Homeopatia e depressão

A depressão é um assunto que vem sendo bastante discutido, e que atinge muitas pessoas. Calcula-se que no mundo inteiro 350 milhões de pessoas sofrem com o problema. No Brasil 11 milhões de brasileiros vivem com o problema.

O Dr. Ariovaldo Ribeiro falou um pouco sobre o assunto em sua página do facebook, o vídeo pode ser visto no link: https://goo.gl/DzKfNP. A seguir o Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo, vai compartilhar um pouco do que foi dito por ele.

A depressão pode estar associada a alguns fatores emocionais: traumas enfrentados no decorrer da vida, situações de estresse, perdas, entre outras causas. Isso tudo faz com que a pessoa fique mais suscetível a desenvolver o problema. Fatores hereditários também podem causar depressão, uma vez que existem famílias que possuem mais facilidade de desenvolver a depressão.

A depressão atinge mais as mulheres, mas muitos homens também desenvolvem o problema. Quem sofre de depressão normalmente tem problemas nos neurotransmissores cerebrais, que no geral está associado a uma tendência de diminuição da serotonina.

O que a pessoa pode fazer?

Primeiro reconhecer que tem o problema. Segundo buscar ajuda e começar um tratamento.

Uma maneira de a pessoa perceber o problema da depressão é observar alguns sintomas como: apatia, baixa autoestima, se irritar facilmente com pequenas coisas (nesses casos a depressão é chamada de distimia), não quer ver pessoas e preferir ficar em casa deitado. São sinais de que a pessoa está enfrentando o problema.

Leia também: 8 sintomas da depressão que ficam ocultos

Porém as pessoas não podem confundir a tristeza causada por um momento difícil com depressão, adverte o Dr. Ariovaldo Ribeiro.

O tratamento homeopático é indicado nesses casos por considerar o indivíduo como um todo. Durante o tratamento homeopático é levantado um histórico do paciente para determinar os motivadores. E também para encontrar o medicamento de maior consonância com esses problemas.

2018-06-26T21:42:15+00:00 06/07/2018|BEM-ESTAR, DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário