Monthly Archives: Janeiro 2018

Labirintite Emocional

A labirintite emocional pode surgir em consequências de problemas emocionais como depressão, excesso de trabalho, estudo, ansiedade, estresse, traumas, pressões, cobranças, desemprego ou perda de um ente querido.

A labirintite é uma infecção no ouvido interno. Ela ataca uma estrutura delicada que fica dentro da orelha chamada labirinto, que inflama e afeta a audição e o equilíbrio.

Os sintomas da labirintite emocional incluem tontura, vertigem (aquela sensação de que o mundo está girando em sua volta), falta de equilíbrio e perda de audição.

Os sintomas geralmente são leves e desparecem em algumas semanas. Entretanto alguns casos são mais graves e permanecem por mais tempo. Isso pode causar um grande impacto na qualidade de vida de uma pessoa e na sua capacidade de realizar as tarefas diárias.

Para tratar a labirintite emocional é preciso procurar ajuda de um psicoterapeuta que irá investigar as causas do problema.

O tratamento da labirintite emocional não exige o uso de medicamentos. Mas em casos de depressão remédios são necessários para acabar com o problema.

Também é preciso fazer uma mudança na rotina bebendo mais água, evitando o consumo de bebidas alcoólicas, parar de fumar e eliminar alimentos ricos em açucares e gordura.

Como evitar a labirintite emocional

A seguir algumas dicas para evitar o estresse e a ansiedade que podem causar a labirintite emocional:

Fuja de ambientes com excesso de barulho como casas noturnas e shows;

Escolher um local calmo e tranquilo para fazer as refeições;

Pratique atividades físicas;

Consumir mais alimentos ricos em Ômega 3 como peixes, castanha e linhaça;

Ingerir bebidas calmantes como chás e sucos de maracujá e maçã.

Existem tratamentos alternativos como acupuntura que ajudam a aliviar o estresse e a ansiedade. Faça também massagens relaxantes pelo menos duas vezes na semana para restaurar o equilíbrio corporal e administrar as emoções.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, trouxe mais essa matéria interessante. Sabia mais no link: https://goo.gl/gwnei9

Como fazer seu filho obedecer sem usar a força?

As crianças vão desobedecer aos pais, isso é um fato. Outro fato é que como pais vamos, vez ou outra, recorrer à punição e castigo para fazer o filho obedecer. Não podemos esquecer que somos seres humanos criando outros seres humanos, e como seres humanos erramos. Mais um fato incontestável na vida de pais e responsáveis.

Muitos pais querem ser bem-sucedidos e ter a chamada “família perfeita”. E para isso gostariam de ter filhos obedientes para alcançar uma vida mais confortável e livre de estresse. Assim como também querem que essa obediência, dos filhos, reflita as outras pessoas. Entretanto as crianças por não entenderem o real objetivo das regras vão contestar sempre que possível, e como seres em desenvolvimento que não sabem lidar muito bem com as emoções podem comunicar isso com agressividade.

Ao tentar disciplinar seus filhos os pais ou responsável pode encontrar desafios como a criança resistindo às ordens ou fazendo pirraça. A criança pode apresentar comportamentos rebeldes porque sente que as regras não se aplicam a ela. Independente da reação da criança é essencial reforçar as regras e continuar persistindo se quiser fazer o filho obedecer e aprender o valor e a importância da obediência.

É necessário que as crianças aprendam a importância de respeitar pais, autoridades, familiares, professores e idosos.

Tentar convencer a criança a fazer uma coisa que ela não considera importante é uma missão, quase, impossível. Os pais precisam levar a criança a fazer o que é preciso através de brincadeiras lúdicas. Porém isso deve ser feito num dia que estiver com mais paciência. Existem muitas formas de tornar uma tarefa em algo lúdico, uma experiência prazerosa na qual a criança queira participar.

Ao tentar disciplinar e ensinar seu filho obedecer lembre-se de demonstrar amor e carinho. Se a criança desobedecer às regras permita que ela tenha uma segunda chance. Dar para a criança uma nova oportunidade irá motivá-la a fazer o que e certo da próxima vez.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, compartilha mais este texto e ainda destaca a importância da disciplina na vida das crianças. Saiba mais no link: https://goo.gl/X7gN5s

Esgotamento emocional

O esgotamento emocional é um problema que precisa ser combatido ou pode causar depressão.

Tudo começa com uma sensação de cansaço. Mas devido aos compromissos do dia a dia a pessoa vai deixando de lado, procrastinando aquele descanso necessário, sempre pensando assim que tiver tempo vai tirar um dia de folga para relaxar. Esse adiamento vai intensificando o problema e sintomas físicos surgem no decorrer do processo.

O esgotamento emocional, geralmente, aparece após um problema que exigiu muito da pessoa até ser solucionado ou de um episodio que acarretou um desequilíbrio na rotina.

LEIA TAMBÉM: Como age a homeopatia na depressão?

Existem alguns sinais do esgotamento emocional, são eles:

  • Uma boa noite de sono não é suficiente para aliviar o cansaço do dia;
  • No trabalho o rendimento cai e as tarefas mais simples se tornam mais complexas;
  • Fica mais difícil lembrar os compromissos porque a memória não é mais a mesma;
  • A pessoa não tem mais o mesmo pique para participar de festas e confraternizações com os amigos e familiares. Pois os períodos de descanso se tornam mais necessários;
  • Aparecem os problemas estomacais que causam dores e azia. O intestino é outro órgão prejudica e fica desregulado;
  • Dores de cabeça frequentes que passam com a ajuda de um analgésico;
  • Mudanças de humor, principalmente, relacionadas a sentimentos negativos como tristeza e irritação;
  • Fica mais difícil aprender coisas novas;
  • Negativismo;
  • A pessoa evita conflitos e por isso engole alguns sapos.

O tratamento do esgotamento emocional compreende aconselhamento médico e psicológico.

Uma boa solução para o esgotamento emocional é dar um tempo na rotina e descansar. Praticar atividades prazerosas também é benéfico nesses casos.

Sempre que possível ouça a mensagem que o seu corpo está transmitindo e respeite o seu ritmo natural.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que algumas alterações na rotina pode evitar o esgotamento emocional.

Saiba mais sobre o assunto em: https://goo.gl/vZ9Lif

 

Como ter mais tempo com os filhos?

Muitos pais dizem que gostariam de ter mais tempo com os filhos. Entendemos o quanto o trabalho e a rotina do dia a dia roubam do nosso tempo. Mas existem alguns truques que os pais podem utilizar para ter mais tempo, de qualidade, na companhia de seus filhos.

Fazendo algumas pequenas adaptações na rotina é possível ter mais tempo com os filhos, momentos de união e troca. A brincadeira pode ser a desculpa perfeita para esses momentos. E ainda é divertido!

A brincadeira é uma ferramenta poderosa que os pais podem explorar. Além de ser essencial no desenvolvimento infantil. Pois a brincadeira auxilia na imaginação e socialização das crianças.

Brincar com as crianças constrói um vínculo que será permanente. Esse vínculo ajuda a criança a se sentir amada e apreciada.

As brincadeiras ajudam as crianças a desenvolverem habilidades como criatividade, paciência, competências sociais e familiares.

Passar um tempo com os filhos cria laços familiares fortes. Também auxilia na redução do estresse por causa do trabalho, especialmente, para pais sobrecarregados em virtude da rotina diária.

<<LEIA TAMBÉM: Como age a homeopatia na depressão?>>

Dentre as atividades que podem ser realizadas em família e que não consomem muito tempo e nem necessitam de grandes estruturas temos:

  • Cantar;
  • Escutar musica;
  • Ler um livro;
  • Assar biscoitos;
  • Contar histórias;
  • Ajudar nas lições de casa.

Essas são apenas algumas das atividades que podem ser feitas juntos dentro de casa mesmo. Isso porque não estamos considerando as brincadeiras externas que necessitam de um pouco mais de planejamento e contar com uma ajudinha do clima.

Gastar um tempo com os filhos vai fazer toda a diferença no relacionamento entre pais e filhos.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que a família é a base no desenvolvimento infantil. Mais sobre o assunto no link: https://goo.gl/c6RWof

Homeopatia ganha espaço

A homeopatia é o segundo sistema de tratamento mais utilizado no mudo. Porém a homeopatia ainda luta para ser reconhecida pela comunidade científica por seus princípios pouco convencionais. Ainda assim, em virtude de algumas iniciativas a homeopatia ganha espaço no tratamento de doenças crônicas e epidêmicas.

Iniciativas como a do sistema público de saúde de Goiás que distribuiu 200 mil medicamentos homeopáticos, em 25 municípios, e obteve uma queda de até 65% nos casos de dengue nas cidades contempladas pelo projeto.

A homeopatia é um sistema que trata a doença com substâncias que causam os mesmos sintomas da doença. Essa substância é diluída em água, diversas vezes, para que ao tratar a doença o remédio não aumente o problema.

Como a homeopatia é um método de tratamento que não causa efeitos colaterais é muito procurado por gestantes e crianças. É justamente essa característica que está permitindo a homeopatia ganha espaço nos sistemas públicos de saúde. Outro incentivo é o baixo custo dos medicamentos homeopáticos em comparação aos medicamentos convencionais.

<<LEIA TAMBÉM: Transtorno de Ansiedade e homeopatia!>>

Entre os anos 2007 e 2012 tivemos um aumento de 10% nas consultas com profissionais homeopatas no Sistema Único de Saúde (SUS).

Um dos motivos para o sucesso dos tratamentos h5omeopáticos é que os médicos homeopatas consideram o paciente como um todo ao formular o melhor medicamento para tratar a doença. Ele não trata somente a doença, mas também a sua causa. Essa é a principal diferença entre os tratamentos tradicionais e o homeopático.

Outras cidades como São Paulo, Macaé, São José do Rio Preto e Rio de Janeiro também estão utilizando os medicamentos homeopáticos no tratamento da dengue. O que vem contribuindo para o aumento da presença dos medicamentos homeopáticos em todo o país. Com isso a homeopatia ganha espaço e mais pessoas são beneficiadas por ela.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, para ler a matéria completa acesse: https://goo.gl/aEfYgd

Insolação Infantil

Com a chegada das férias as crianças têm mais tempo para brincar, correr, andar de bicicleta, dentre outras atividades realizadas ao ar livre. Entretanto, não podemos esquecer que estamos no verão a estação mais quente do ano, por isso é preciso tomar cuidado com a insolação infantil.

Há alguns dias a mãe de uma garotinha postou nas redes sociais um desabafo sobre o episodio de insolação infantil sofrido pela filha. No texto a mãe lembra que a insolação infantil não ocorre somente quando a criança é exposta diretamente aos raios solares. Uma vez que no caso de sua filha a menina passou mal por causa da temperatura elevada dentro de seu quarto.

<<LEIA TAMBÉM: Doenças de Verão!>>

A insolação é causada pela exposição prolongada a ambientes secos e quentes. Sendo que os casos mais comuns de insolação infantil são causados pela exposição direta ao sol.

A insolação provoca um desequilíbrio no sistema de controle da temperatura corporal, o que causa enjoos, tontura, pele seca e avermelhada, vômitos, febre alta, falta de ar e até desmaios.

A desidratação e queimaduras na pele são as consequências mais frequentes da insolação. Dependendo do tempo de exposição ao sol as queimaduras podem ser de segundo e terceiro grau, como por exemplo, queimaduras causadas por óleos corporais.

Alguns cuidados para evitar a insolação infantil

  • Beber muito líquido;
  • Evitar o sol entre 10 e 16 horas;
  • Passar protetor solar diariamente e reaplicar de duas em duas horas;
  • Usar sabonetes glicerinados.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, acredita que com alguns cuidados as crianças vão poder aproveitar as férias sem serem prejudicadas pelo sol. O protetor solar é muito importante para proteger a pele e evitar queimaduras.

Para saber mais sobre insolação infantil acesse: https://goo.gl/T6fHCp