Monthly Archives: abril 2014

Doenças Dermatológicas e a Homeopatia

Entenda como funciona o tratamento homeopático para doenças dermatológicas

O tratamento de doenças dermatológicas pela homeopatia, assim como os demais tratamentos homeopáticos, não trata isoladamente os sintomas, que nesse caso são o aparecimento da lesão na pele, e sim busca o equilíbrio do individuo.

Por essa razão, muitas vezes, há demora no desaparecimento dos sintomas. Ou o sintoma desaparece, mas surgem outros indícios de que o equilíbrio interno do paciente não está ainda estabelecido. Quando isso ocorre, o remédio homeopático deve ser alterado, até que seja encontrado um medicamento que restabeleça esse equilíbrio interno.

Foto: Prabhleen Khalsa Registered Homeopath

Foto: Prabhleen Khalsa Registered Homeopath

Para a homeopatia, o individuo não apresenta uma doença, e sim carrega um desequilíbrio que se manifesta de diferentes formas ao longo da vida. Por isso o tratamento homeopático, tanto para doenças dermatológicas como para outras causas, tem a função de restaurar o organismo aos estágios que precedem a vida no caminho da cura.

O Inverno e as doenças de Pele

Mudança de temperatura é um dos fatores a se observar ao iniciar um tratamento homeopático. Alguns pacientes apresentam maior ou menor incidência dos sintomas no frio ou no calor.

Foto: Health Drip

Foto: Health Drip

No clima frio e seco do inverno é comum o aparecimento de alterações na pele, que a tornam sensível e vulnerável ao aparecimento de sintomas como alergias e eczemas (pele irritada). Além disso a pele seca ou o uso de produtos não apropriados pode causar incômodo como coceira e vermelhidão.

Procure sempre seu médico a qualquer sintoma.

 

Homeopatia ganha espaço na Odontologia

Apesar de desconhecida para muitos pacientes, a homeopatia atua lado a lado com a odontologia trazendo resultados muito positivos e significativos na relação médico x paciente

homeopatiaCorpo

Imagem: Helio Sampaio Filho

Embora não seja ainda reconhecida como especialidade clínica, a homeopatia odontológica vem aos poucos conquistando pacientes.

Relacionar a homeopatia com a odontologia tem mais lógica do que você imagina:  A boca é a porta de entrada do nosso corpo, o início da digestão, nutrição e manutenção da vida e a homeopatia tem como princípio fundamental a abordagem do indivíduo como um todo, logo, complementam-se.

Há pouco tempo, a homeopatia passou a ser uma ferramenta importante de prevenção, controle e tratamento das doenças da cavidade oral, bem como a auxiliar o cirurgião dentista, oferecendo alternativa ao uso das drogas e anestésicos convencionais e seus efeitos colaterais devastadores.

Um exemplo são os casos de aftas recorrentes: se na medicina alopática os casos de aftas são tratados apenas com analgésicos que amenizam os sintomas de dor, com a homeopatia o objetivo é equilibrar o organismo do paciente e estimular o seu sistema imunológico para que as aftas deixem de aparecer.
As medicações são indicadas ainda, para dores de dente, abcessos e gengivites, por exemplo.

 

Cirurgias

 

Apesar de ser necessária a aplicação de anestesias comuns, a medicina homeopática apresenta remédios que previnem hemorragias, aceleram a cicatrização e auxiliam pacientes com crises de pânico, ansiedade ou fobia de consultórios dentários (odontofobia), o que contribui efetivamente para o bem estar do paciente e para o resultado satisfatório do tratamento.

homeopatia no atendimento

Imagem: ABCDH

Como de praxe, a primeira consulta inclui uma entrevista detalhada e anamnese homeopática do paciente para identificar onde e como a homeopatia pode trabalhar. Procure um profissional qualificado e comprove os benefícios.

Homeopatia & Pets

 

homeopatia-veterinaria

Você sabia que a homeopatia pode ser utilizada, inclusive, na manutenção da saúde dos pets? Não?! Pois pode. Os animaizinhos – como cães, gatos e outros que mantemos sempre por perto em nossas vidas – também podem ter a sua saúde sempre em alta com a medicina homeopática.

E, mesmo doenças crônicas, cânceres e doenças autoimunes podem ser  tratadas com medicamentos homeopáticos, os mesmos formulados para humanos, tudo isso sem contraindicações e com custo inferior ao praticado na medicina tradicional. “Cães, gatos, pássaros, homens: considero todos animais”, explica o doutor Celio Hiroyuki Morooka, veterinário homeopata.

Ainda tem dúvidas sobre o tema? Então confira a entrevista exclusiva com o profissional.

cao-tomando-homeopatia-620x413

 

Blog Homeopatia&Saúde: Como funciona a homeopatia no organismo dos animais?

Dr. Celio Morooka: Basicamente semelhante ao homem. O medicamento ira atuar na Energia Vital dos animais, procurando equilibrá-la, restabelecendo a saúde dos animais.

Blog Homeopatia&Saúde:  Como são os medicamentos homeopáticos para pets?

Dr. Celio Morooka: Hoje existem laboratórios que produzem medicamentos homeopáticos de uso veterinário. Mas, a maioria dos veterinários homeopatas, prescrevem medicamentos homeopáticos formulados em Farmácias Homeopáticas Humanas.

Blog Homeopatia&Saúde: Difere em alguma coisa do processo que acontece no corpo humano?

Dr. Celio Morooka: Não!!! Considero todos animais, o homem, cão, gato, pássaro.

 Blog Homeopatia&Saúde: Em quais casos é indicado tratar os pets com homeopatia?

Dr. Celio Morooka: Em todos os casos, tanto nos casos agudos quanto nas doenças crônicas (doenças recicivantes – aquela que melhoram e retornam), por exemplo. Alergias, problemas de pele, epilepsias, animais com tumores inoperáveis, animais com câncer, doenças autoimunes (Lúpus, Pênfigo), insuficiência renal. Também podemos tratar pela homeopatia as viroses (canino – Parvovirose, Cinomose, elino – Rinotraqueíte), Leucemia e Faids (aids felina).

mulher-medicando-o-gato-11758

Blog Homeopatia&Saúde: Existe alguma contraindicação?

Dr. Celio Morooka: Não existe contraindicação, essa é a enorme vantagem que a Homeopatia poderá proporcionar aos animais que são tratados pela homeopatia.

Blog Homeopatia&Saúde: Em termos de custo, como a homeopatia se difere da veterinária tradicional?

Dr. Celio Morooka: A homeopatia é mais barata, os medicamentos são mais em conta. Além de não possuir efeitos colaterais, ao contrário da alopatia, que leva muitos pacientes a abandonarem ou interromperem o tratamento devido aos efeitos colaterais indesejados.

Blog Homeopatia&Saúde:  Como agir em caso de fraturas e machucados?

Dr. Celio Morooka: A fratura é uma questão mecânica: é necessária a redução da fratura por tala, cirurgia (pino intramedular) ou outro procedimento. Mas podemos utilizar medicamentos homeopáticos que agem como antiinflamatórios e medicamentos que irão ajudar na consolidação, acelerando a formação o calo ósseo. Em machucados e feridas podemos utilizar medicamentos homeopáticos via oral para auxiliar na recuperação dos mesmos. E, localmente, podemos utilizar fitoterápicos.

Blog Homeopatia&Saúde: A homeopatia é indicada para o tratamento da ansiedade nos animais? (como no caso de medo de trovões, como o cachorro Marley do filme “Marley e Eu?”)

Dr. Celio Morooka: A homeopatia prioriza e considera muito a área mental dos animais. Isso faz com que os proprietários busquem cada vez mais essa terapêutica, a homeopatia. A homeopatia veterinária trata – e com muito sucesso – animais com medos, aversões, tristezas por perda de um ente querido, agressividade, desejo de companhia (sente-se muito só), angústia, ciúme, irritabilidade, delírios, ansiedades e muitos outros sinais e/ou sintomas que consideramos da esfera mental. Essa é a enorme ou a grande vantagem que a homeopatia veterinária proporciona aos animais. Irá tratá-los sem que eles percam o brilho de felicidade dos olhos ou do olhar. Quem possui ou teve um animal entende do que estou dizendo.   cachorro

Chocolate – Vilão ou mocinho?

A Páscoa está chegando e nesse momento o que todos esperam, além do feriado, é o chocolate. Odiado por nutricionistas e adorado por mulheres na TPM, conheça alguns bons motivos para apreciar “com moderação” essa deliciosa iguaria.

Derivado do cacau, o chocolate que comemos hoje leva açúcar e outros ingredientes não tão “favoráveis” à saúde. Portanto prefira os com maior concentração de cacau e menos açúcar (amargo ou meio amargo, normalmente mais escuros).

A Favor

homeopatia e saude

1 – Causa bem estar – O que as mulheres que “precisam” de um chocolate quando estão na TPM sentem quando comem é a produção da endorfina e da dopamina. Alguns cientistas afirmam que além de gostoso, o chocolate aumenta a produção dessas substancias no organismo.

2 – Coração em dia – Cientista da univerisdade de Linkoping, na Suécia, descobriram que o chocolate amargo, com mais cacau, inibi uma enzima no organismo conhecida por elevar a pressão arterial. O efeito é atribuído  aos antioxidantes catequinas e procianidinas, que são encontrados no chocolate.

Além disso, devido à alta concentração de antioxidante, que protege as células do envelhecimento causado pelos radicais livres, o chocolate reduz o risco de pessoas que já sofreram de ataques cardíacos morrer de problemas do coração. Segundo a mesma pesquisa, consumindo uma vez por semana, o risco cai quase pela metade, se consumido duas vezes por semana, o risco cai para 66%.

3 – Para futuras mamães – A universidade de Yale, nos Estados Unidos, descobriu em um estudo que as mulheres que saboreiam chocolate pelo menos 5 vezes por semana estão 40% menos propensas a desenvolver pré-eclâmpsia (hipertensão). O composto teobromina, rico na versão amarga do chocolate, pode ser o responsável pelo benefício.

4 – Beleza – Aliado da beleza, o chocolate tem alto poder de hidratação. Além disso, combate os radicais livres, evitando a oxidação das células. Por isso está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos.

5 – Cérebro – Um estudo em andamento da Universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos está prestes a provar que o chocolate amargo pode reduzir os danos cerebrais após um acidente vascular cerebral (AVC). O responsável é um composto chamado epicatequina que protege as células nervosas.

6 – Câncer de intestino – Uma molécula presente no cacau, chamada procianidinas, possui propriedade antioxidante e serve para proteger as células das degenerações do tumor e combater o câncer de intestino também está presente no chocolate. A descoberta é dos pesquisadores da Universidade de Geogertown, nos Estados Unidos.

7 – Recuperação de desgaste físico – Leite com chocolate é a melhor opção para se recuperar de atividade física. Isso porque a quantidade de carboidratos e proteínas presentes na mistura causam o benefício necessário para a melhora do organismo. Essa descoberta foi de cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

8 – Alívio das dores – Um estudo da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos descobriu que chocolate pode aliviar dores. O analgésico natural provocado por comer ou beber por prazer é o responsável pelo benefício.

9 – Melhora do Fluxo Arterial – O chocolate meio amargo pode melhorar o fluxo arterial além de fazer bem à saúde cardiovascular. Isso porque diminui a tendência de coagulação das plaquetas e de obstrução dos vasos sanguíneos, além de ajudar a diminuir os níveis de LDL (colesterol ruim).

Contra

homeopatia

Mas se o consumo for exagerado, mais de 50 g por dia, pode ser prejudicial à saúde:

Aumenta o colesterol ruim e o nível de gordura no sangue

Irrita o estômago e a mucosa do intestino

Causa a sensação de estômago cheio, mas não tem os nutrientes necessários para boa alimentação

Causa irritação na pele

Causa enxaqueca

 Chocolate-Branco

E para concluir, não se engane, apesar do nome, chocolate branco não tem cacau, então nenhum dos benefícios apontados se apresenta nessa versão.