Alerta: comemos o que os peixem comem!

O mar é uma importante fonte de alimentos e renda em muitas partes do mundo, principalmente para o desenvolvimento de nações insulares e comunidades costeiras. Locais onde o consumo de peixes e mariscos ultrapassa 50% da ingestão de proteína animal dos residentes, segundo levantamento da ONUAA (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação).

Em todo o planeta os mariscos representam 17% de toda proteína animal consumida, e 6,7% do total de proteína consumida todos os anos. Entretanto, o estoque de frutos do mar está sob ameaça por causa das alterações climáticas, pesca predatória, poluição e perda do habitat.

Como as práticas de pesca predatória estão se intensificando, motivadas pelo aumento da demanda por frutos do mar, assim como a captura acessória de animais marinhos. Porém, isso levou alguns cientistas marinhos a deixar de ingerir frutos do mar, e recomendar que as outras pessoas façam o mesmo. Ou, que pelo menos reflitam sobre a qualidade do peixe que estão ingerindo.

O declínio na qualidade dos peixes que consumimos é notório. Outro aspecto negativo dos peixes que consumimos é o acúmulo de toxinas em virtude da poluição. Mais um motivo para evitar o consumo, segundo alguns especialistas em vida marinha.

Sacolas plasticas prejudicam o meio ambiente

Por isso, a necessidade de ponderação sobre as consequências de nossas ações com relação à vida marinha. Pois, as grandes cidades são as maiores poluidoras desse ambiente. Sendo o uso de sacolas plásticas a ação que mais prejudica a vida marinha.

A poluição causada pelas sacolas plásticas cria enormes fragmentos de lixo flutuante nos oceanos. Visto que, muitos animais marinhos estão ingerindo esses detritos.

10 mitos alimentares que vão por terra em 2018

Peixes como o salmão do noroeste do Pacífico, nos EUA, estão diminuindo por causa das barragens que impedem a jornada de desova. Essa redução também prejudica outros animais que consomem somente peixe, como é o caso da população de baleias assassinas da região que está reduzindo.

Comer frutos do mar, regularmente, faz parte de uma dieta saudável segundo alguns especialistas. Porém, alguns peixes são melhores que outros. Somente o consumo de peixes capturados de maneira sustentável e com baixo teor de mercúrio, ou que foram cultivados de forma sustentável, pode fornecer uma boa fonte de proteínas e ácidos graxos ômega 3 à dieta.

O Blog Homeopatia e Saúde, um espaço informativo da Clínica Similia Homeopatia de qualidade em São Paulo – próximo da Av. Paulista, filiada ao Dr. Ariovaldo Ribeiro e a Dra. Ana Lucia Dias Paulo. Entenda como a poluição está prejudicando a vida marinha em: https://goo.gl/1pVBRj

2018-12-26T17:51:29+00:00 29/01/2019|BEM-ESTAR, DICAS, SAÚDE|0 Comentários

Deixar Um Comentário