aos remédios homeopáticos que foram selecionados corretamente.

O período de transformações da adolescência pode ser especialmente difícil. Visto que os adolescentes modernos acumulam diversas atividades escolares, físicas, sociais e futuro profissional. Os medicamentos homeopáticos ajudam problemas da adolescência relacionados ao estresse físico e emocional.

O tratamento homeopático é acessível, natural, eficaz e seguro. Como os medicamentos homeopáticos trabalham corpo e mente tratam problemas emocionais como ansiedade, insegurança, comportamentos obsessivos, raiva, depressão, etc. Ao considerar e tratar as emoções os remédios homeopáticos permitem uma vida harmoniosa e com mais saúde.

Homeopatia para adolescentes

A homeopatia para adolescentes não é tão diferente do tratamento homeopático convencional. Embora, às vezes, requer um pouco mais de investigação para descobrir o problema do paciente. É preciso que o profissional veja o adolescente como um indivíduo que tem suas próprias paixões, interesses, personalidade e peculiaridades. Diferente daquele que os pais têm em mente.

Para que a homeopatia para adolescentes seja eficaz é preciso consultar um profissional habilitado, capaz de observar e colocar as coisas em perspectiva. Pois os adolescentes são adultos em desenvolvimento e precisam de atenção especial.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Saiba mais sobre o assunto em: https://goo.gl/ACfhfz

16 doenças que o mar cura

Os benefícios do mar vão muito além do que um dia de descanso e relaxamento na praia. Pode comemorar: o mar cura doenças através de sua salinidade e iodo.

Dentre doenças comuns e “passageiras”, o mar tem a capacidade de cura em complicações como alergias respiratórias, resfriados, sinusites, problemas de asma e tabagismo e intoxicação por agentes químicos.

<<Leia também: O sol e a vida das crianças.>>

Doenças ósseas e dores que o mar cura:

  • Doenças reumáticas
  • Deslocamentos
  • Articulações
  • Fraturas
  • Osteoporose

Alergias que podem ter melhora:

  • Eczema
  • Psoríase
  • Acne seborreica
  • Dermatite

Complicações ginecológicas e anêmicas e hipotireoidismo, assim como estágios de depressão podem ser amenizados graças ao mar.

Outros benefícios do mar:

Melhora na respiração:

Próximo a costa, o ar possui mais sais do que minerais, significativamente já auxiliando numa melhor respiração. Da mesma forma, o aerossol marinha estimula o metabolismo e o sistema imunológico, além de revigorar a a circulação de sangue.

Cicatrização:

Os sais minerais iodo e magnésio presentes na água do mar, possuem caráter cicatrizante na pele, auxiliando no processo de cicatrização de feridas simples.

Sistema imunológico:

A água do mar fortalece o corpo contra bactérias e vírus e da mesma forma, o cloreto de sódio presente nessa água possibilita o melhor funcionamento das células, reforçando o sistema imunológico.

Eliminar quilos a mais:

O metabolismo é acelerado graças ao sal presente na água que estimula as terminações nervosas da epiderme. Assim, o corpo queima alimentos e elimina gordura com mais rapidez.

Reduz a retenção de água:

Em maiores temperaturas, é comum vermos pessoas sofrendo com a retenção de líquidos. Por osmose, a concentração de sais minerais na água facilita a eliminação de líquidos acumulados nos tecidos através da pele.

<<Veja na íntegra: O mar nos ajuda a curar mais de 16 doenças!>>

Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.

Ações de prevenção ao câncer

Muitas pessoas acreditam que o câncer é uma doença causada por algum gene escondido no organismo. Entretanto muitas pesquisas provaram que o câncer é causado por uma combinação de diversos fatores. Genes, ambiente e estilo de vida. Enfim a prevenção ao câncer pode estar relacionada a coisas que somos capazes de controlar.

Danos no DNA são os causadores do câncer, que são as instruções químicas que dizem as nossas células o que fazer. Coisas com as quais temos contato em virtude de nosso estilo de vida como raios UV, tabaco e substancias química podem danificar o DNA. Esse dano pode se acumular por um período. Células com DNA muito danificado podem começar a crescer e multiplicar desordenadamente, é assim que o câncer começa.

Ter um estilo de vida saudável ainda é a melhor forma de prevenção ao câncer

Alguns fatores de risco do câncer, como genética e meio ambiente, estão fora do nosso controle. Contudo estudos sugerem que 70% dos fatores de risco do câncer podem ser evitados apenas mudando o estilo de vida. Ter uma dieta equilibrada, praticar atividades físicas, evitar o cigarro, diminuir o consumo de álcool e manter o peso ideal são atitudes que ajudam na prevenção ao câncer. Aliás, ter uma dieta saudável é essencial para ter uma vida mais plena.

O que comemos pode ter um efeito poderoso na saúde

Para reduzir o risco de câncer e de outras doenças tenha uma dieta variada com frutas e legumes ricos em antioxidantes, feijão, nozes e cereais integrais. Tente reduzir a ingestão de alimentos processados, fritos, abundantes em açucares, carboidratos e refinados.

Pratique exercícios: 150 horas de atividades moderadas ou 75 minutos de exercícios vigorosos semanalmente atuam na prevenção ao câncer;

Pare de fumar: pessoas que nunca fumaram ou que pararam de fumar há anos têm menos risco de câncer;

Peso ideal: estar em dia com a balança auxilia na prevenção ao câncer do endométrio, útero, mama e outros.

O Blog Homeopatia e Saúde é um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Saiba mais em: https://goo.gl/pSiqyR

Adolescente não é dono do quarto

03Não é de hoje que sabemos que a adolescência é uma fase muito difícil tanto para os filhos quanto para os pais. Conflitos e desentendimentos são comuns nessa idade e é normal o adolescente buscar privacidade em um ambiente seu. Mas qual o limite da privacidade e o ambiente familiar?

<<Leia também: Especialistas dizem que a adolescência vai até os 24 anos.>>

Como ensinar ao adolescente o valor da privacidade.

Segundo o autor Içami Tiba, auto do livro “Quem ama, educa!”, os pais devem estipular com os filhos prazos de arrumação do quarto quando eles não realizarem essa organização por conta própria. Se assim não for feito, Tiba fala sobre a reintegração do quarto a casa, tirando do adolescente o direito da privacidade. Assim, o jovem aprenderia que o custo da sua privacidade é tomar conta do seu ambiente.

Para Içami, é essencial que os pais ajudem os filhos na arrumação de seus ambientes mas não sem a companhia deles. Segunda o autor, a arte dos pais é desenvolver os filhos para que se tornem independentes.

Hábitos para um relação saudável entre pais e filhos.

Pais que trabalham fora não devem tentar compensar permitindo tudo aos filhos. O autor afirma sobre a importância do não na vida do adolescente. Tendo algumas vontades negadas, quando necessário, diminui as chances do jovem se tornar um adulto sem senso de gratidão.

Outro importante fator presente nos livros de Içami, é a necessidade do diálogo entre pais e filhos. Exercendo o diálogo, o jovem tende a ter maior aceitação diante dos argumentos dos pais. Com maior aceitação, a probabilidade de ouvir e refletir diante dos sermões é maior do que se revoltar e não dar credibilidade aos pais.

<<Veja na íntegra: “O adolescente não é dono do quarto.”>>

Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo.